No AM, manifestação após reeleição de prefeito termina com confusão e conflito com policiais

Em Borba, reeleição de prefeito gera confusão

Em Borba, reeleição de prefeito gera confusão

Uma manifestação na cidade de Borba, no interior do Amazonas, reuniu centenas de pessoas, nesta segunda-feira (16), e terminou em confusão e conflito entre protestantes e policiais. O motivo foi a reeleição do prefeito Simão Peixoto (PP).

Peixoto foi reeleito com 31,02% dos votos (5.499), enquanto o segundo colocado, Toco Santana (Republicanos), ficou com 26,77% (4.745 votos).

Populares que não concordaram com o resultado se reuniram em protesto, cobrando “nova eleição” na cidade. Vídeos mostram aglomeração no ato e conflito com policiais, que tentaram dispersar os manifestantes (veja acima).

Os manifestantes se reuniram em motos, carros e a pé, e carregavam cartazes contra o resultado. Eles alegavam que o nível de rejeição de Simão era grande e não foi refletido nas urnas.

Os policiais militares usaram bombas de efeito moral para tentar dispersar os manifestantes, que encerraram o ato em frente ao cartório eleitoral de Borba (veja acima).

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informou que as imagens que circulam nas redes sociais são recortes isolados do que aconteceu, e não demonstrar trabalho não técnico realizado pelos policiais.

“A SSP-AM informa que a Polícia Militar do Amazonas é preparada para atuar em todos os tipos de ocorrências e emprega os conhecimentos técnicos e materiais previstos para a garantia da lei e da ordem, incluindo aqueles necessários em situações de distúrbio social”, diz trecho da nota.

A SSP também informou que situações de abuso devem ser relatadas de forma oficial para que os órgãos responsáveis possam investigar. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) não se pronunciou sobre o caso.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário