Atualização de números da Covid-19 no AM não é divulgada por bloqueio em sistema de dados da Saúde

Teste rápido para Covid-19. — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A atualização dos números da Covid-19 no Amazonas não será divulgado nesta sexta-feira (6), informou o governo do estado. O motivo seria o bloqueio de acesso aos sistemas nacionais de informação de dados de saúde, do Ministério da Saúde, que são base para a produção do boletim.

Nessa quinta-feira (5), o boletim apontou que o estado registrava 164.070 casos confirmados de Covid-19. O número de mortes chegou a 4.607.

Ainda conforme o boletim de quinta, o número de recuperados da doença chegou a 140.356. Outras 19.097 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, sendo que 397 estão internadas – 251 em leitos clínicos, 142 em UTI e quatro em sala vermelha.

“O Ministério da Saúde informou que identificou um problema técnico e que o mesmo está impedindo o acesso de usuários às máquinas do órgão. Por motivo de segurança, o DataSus desativou as redes e o acesso e ainda, não há previsão de retorno”, informou o governo.

No decorrer desta sexta-feira, as secretarias municipais de saúde do Amazonas não conseguiram atualizar os sistemas de informação. Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), essa é a primeira vez que não emissão do boletim diário desde o dia 02 de abril.

Casos confirmados nos municípios

Dos 164.070 casos confirmados no Amazonas até esta quinta-feira (5), 64.341 são de Manaus (39,22%) e 99.729 do interior do estado (60,78%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (7.573); Parintins (6.362); São Gabriel da Cachoeira (4.588); Manacapuru (4.247); Tefé (4.089); Humaitá (3.678); Carauari (3.299); Lábrea (3.062); Barcelos (2.789); Eirunepé (2.567); Presidente Figueiredo (2.526); Iranduba (2.514); Itacoatiara (2.487); Santa Isabel do Rio Negro (2.267); Ipixuna (2.175); Maués (2.089); São Paulo de Olivença (2.028); Tabatinga (1.944); Careiro (1.915); Benjamin Constant (1.651); Rio Preto da Eva (1.631); Manicoré (1.527); Pauini (1.430); Autazes (1.404); Boca do Acre (1.377); Atalaia do Norte (1.376); Santo Antônio do Içá (1.313); Alvarães (1290); Urucurituba (1.287); Barreirinha (1.279); Nova Olinda do Norte (1.109); Itapiranga (1.090); Tapauá (1.041); Beruri (994); Anori (986); Amaturá ( 985); Guajará ( 947); Nhamundá (930); Fonte Boa (920); Envira (912); Anamã ( 858); Uarini (857); Novo Aripuanã (820); Urucará (814); Borba (750); São Sebastião do Uatumã (660); Tonantins (649); Canutama (627); Manaquiri (584); Itamarati (583); Maraã (575); Juruá (572); Silves (565); Novo Airão (532); Japurá (500); Boa Vista do Ramos (453); Jutaí (431); Caapiranga (371); Careiro da Várzea (289); Apuí (281) e Codajás (280).

Mortes

Entre pacientes em Manaus, há o registro de 2.926 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 1.681.

A lista inclui Manacapuru (164); Parintins (147); Coari (117); Tefé (95); Tabatinga (83); Humaitá (79); Itacoatiara (78); Iranduba (59); São Gabriel da Cachoeira (58); Maués (48); Benjamin Constant (41); Lábrea (41); Autazes (37); Manicoré (36); Presidente Figueiredo (30); Santo Antônio do Içá (27); São Paulo de Olivença (26); Barcelos (25); Nova Olinda do Norte (25); Barreirinha (24); Borba (23); Rio Preto da Eva (23); Carauari (22); Careiro (22); Manaquiri (21); Fonte Boa (19); Santa Isabel do Rio Negro (19); Alvarães (18); Jutaí (16); Tonantins (16); Guajará (15); Nhamundá (15); Anori (13); Boca do Acre (13); Novo Aripuanã (13); Uarini (13); Beruri (12); Urucará (12); Eirunepé (11);Amaturá (10); Ipixuna (10); Itapiranga (10); Caapiranga (9); Novo Airão (9); Juruá (8); Urucurituba (8); Codajás (7); São Sebastião do Uatumã (7); Itamarati (6); Silves (5); Tapauá (5); Apuí (4); Atalaia do Norte (4); Canutama (4); Careiro da Várzea (4); Maraã (4); Pauini (4); Boa Vista do Ramos (3); Envira (2); Anamã (1) e Japurá (1).

Agora é assim? O que mudará na infância após a pandemia?

Deixe um comentário