Centro de Aquicultura foca em capacitação e desenvolvimento de ração experimental

Inauguração da revitalização do centro contou com a presença de estudantes, produtores e autoridades ligada à piscicultura do Amazonas

 

Por Cimone Barros (texto e foto) – Ascom Inpa

 

Área estratégica para a economia do Amazonas, a piscicultura ganhou nesta quarta-feira (21) um reforço com a inauguração da Revitalização de Centro de Aquicultura do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC). No novo espaço foram instaladas a fábrica de ração e uma sala de aula para 30 pessoas, onde será possível melhorar as pesquisas na área de nutrição de peixes nativos, produzir ração experimental de melhor qualidade e capacitar produtores e técnicos do setor.

 

“Temos aqui um tipo de pesquisa com possibilidade de agregar e ter produtos voltados a toda a uma cadeia produtiva que atende diretamente a sociedade, mas hoje também temos a renovação de parceria que são tão importantes para as nossas instituições”, destacou o diretor do Inpa, o pesquisador Luiz Renato de França.

 

 

Inauguração da Revitalização do Centro de Aquicultura Foto Cimone Barros INPA 104

 

O centro de Aquicultura é parte de um complexo de prédios da Estação Experimental em Piscicultura do Inpa. Criada em 1976, a estação possui uma área de quatro hectares no campus III (V8), localizado no conjunto Morada do Sol, Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus. As obras da revitalização foram planejadas pelo setor de Engenharia e Arquitetura do Inpa.

 

“Hoje estamos realizando um sonho antigo. A fábrica de ração já existia, mas numa estrutura precária e que não atendia as nossas necessidades. Agora, essa fabrica é o primeiro passo para que possamos modernizar também os equipamentos”, disse a pesquisadora do Inpa Elizabeth Gusmão, líder do Grupo de Pesquisa Aquicultura na Amazônia Ocidental.

 

Na fábrica de ração há uma extrusora, um equipamento de grande porte que por anos ficou acomodada em um espaço inadequado, e que está passando por um processo de manutenção, com apoio do edital Pró-equipamentos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A extrusora monorosca possui a capacidade de produzir até 400 quilos de ração por hora.

 

Inauguração da Revitalização do Centro de Aquicultura Foto Cimone Barros INPA 100

 

Atualmente são desenvolvidas formulações utilizando vísceras e carcaças de aruanã, já que do peixe é comercializado principalmente o filé, e farinha de inseto à base da mosca soldado negro. Essa mosca na fase larval é muito rica em proteína. As larvas da mosca são produzidas pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

 

“Das vísceras e carcaças podem ser feitos subprodutos para inserir na ração. E com a compra de um novo equipamento que ainda vai chegar – uma extrusora a frio - poderemos fazer ração para atender desde a fase larval do peixe até a fase do reprodutor com a produção de peletes maiores (granulometria maior), o que a gente não podia fazer”, disse a pesquisadora do Inpa Lígia Uribe.

 

A revitalização do Centro é um investimento do Projeto “Implantação de Unidades Demonstrativas Agroflorestais na Amazônia (IUDAA)”, subprojeto Aquicultura, coordenado por Elizabeth Gusmão. A coordenação geral é da titular da Coordenação de Tecnologia Social (Cots/Inpa), Denise Gutierrez. O IUDAA conta com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e atua nas áreas de piscicultura e plantios agroflorestais.

 

De acordo com o presidente da Fapeam, Édson Barcelos, a piscicultura é uma prioridade do Governo do Amazonas para financiamento e investimento em pesquisa. “Sem conhecimento não tem como ter uma piscicultura competitiva e precisamos fazer isso de forma sustentável contribuindo para a manutenção dos estoques pesqueiros naturais”, destacou. “Estamos trabalhando para termos um edital Pró-Estado grande para apoiar a piscicultura. Nossa meta é ter projetos de cinco, dez anos”, adiantou.

 

Inauguração da Revitalização do Centro de Aquicultura Foto Cimone Barros INPA 48

 

Na sala de aula serão ministrados cursos de extensão, com aulas práticas podendo contar com os laboratórios e os equipamentos do Centro de Aquicultura. As aulas são ministradas pela equipe de Aquicultura e parceiros do projeto IUDAA – Universidade Federal do Amazonas e Universidade Nilton Lins, que possui o curso de Pós-Graduação em Aquicultura (Mestrado e Doutorado) em ampla associação com o Inpa.

 

Piscicultura no Amazonas

 

Atividade emergente no Amazonas, mas com intenso potencial de crescimento, a piscicultura sofre com problemas cruciais. Um deles é o custo da ração, que responde de 75% a 85% da produção. Em Rondônia, um saco de 25 quilos de ração com 25% de proteína custa de R$ 30 a R$ 32, aqui sobe para R$ 39 a R$ 46.

 

“Gerar conhecimento e tecnologias voltadas as nossas espécies nativas é fundamental nesse processo para que tenhamos vantagem competitiva”, destacou o secretário executivo adjunto de Pesca e Aquicultura, Geraldo Bernardino.

 

Conforme Bernardino, por ano, são comercializados no estado cerca de 50 mil toneladas de pescado advindo da piscicultura, metade é oriunda de Rondônia e Roraima. Das 25 mil toneladas produzidas no Amazonas, especialmente nos municípios próximos de Manaus, o tambaqui representa 90% e o restante é composto por matrinxã, pirapitinga e pirarucu.

 

Inauguração da Revitalização do Centro de Aquicultura Foto Cimone Barros INPA 52

Campanha de Vacinação contra Influenza encerra nesta sexta-feira (22/06), com 44 municípios tendo…

  A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), alerta para o fim do prazo da campanha de vacinação contra a Influenza (gripe), que vai até sexta-feira (22/06). De acordo com o balanço divulgado pelo órgão nesta quarta-feira, até o momento 71% do público alvo da [...]



(RSS generated with FetchRss)

DESAPARECIDA Alice da Silva Barbosa

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops), solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de Alice da Silva Barbosa, 20, desaparecida desde a manhã do dia 15 de junho deste ano. De acordo com a avó dela, Maria Dias Barbosa, no dia em [...]



(RSS generated with FetchRss)

Ipaam autoriza cadeia de abate e manejo de jacarés na RDS Mamirauá

A partir deste ano, o amazonense vai poder comprar carne beneficiada de jacaré nos supermercados da capital de Manaus. Nesta quinta-feira (20/06), o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) autorizou o funcionamento do primeiro abatedouro e entreposto flutuante de abate do animal na comunidade rural Jarauá, no município de Uarini (distante 565 quilômetros [...]



(RSS generated with FetchRss)

PAC Alternativo vai para a zona norte no próximo sábado (23)

A 4ª edição do PAC Alternativo vai acontecer no próximo sábado (23/06). Desta vez, a ação vai beneficiar a população da zona norte com atendimentos de vários serviços no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) localizado no shopping Manaus Via Norte (avenida José Henrique Bento Rodrigues, bairro Monte das Oliveiras, zona norte), das 8h às 12h. [...]



(RSS generated with FetchRss)

Polícia Civil prende casal evangélico envolvido em homicídio ocorrido no dia 23 de março deste ano

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou na manhã desta quarta-feira (20/06), durante coletiva de imprensa realizada às 11h30, no prédio da especializada, sobre o cumprimento de mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, por homicídio qualificado, em [...]



(RSS generated with FetchRss)

Inpa inaugura nesta quinta-feira revitalização do Centro de Aquicultura

Melhoria na infraestrutura inclui reforma de prédio e construção de espaços para alojar fábrica de ração de peixes e sala de sala. As obras fazem parte do Projeto de Implantação de Unidades Demonstrativas Agroflorestais, subprojeto Aquicultura

 

Da Redação – Ascom Inpa

Foto: Andreza Leão

 

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) inaugura nesta quinta-feira (21), às 9h, a revitalização do Centro de Aquicultura, localizado no Campus III, Morada do Sol, zona Centro-Sul de Manaus. Além das reformadas realizadas no prédio da aquicultura, foram construídos dois novos espaços para instalar a fábrica de ração e uma sala de aula. Com a revitalização, será possível melhorar as pesquisas, principalmente na área de nutrição de peixes, e a oferta de capacitação de produtores rurais e técnicos do setor.

 

“Essa nova infraestrutura será uma grande contribuição para o setor aquícola no Amazonas, área considerada estratégica para a economia do Estado”, destacou a pesquisadora do Inpa Elizabeth Gusmão, líder do Grupo de Pesquisa Aquicultura na Amazônia Ocidental.

 

O Centro de Aquicultura faz parte de um complexo de prédios da Estação Experimental em Piscicultura. Criada em 1976, essa estação possui uma área de 40.000 m2, e hoje está ligada à Coordenação de Tecnologia e Inovação (Cotei/Inpa). É considerada a mais completa infraestrutura para realização de trabalhos de pesquisa no Amazonas, e uma das maiores da região Norte do país.

 

Na revitalização do Centro foi construído um prédio de 150 m2 para as novas instalações da fábrica de ração e uma sala de aula totalmente equipada com capacidade para atender 30 participantes de minicursos ministrados pela equipe da Aquicultura do Inpa e parceiros.

 

As obras são fruto do Projeto “Implantação de Unidades Demonstrativas Agroflorestais na Amazônia (IUDAA)”, subprojeto Aquicultura, coordenado por Gusmão. A coordenação geral é da titular da Coordenação de Tecnologia Social (Cots/Inpa), Denise Gutierrez. O IUDAA conta com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e atua nas áreas de piscicultura e plantios agroflorestais.

 

Fábrica de ração

 

O novo prédio da fábrica de ração é um desejo antigo dos pesquisadores da Aquicultura do Inpa. Segundo Elizabeth, a extrusora, um equipamento de grande porte que exige uma estrutura adequada, ficou, durante anos, acomodada em um espaço provisório e inadequado.

 

“No novo espaço, esperamos contribuir, ainda mais, com as pesquisas sobre nutrição e alimentação de peixes nativos, melhorando a eficiência na qualidade de nossas rações experimentais, além de atender nossos parceiros de outras instituições do Amazonas”, contou.

 

Com capacidade de produzir até 400 quilos de ração por hora, a extrusora está passando por um processo de manutenção, com apoio do Edital Pró-equipamentos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

 

Além do diretor do Inpa, o pesquisador Luiz Renato de França, foram convidados para a Cerimônia de Inauguração o secretário de Produção Rural, José Aparecido dos Santos; o Secretário Executivo Adjunto de Pesca e Aquicultura, Geraldo Bernardino; o Diretor-Presidente da Fapeam, Édson Barcelos; ex-gestores do Inpa, pesquisadores de outras instituições, técnicos, alunos de pós-graduação e produtores rurais.

 

Capacitação

 

A construção da sala de aula proporcionará aos cursos de extensão melhores condições. Eles serão ministrados pela equipe da Aquicultura e os parceiros dentro do projeto IUDAA/Finep - Universidade Nilton Lins e Universidade Federal do Amazonas.

 

“As aulas práticas poderão contar agora com os laboratórios e os equipamentos de pesquisa do Centro em Aquicultura, possibilitando melhor aprendizado, além de aproximar produtores e técnicos do Amazonas com os pesquisadores do Inpa”, destacou Elizabeth Gusmão.

Sejel realiza palestra sobre suplementação alimentar no auditório da Vila Olímpica de Manaus

O Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (Ctara), gerido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), promoveu, na manhã desta terça-feira (19/06), a palestra “A importância da suplementação antes, durante e após os treinos” para atletas de alto rendimento, técnicos, acadêmicos e público [...]



(RSS generated with FetchRss)

Polícia Civil prende bando envolvido em esquema de falsos cursos de ensino superior durante a…

A Polícia Civil do Amazonas deflagrou, na manhã desta terça-feira (19/06), por volta das 6h, a operação “Incautos”, que resultou no cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva em nome de Ellen da Silva Santos, 33; dos professores do ensino superior Meyre Jane da Silva, 49, e Valdir Pavanello Junior, 33; e da advogada Núbia [...]



(RSS generated with FetchRss)

Susam inaugura, na Maternidade Balbina Mestrinho, novas instalações do Banco de Leite Fesinha…

A unidade já ajudou a salvar a vida de 21.884 crianças  A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) inaugurou, nesta terça-feira (19/06), as novas instalações do Banco de Leite Humano (BLH) Fesinha Anzoategui. A unidade, que funcionava no Instituto da Mulher Dona Lindu, bairro Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus, agora, está instalada na Maternidade Balbina Mestrinho, [...]



(RSS generated with FetchRss)

Todas as notícias em um só lugar