Vítimas de ataques de morcego em Coari recebem tratamento antirrábico, diz FVS

Além das vítimas, cães e gatos também receberam vacinação antirrábica para evitar a proliferação da doença. — Foto: Kássio Moraes/FVS-RCP

Cerca de 20 pessoas de comunidades rurais de Coari, no interior do Amazonas, que foram atacadas por morcegos do tipo hemetáfago no início do mês, receberam tratamento profilático antirrábico. A informação é da Fundação de Vigilância em Saúde do Estado (FVS). Não há informações sobre novos ataques.

Os ataques aconteceram no início do mês e chamaram a atenção da FVS, que chegou a encaminhar uma equipe para monitorar o caso. A visita ocorreu entre os dias 2 e 11 de agosto.

De acordo com o órgão, as vítimas têm entre 1 e 39 anos de idade e relataram não conhecer a doença da raiva ou os perigos que ela oferece.

Apenas a Comunidade de Curassau não recebeu a ação. Segundo a FVS, houve um problema com o transporte da equipe e uma nova data de aplicação do tratamento deve ser definida pela Secretaria Municipal de Saúde do Município.

Além das vítimas, cães e gatos também receberam vacinação antirrábica para evitar a proliferação da doença.

Segundo a FVS, esses tipos de ataques ocorrem por conta de as comunidades estarem situadas em áreas silvestres, próximas a colônias de morcegos que, por necessidade alimentícia, atacam seus animais de estimação e, posteriormente, os seres humanos.

Veja os vídeos mais assistidos do G1 Amazonas

Deixe um comentário