Arquivo da Categoria: parcerias institucionais

Fapeam realiza workshop para consolidação de parcerias institucionais do Programa Centelha

Representantes de 21 instituições de ensino e pesquisa e atores envolvidos no ecossistema de ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo no Amazonas firmaram parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) para dar apoio e suporte à edição regional do Programa Centelha, previsto para ser lançado no mês de junho.

A cooperação foi formalizada durante o Workshop Regional para Consolidação de Parceiros do Programa Centelha, promovido pela Fapeam na sexta-feira (24/05), na sede da instituição, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Os parceiros têm papel importante no desenvolvimento do Programa. Eles podem auxiliar na realização de eventos de divulgação do Centelha, orientação aos interessados em participar do programa, esclarecimentos de dúvidas, dentre outras formas.

Participaram da mesa de abertura do Wokshop pela Fapeam a diretora-presidente, Márcia Perales, a diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos, o gerente técnico da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Nonato Aguiar, e a chefe de Departamento de Políticas Públicas da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Nina Best.

24.05.2019 - WORKSHOP CENTELHA - FAPEAM - FOTOS ÉRICO XAVIER_-15

Workshop Regional para Consolidação de Parceiros do Programa Centelha- AM. Foto: Érico Xavier

Márcia Perales disse que o Programa Centelha se destaca como uma ferramenta que irá catalisar e apoiar potenciais ideias para produzir não só impacto na área científica e tecnológica, mas também impacto social, econômico e político para o Estado.

“Queremos contar também com o apoio de um conjunto mais amplo de instituições, porque se conseguirmos fortalecer esse ecossistema de inovação teremos resultados ainda mais promissores para a sociedade amazonense, para a ciência e a inovação”, comentou, enfatizando que outras parcerias institucionais podem ser formalizadas para o Programa Centelha.

Nina Best disse que o Centelha é uma iniciativa fantástica e importante no fomento de ideias inovadoras, principalmente nesse momento no qual é discutida a Matriz Econômica do Estado. Destacou ainda que a Seplancti entra como parceiro interveniente para apoiar na disseminação do Programa, que tem futuro promissor.

Representando a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), o gerente técnico, Nonato Aguiar, destacou que o Programa Centelha é importante por trabalhar o empreendedorismo criativo, por meio da transformação de ideias inovadoras em produtos e serviços para serem disponibilizados à sociedade.

24.05.2019 - WORKSHOP CENTELHA - FAPEAM - FOTOS ÉRICO XAVIER_-221

Parceiros institucionais têm papel importante no desenvolvimento do Programa Centelha-AM. Foto: Érico Xavier

 

Visão dos parceiros

O representante do sistema de startup Jaraqui Valley, Macaulay Souza, explica que para o ecossistema de startups se consolidar precisa de cinco pilares e um desses  é justamente capital financeiro,  e o Programa Centelha vem contribuir com isso.

“O Centelha é um programa muito interessante para o ecossistema e  vamos apoiar, compartilhando com outros empreendedores da nossa rede para que eles submetam ideias e, possivelmente,  sejam selecionados”, disse.

Para o coordenador da incubadora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Sálvio Rizzato, a parceria com a Fapeam, por meio do Centelha, surge num momento importante no desenvolvimento da economia do Estado.

“A grande contribuição da UEA é formar alunos multiplicadores do Programa para que eles possam fomentar essa centelha do empreendedorismo no Amazonas, com a possibilidade de geração de negócios no interior e para desenvolver não somente a capital, mas também a região como um todo”, disse.

Segundo o coordenador da incubadora do Centro Universitário do Norte (UniNorte), Ramdas Lopes, a instituição concederá apoio institucional, técnico e de infraestrutura, além de capital intelectual como assessoria, consultoria e treinamentos de capacitação sobre o Programa Centelha.

O coordenador de empreendedorismo da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Wildney Mourão, informou que a Fundação entrará como parceira para participar, se possível, de todas as etapas do Centelha, desde a qualificação dos empreendedores, sensibilização, oficinas e propostas de projetos para estimular empreendedores a participarem do Programa.

Para o coordenador de pós-graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Paulo Maurício, o Programa Centelha traz um grande estímulo para que os institutos dedicados à ciência e à pesquisa possam tirar seus conhecimentos de laboratório para a geração de produtos.

24.05.2019 - WORKSHOP CENTELHA - FAPEAM - FOTOS ÉRICO XAVIER_-27

Instituições de ensino e pesquisa e atores que fazem parte do ecossistema de empreendedorismo no Amazonas participaram do Workshop. Foto: Érico Xavier

 

Programa Centelha

A iniciativa, que no Amazonas será executada pela Fapeam, é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação Certi.

Com previsão para ser lançado a partir do mês de junho, o Programa Centelha será realizado em 21 estados. Estão entre os objetivos do Programa, gerar novas empresas, a partir do conhecimento concebido nas instituições de ciência, tecnologia e inovação; gerar inovações de interesse direto da sociedade e de empresas; formar cultura e fortalecer ecossistema de empreendedorismo inovador.

Podem concorrer ao Programa pessoas físicas ou empresas, que atenderem às exigências do edital, a ser lançado.

Por Jessie Silva e Helen Melo

O post Fapeam realiza workshop para consolidação de parcerias institucionais do Programa Centelha apareceu primeiro em FAPEAM.

FCecon apresenta à Fapeam atividades desenvolvidas no âmbito da pesquisa

Projetos de pesquisa e parcerias institucionais foram assuntos discutidos em reunião realizada segunda-feira (13/5) entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon). O encontro ocorreu na sede da Fundação, no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

Participaram da reunião pela Fapeam, a diretora-presidente, Márcia Perales, e a diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos. Pela FCecon a diretora de ensino e pesquisa, Kátia Luz Torres Silva e a pesquisadora Valquíria Alves.

Segundo Márcia Perales, na reunião a FCecon expôs algumas demandas da instituição e também apresentou o trabalho desenvolvido pelo centro, que vai além da assistência aos pacientes e engloba a  prevenção, ensino e pesquisa.

Disse ainda que Fapeam reconhece o trabalho desenvolvido pela FCecon na execução de projetos científicos, e ressaltou a importância de ouvir as  instituições de ensino e pesquisa para conhecer suas demandas, e verificar a possibilidade de formação de parcerias em projetos que se enquadrem nas  linhas de atuação da Fapeam.

Na oportunidade, Kátia Torres falou sobre a intenção de fortalecer parcerias institucionais que contribuam para o desenvolvimento da pesquisa científica no Amazonas.

“Além de ser uma instituição de referência no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental, a FCecon também se destaca pelas ações desenvolvidas nas áreas de Prevenção, Ensino e Pesquisa, que foram ampliadas significativamente, nos últimos dez anos, inclusive com o apoio da Fapeam”, destacou.

 Por Helen Melo

O post FCecon apresenta à Fapeam atividades desenvolvidas no âmbito da pesquisa apareceu primeiro em FAPEAM.

Funasa e Fiocruz Amazônia discutem parcerias para melhoria da qualidade da água em comunidades rurais e ribeirinhas do Amazonas

SALTA-z é uma tecnologia usada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), do Ministério da Saúde, para promover a saúde e melhorar a qualidade de vida das pessoas, a partir do suprimento de água potável para as comunidades rurais e ribeirinhas do Amazonas, que não têm acesso à água potável.

Para ajudar a tornar esse projeto uma realidade no Estado, a direção do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebeu na segunda-feira, 8/4, a visita de equipe da Funasa para a formação de parcerias que vão permitir ampliar o fornecimento de água potável em comunidades rurais do Amazonas.

“A Funasa tem essa missão de instalar as SALTA-z nas comunidades que necessitam da tecnologia, mas precisamos do apoio da Fiocruz para nos ajudar com expertise, laboratórios, equipe técnica e insumos, para darmos continuidade ao projeto. Por isso, estamos hoje aqui, para conversarmos sobre essa possibilidade de formação de parceria”, explicou Wenderson Monteiro, superintendente da Funasa no Amazonas.

Sérgio Luz, diretor do ILMD/ Fiocruz Amazônia, ressaltou a importância do trabalho da Funasa em levar água de qualidade para as comunidades do Amazonas e lembrou que a parceria entre as duas instituições, Funasa e Fiocruz, sempre existiu. “Agora, sob um novo entendimento, estamos tentando construir uma nova parceria para a questão da melhoria da qualidade da água para as populações do Estado, o que será muito importante não só para as instituições, mas especialmente para as comunidades atendidas pelo projeto, pois podemos contribuir com a avaliação da água, a partir do uso da SALTA-z”, disse.

A partir desse encontro, novas possibilidades de parcerias institucionais foram cogitadas, bem como com a inserção de outros órgãos que possam contribuir para a saúde e melhoria da qualidade de vida das populações rurais do Amazonas.

Sobre a SALTA-Z

É uma tecnologia social, usada como alternativa para o tratamento de água em comunidades rurais, que utiliza processo convencional, de fácil aplicação, para tratar a água, por meio do uso de filtros e dosadores de características artesanais.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Eduardo Gomes