Suspeito de matar venezuelana a facadas dentro de casa é preso em Manaus

Caso é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). — Foto: Rebeca Beatriz/G1 AM

Um homem de 25 anos foi preso, nesta sexta-feira (6), suspeito de matar a facadas uma mulher, de nacionalidade venezuelana, dentro da casa dela, em Manaus. O crime aconteceu na madrugada de domingo (1º).

A prisão aconteceu na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), localizada na Zona Norte de Manaus. O homem foi preso após se apresentar à polícia, acompanhado de um advogado, por volta das 15h.

Segundo a DEHS, ele não confessa o crime, mas deve permanecer na sede da delegacia porque já existe um mandado de prisão cautelar temporária expedido contra ele, com validade de 30 dias, referente ao homicídio. Além disso, há outro mandado de prisão contra ele por latrocínio.

De acordo com a DEHS, as investigações continuam em andamento, e os indícios apontam para ele. Câmeras de segurança mostraram o momento em que o homem entrou na casa da mulher, e minutos depois, saiu correndo pela rua. As imagens não foram divulgadas.

Relembre o caso

Uma mulher, de 25 anos e nacionalidade venezuelana, foi encontrada morta na madrugada de domingo (1°) dentro de casa, no bairro Alvorada, em Manaus. O companheiro da vítima, de 39 anos, chegou a ser detido pela Polícia Militar e levado para a DEHS para prestar esclarecimentos, mas foi liberado.

A polícia informou que o crime aconteceu por volta das 5h da madrugada na Rua Juruti, quando a vítima foi encontrada dentro da residência com perfurações de facas no peito e no pescoço.

Ela e o companheiro moravam há cerca de três meses numa vila de apartamentos. De acordo com policiais da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a equipe foi acionada para o local por volta das 6h por um morador que relatou gritos vindo do apartamento durante a madrugada.

O marido da vítima, segundo a Polícia Militar, estava do lado de fora da residência no momento em que os policiais chegaram no local da ocorrência. Ainda de acordo com a polícia, o homem afirmou que um outro homem cometeu o crime.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário