Acordo de cooperação promoverá a agricultura familiar em destinos de turismo rural

Visitar um destino de turismo rural e lá saborear delícias produzidas por agricultores familiares é uma boa opção de lazer e descanso. É nessa aliança para fortalecer a agricultura familiar por meio do turismo rural que está focado um acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério do Turismo e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A intenção é gerar empregos e renda para os pequenos agricultores com a abertura de mais mercado. Além de estimular também a promoção do turismo rural.

“Quando um turista viaja pelo interior, fica numa pousada, compra produtos tradicionais, artesanato, ele está fortalecendo muito o meio rural brasileiro. É uma relação muito íntima do turismo com a agricultura familiar e dos produtos tradicionais brasileiros rurais que certamente serão muito beneficiados com o fortalecimento desse serviço que é o turismo rural”, disse o secretário de agricultura familiar e cooperativismo do Ministério da Agricultura, Fernando Schwanke.

Ele destaca que o Brasil tem grande atuação na produção de alimentos nas agroindústrias familiares e o acordo de cooperação vai potencializar a comercialização.

“Vamos potencializar muito a agricultura familiar, nossas raízes, nossos agricultores. É um ganha-ganha onde todos ganham e a sociedade brasileira mais ainda”, afirmou o secretário.

Turismo rural em alta

Na avaliação de Fernando Schwanke, o momento pós-Covid-19 será de crescimento para o turismo rural, já que a tendência é que as pessoas evitem viagens longas e deem preferência a destinos mais próximos de casa, onde seja possível inclusive ir de carro.

“Isso é uma grande oportunidade para o Brasil, para o turismo interno e ai o turismo rural entra de uma forma muito forte. O que vemos são pessoas da cidade indo para o interior, para pousadas, cachoeiras, destinos turísticos que não eram tão frequentados e agora começam receber mais fluxo de turista. Acho que á uma reconciliação da área urbana com a área rural onde todos ganham, principalmente o país”, completou Schwanke.

A sócia do Rancho Canabrava, empresa de turismo rural e aventura localizada no Distrito Federal, Anna Maria de Lucena, conta que já sentiu o aumento na procura.

“Nesse período que estamos passando, o pessoal tem procurado muito espaço ao ar livre, com área de lazer e o incentivo vai ser tudo de bom não só para nós da área de turismo, mas para quem trabalha com a agricultura familiar”, disse.

Parceria

O acordo de cooperação entre os ministérios da Agricultura e do Turismo foi publicado no Diário Oficial da União no dia 30 de setembro. A primeira ação da parceria foi o apoio à participação de empreendimentos da agricultura em uma das maiores feiras internacionais de negócios de turismo no Brasil. Produtos como açaí em pó, geleias e mel de abelha ficaram expostos no evento online que foi encerrado no último dia 2.

Outra proposta é a execução programa “Experiências do Brasil Rural” que tem foco na promoção dos produtos associados ao turismo que se encontrem dentro das rotas turísticas já estabelecidas.

Texto original

Deixe um comentário