Candidato a prefeito de Manaus, Amazonino Mendes participa de entrevista no JAM 2ª Edição e G1 AM

Candidato à prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes concede entrevista ao G1 Amazonas

Candidato à prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes concede entrevista ao G1 Amazonas

O candidato Amazonino Mendes (Podemos), que disputa a Prefeitura de Manaus no segundo turno das Eleições 2020, concedeu entrevista ao Jornal do Amazonas 2ª Edição e ao G1 Amazonas, na noite desta terça-feira (24). Ele foi questionado sobre propostas de governo.

Durante a entrevista, Amazonino Mendes falou sobre a proposta de aperfeiçoar o sistema de ordenamento de estacionamento no Centro da Cidade, onde atualmente funciona o Zona Azul. Segundo o candidato, a intenção é preservar o emprego dos guardadores de carro, conhecidos popularmente como ‘flanelinhas’.

“Sempre tem que levar em conta o instante, o momento. Você tem que fazer opção. Vou privilegiar o emprego, o trabalho. Muitas vezes o avanço, embora tecnológico, ajuda, melhora, mas é cruel, toma emprego de terceiros. Isso aí a gente tem que levar em conta, os subempregos dos guardadores. Não é assim. Vou levar muito a sério a questão do emprego”, disse o candidato.

Questionado sobre uma possível revitalização da Feira da Manaus Moderna, anunciado pelo candidato na década de 1990, e reiterado no atual plano de governo, ele disse que precisa fazer um replanejamento a respeito da intervenção.

“Não é bem assim, vamos reestudar tudo. A gente tem que ter cuidado para sempre olhar o que a gente vai intervir”, destacou o candidato.

Educação

Questionado sobre ter prometido a construção de 1 mil creches em seu último mandato como prefeito, que não foram entregues, o candidato disse que não se referiu à quantidade de creches físicas, mas sim, aos efeitos da criação de creches. E que quanto à construção física, não conseguiu fazer porque não deu tempo de concluir até o fim do mandato.

“O que eu me referi, foi ao efeito de uma creche: ‘Mãe Social’. Eu me lembro perfeitamente. Anunciei no palanque, em comício. Mãe Social, dá pra fazer mais de mil. Não é problema nenhum, porque você não está construindo. Embora em relação à construção eu consegui área para fazer 150 creches fisicamente. Não deu mais tempo, foi no fim do governo. Arranjei área, terreno, etc. Deixei a coisa encaminhada”, comentou. O plano de governo de Amazonino Mendes cita aumento de creches, mas especifica a quantidade.

Ainda na área de Educação, o candidato foi questionado sobre sua proposta de criação de escolas de tempo integral. Segundo ele, a escola permite uma educação mais igualitária.

“É um desperdício continuar fazer escola como fazemos. A escola de tempo integral tem uma filosofia diferente: ela permite que o filho do pobre ao entrar cedo na escola tenha o mesmo tratamento que o filho de uma família rica. Ele toma café bem, com a base nutricionista, ele merenda, ele almoça, pratica esportes, tem toda a chance de fazer cursos especiais, descobrir sua vocação, enfim uma educação esperada, como de uma família abastada”, explicou Amazonino.

Plano de segurança de R$ 5 milhões

Em 2018, quando era governador do Estado, o candidato Amazonino Mendes fez uma parceria com o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, por mais de R$ 5,5 milhões para que fosse feito um levantamento na área de segurança, no Amazonas, que foi pouco aproveitado.

Questionado se iria aproveitar algo dessa consultoria, o candidato disse que o município deve ajudar dentro dos seus limites.

“Quanto ao levantamento, eu lamento que a gente tenha rejeitado a melhor tecnologia do mundo. Foi um avanço, um progresso, foi muito bom, mas não conseguimos complementar o projeto”, comentou o candidato.

Orçamento público

Outra proposta do candidato é a respeito de uma bolsa auxílio de R$ 300 para 137 mil famílias. Ele disse que precisará fazer um reajuste na distribuição do orçamentária, mas garantiu que as famílias vão receber o dinheiro.

“A gente vai ter e pode fazer adaptações orçamentárias. Essas famílias vão receber. Vou ter que fazer isso se eu quiser melhorar a vida das pessoas carentes e ao mesmo tempo salvar a vida social, o equilíbrio da cidade, melhorar a situação dos comerciantes. Esse dinheiro vai circular nos bairros”, explicou o candidato.

Candidato à prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes concede entrevista ao JAM2

Candidato à prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes concede entrevista ao JAM2

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário