Brasil é reconhecido pelo Banco Mundial como o 7º líder em Governo Digital no mundo entre 198 países avaliados

O Brasil acaba de ser reconhecido pelo Banco Mundial como o 7º país com a mais alta maturidade em Governo Digital no mundo. O resultado foi medido no GovTech Maturity Index 2020, um ranking que avalia o estado atual da transformação digital do serviço público em 198 economias pelo mundo.

Nas Américas, não há outro país à frente, incluindo Estados Unidos e Canadá. Entre os 10 primeiros, o Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes. A conquista deve-se em grande parte ao avanço da plataforma gov.br, que hoje já dispõe de mais de 115 milhões de usuários, ou seja, mais da metade da população brasileira – em janeiro de 2019, o número era de 1,8 milhão. O gov.br permite o acesso único a milhares de serviços digitais e facilita a obtenção de informações e o relacionamento do cidadão com o governo.

“Esse resultado deve-se ao nosso foco no gov.br, ao empenho de todos no combate à burocracia, à modernização da administração pública e à transformação digital do Estado”, ressalta o secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade. “Ao adotar essa estratégia, o país inteiro deu enorme salto à frente, enfrentando inclusive a pandemia de Covid-19 através de serviços públicos digitais”.

O Índice de Maturidade GovTech do Banco Mundial avaliou 198 economias globais sob quatro aspectos: Suporte aos principais sistemas de governo; aprimoramento da prestação de serviços; Integração do engajamento do cidadão; e incentivo às habilidades digitais das pessoas no setor público, ao regime legal e regulatório apropriado, à capacitação e à inovação. O Brasil demonstrou avanços nessas quatro áreas – apenas 43 nações obtiveram desempenho considerado ‘muito alto’ pelo Banco Mundial. Nosso país superou a média dos chamados ‘líderes em GovTech’ em todos os itens avaliados.

O Brasil entregou à população soluções digitais de impacto massivo, como: Auxílio Emergencial, Meu INSS, Seguro Desemprego e Seguro Desemprego do Empregado Doméstico, Carteiras Digitais de Trabalho e de Trânsito, e o PIX. Aspectos como o incentivo à inovação no serviço público, a visão da Estratégia de Governo Digital e o papel do gov.br como plataforma centrada no cidadão também contaram para o reconhecimento, conforme o Banco Mundial.

À frente do Brasil, constam apenas: Coreia do Sul, Estônia, França, Dinamarca, Áustria e  Reino Unido. “Colocamos os serviços na palma da mão do brasileiro, 24 horas por dia, sete dias por semana. A Estratégia de Governo Digital aponta o país para simplificar o relacionamento com o cidadão, com transparência, eficiência e confiança nas ações do governo”, reforça o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro.

Conheça mais sobre a trajetória da transformação digital do governo do Brasil em www.gov.br/governodigital

Mais sobre a pesquisa do Banco mundial em:  https://openknowledge.worldbank.org/bitstream/handle/10986/36233/9781464817656.pdf, extraído em 19/08/2021.

Dados detalhados de cada país em avaliado pelo Banco Mundial:  https://datacatalog.worldbank.org/search/dataset/0037889/GovTech-Dataset, extraído em 20/08/2021

Com informações do Ministério da Economia

Texto original

Deixe um comentário