Arquidiocese de Manaus prorroga suspensão de missas até 22 de fevereiro

Igreja da Matriz de Manaus — Foto: Eliana Nascimento/G1 Amazonas

A Arquidiocese de Manaus anunciou nesta terça-feira (5) que prorrogou a suspensão de celebrações públicas das missas até 20 de fevereiro. De acordo com o arcebispo Metropolitano de Manaus, Leonardo Ulrich Steine, a medida ocorre em razão surto de casos e mortes pela Covid-19.

Ficam suspensos:

  • Encontros e reuniões de caráter pastoral;
  • Missas e celebrações continuam sem a participação comunitária, sendo transmitidas pelas redes sociais por meio de uma equipe reduzida que auxilia o ministro que preside;
  • Permanecem as orientações a respeito da abertura das igrejas, onde possível, para oração e das secretarias paroquiais para atendimento e orientação;

De acordo com a Arquidiocese, não há haverá reunião na Quarta-Feira de Cinzas.

Com mais de 233 mil casos e 6,4 mil mortes decorrentes da Covid-19, o Amazonas vive um caos no sistema de saúde com hospitais lotados. As unidades de saúde de Manaus não têm oxigênio suficiente para todos os pacientes, o que fez o Amazonas enviar doentes para receber atendimento em outros estados.

O papa Francisco dedicou uma oração a quem sofrem com pandemia de Covid-19 em Manaus. Ele fez a oração na biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano.

“Dirijo uma cordial saudação aos fiéis de língua portuguesa. Nestes dias a minha oração é por quantos sofrem com a pandemia, de modo especial em Manaus, no norte do Brasil. Que o Pai das Misericórdias lhes sustente neste momento difícil, lhes abençoo de coração”, disse.

Deixe um comentário