Simulado oficial do Enem já está disponível no aplicativo

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou um simulado oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ajudar na preparação dos inscritos. O simulado utiliza conceitos de gamificação e pode ser acessado pelo aplicativo do Enem, em celular ou tablet. Quem já tem o app precisa atualizá-lo. O aplicativo do Enem está disponível nas plataformas Android e iOS.

Com a iniciativa, os inscritos poderão se familiarizar com o tipo de questão utilizada no Enem. Além disso, para que testem seus conhecimentos, os usuários serão estimulados pelos recursos de gamificação. Será possível conquistar XPs, medalhas e subir de nível, além de ganhar status variados: Estudante Nota 1, Guru da Matemática, Senhor Enem, entre outros.

Com o simulado, o Inep amplia as opções de preparação dos participantes, que poderão estudar em uma plataforma do próprio instituto. O simulado do Inep ganha ainda mais relevância neste momento de interrupção de aulas presenciais. A interação também ficou facilitada pela linguagem mais amigável da nova versão do aplicativo. A proposta é que o usuário tenha em mãos uma ferramenta simples, com informações de qualidade, certificada pelos profissionais da área pedagógica do Inep.

O simulado usa questões das próprias provas do Enem e, inicialmente, é possível testar os conhecimentos com as questões de 2012 e 2013. Em breve, o simulado será ampliado, com a inclusão das questões das edições de 2014 a 2017. Também será disponibilizada uma versão do simulado em Língua Brasileira de Sinais (Libras), por meio das questões da videoprova em Libras.

O usuário precisa escolher entre as quatro áreas de conhecimento do Enem e fazer questões específicas. O aplicativo sinaliza quais itens foram marcados de forma correta pelo participante. Em uma evolução do simulado, em breve, serão incorporadas justificativas sobre por que a opção selecionada está certa ou errada.

Com informações do Ministério da Educação

 

Texto original

Deixe um comentário