INCTs do Amazonas apoiados pela Fapeam são destaques em Seminário de Avaliação do CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) promoveu em Brasília, no período de 19 a 21 de novembro, o  III Seminário de Avaliação dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs). Do Amazonas, participaram o INCT Madeiras da Amazônia e Adaptações da Biota Aquática da Amazônia (Adapta), coordenados pelos pesquisadores Niro Higuchi e Adalberto Val, respectivamente, ambos do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa), que fizeram excelentes apresentações dos projetos fomentados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e CNPq.

A diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, participou do Seminário, cujo objetivo foi avaliar a execução dos projetos e resultados. O INCT Madeiras da Amazônia tem a finalidade de aumentar o rendimento da indústria de base florestal da região amazônica com análise de crescimento e incremento de florestas manejadas, além de contribuir com a inovação da indústria florestal/madeireira por meio de desenvolvimento de técnicas e processos adequados às espécies amazônicas.

capa

O INCT Adapta analisa a linha de interações organismo-ambiente por meio de ferramentas modernas de observação, sensoriamento remoto, aspectos bioquímicos, fisiológicos e ecológicos. Também como diferentes grupos animais e vegetais conseguem sobreviver a extremos ambientais similares e, da mesma forma, como os que não conseguem, percebem as mudanças e emigram. Estes estudos incluem espécies de peixes, plantas aquáticas, dentre outros. Os resultados dessa abordagem constituirão um Banco de Dados para a definição de potenciais biomarcadores, objeto central da segunda linha de pesquisas do Centro.

A programação do Seminário contou ainda mini-simpósios, mesa-redonda e divulgação e popularização científica, além de espaços de interação entre os INCTs e os setores público e privado.

Seminário

O III Seminário visou avaliar o andamento da execução dos 105 INCTs vigentes. O evento é estratégico para o Programa, uma vez que oportuniza a identificação dos avanços alcançados pelos INCT, além de permitir que se visualizem oportunidades de aprimoramento e de eventuais ajustes de metas e/ou cronogramas.

A avaliação dos projetos é de responsabilidade do CNPq e do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE)  que tem trabalhado de forma articulada com o Conselho para a avaliação do Programa como um todo.

Fapeam com informações do CNPq

 

O post INCTs do Amazonas apoiados pela Fapeam são destaques em Seminário de Avaliação do CNPq apareceu primeiro em FAPEAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *