Direção do HPS 28 de Agosto procura família de paciente

A direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto procura pelos familiares do paciente Edmilson Taveira Rios, 71 anos, que está internado na unidade de saúde. Ele relata ser prático em embarcações, lembra que sempre estava na Feira da Panair, relata ainda ter familiares no município de Manacapuru, mas não tem recordação de onde mora. [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícias Civil e Militar prendem casal envolvido em tentativa de homicídio no município de Iranduba

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, sob o comando da delegada Sylvia Laureana, titular da unidade policial, com o apoio de policiais militares lotados naquele município, distante 27 quilômetros em linha reta da capital, prendeu em flagrante, na noite do último [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Teatro Amazonas ganha iluminação especial em alusão ao Janeiro Branco

A fachada do Teatro Amazonas ganhará iluminação especial na cor branca, a partir das 18h desta quinta-feira (31/01). A ação mostra adesão à campanha Janeiro Branco, que visa mobilizar a sociedade para a importância da saúde mental. O Teatro Amazonas, que é administrado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), é um dos principais símbolos [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Chocolate mais saudável a partir de insumos da floresta amazônica

Produzida com cacau orgânico e extratos de frutas amazônicas, a barra de chocolate traz efeitos benéficos para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar

Já imaginou comer um chocolate mais saudável produzido a partir de insumos amazônicos? Um projeto desenvolvido com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) busca inovar na produção de barras de chocolate usando matéria-prima da região com extratos naturais de frutas como, por exemplo, camu-camu, açaí, mangarataia, guaraná, puxuri, cumaru, entre outros.

Intitulado “Warabu Bean To Bar Chocolate da Floresta Amazônica”, o projeto é desenvolvido por meio do Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte na Modalidade Subvenção Econômica (Pappe Integração), edital N°007/2017.

Foto warabu lab 3

Barra de chocolate é produzida com cacau da floresta amazônica com a adição de algumas frutas regionais

A nova linha de barras de chocolate utiliza cacau orgânico, ou seja, uma fruta livre de agrotóxicos que passa por uma série de processos para deixar o cacau da forma mais natural. Por ser orgânico, o cacau possui menos acidez na sua composição, com isso é possível ter uma maior porcentagem de cacau combinado com extratos de frutas amazônicas no chocolate.

Foto warabu lab 1

Empreendedor Jorge Carlos Neves disse que a nova linha de chocolates traz benefícios para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar

Os extratos das frutas são adicionados ao cacau para adoçar o chocolate e trazer a essência de cada sabor. Segundo o empreendedor, Jorge Carlos Neves, que tem Licenciatura em Tecnologia de Alimentos, a união torna o chocolate menos ácido e traz efeitos benéficos para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar.

Nosso objetivo é trabalhar com o cacau da floresta amazônica com a adição de algumas frutas regionaisNão queremos criar simplesmente chocolates, mas sim novas formulações em interação com processos já usados para desenvolver chocolates naturais, saudáveis, prébioticos, funcionais, sem glúten, sem lactose, ou gorduras trans” explicou.

foto

Extratos de frutas amazônicas são adicionados ao cacau para adoçar o chocolate e trazer a essência de cada sabor

O projeto iniciou em 2018 e está na fase de testes.  Neves conta que já possui a fórmula do chocolate com o açaí, com o cupuaçu, com a mangarataia. A partir dos resultados do projeto, a ideia é oferecer o produto ao mercado internacional, nacional e local.

Produção

As barras de chocolates orgânicas são produzidas por método artesanal chamado de Bean to Bar, que é um movimento de pequenas marcas de chocolate que acompanham o processo de produção da amêndoa do cacau (bean) até a barra (bar). Além da qualidade do produto, o movimento preza pelas questões socioambientais.

Segundo o empreendedor, as amêndoas de cacau orgânico são compradas, diretamente, de produtores que fazem parte de uma cooperativa. A iniciativa é para apoiar tecnicamente e ajudar a melhorar os métodos de produção, além de incentivar o trabalho de produtores na região.

GIF WARABU tm

Pappe Integração

O programa seleciona propostas empresariais para subvenção econômica à pesquisa e desenvolvimento de processos e/ou produtos inovadores no Estado do Amazonas. As áreas preferenciais são as contempladas nas vocações e competências instaladas no estado do Amazonas.

Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post Chocolate mais saudável a partir de insumos da floresta amazônica apareceu primeiro em FAPEAM.

Chocolate mais saudável a partir de insumos da floresta amazônica

Produzida com cacau orgânico e extratos de frutas amazônicas, a barra de chocolate traz efeitos benéficos para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar

Já imaginou comer um chocolate mais saudável produzido a partir de insumos amazônicos? Um projeto desenvolvido com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) busca inovar na produção de barras de chocolate usando matéria-prima da região com extratos naturais de frutas como, por exemplo, camu-camu, açaí, mangarataia, guaraná, puxuri, cumaru, entre outros.

Intitulado “Warabu Bean To Bar Chocolate da Floresta Amazônica”, o projeto é desenvolvido por meio do Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte na Modalidade Subvenção Econômica (Pappe Integração), edital N°007/2017.

Foto warabu lab 3

Barra de chocolate é produzida com cacau da floresta amazônica com a adição de algumas frutas regionais

A nova linha de barras de chocolate utiliza cacau orgânico, ou seja, uma fruta livre de agrotóxicos que passa por uma série de processos para deixar o cacau da forma mais natural. Por ser orgânico, o cacau possui menos acidez na sua composição, com isso é possível ter uma maior porcentagem de cacau combinado com extratos de frutas amazônicas no chocolate.

Foto warabu lab 1

Empreendedor Jorge Carlos Neves disse que a nova linha de chocolates traz benefícios para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar

Os extratos das frutas são adicionados ao cacau para adoçar o chocolate e trazer a essência de cada sabor. Segundo o empreendedor, Jorge Carlos Neves, que tem Licenciatura em Tecnologia de Alimentos, a união torna o chocolate menos ácido e traz efeitos benéficos para a saúde digestiva e equilíbrio alimentar.

Nosso objetivo é trabalhar com o cacau da floresta amazônica com a adição de algumas frutas regionaisNão queremos criar simplesmente chocolates, mas sim novas formulações em interação com processos já usados para desenvolver chocolates naturais, saudáveis, prébioticos, funcionais, sem glúten, sem lactose, ou gorduras trans” explicou.

foto

Extratos de frutas amazônicas são adicionados ao cacau para adoçar o chocolate e trazer a essência de cada sabor

O projeto iniciou em 2018 e está na fase de testes.  Neves conta que já possui a fórmula do chocolate com o açaí, com o cupuaçu, com a mangarataia. A partir dos resultados do projeto, a ideia é oferecer o produto ao mercado internacional, nacional e local.

Produção

As barras de chocolates orgânicas são produzidas por método artesanal chamado de Bean to Bar, que é um movimento de pequenas marcas de chocolate que acompanham o processo de produção da amêndoa do cacau (bean) até a barra (bar). Além da qualidade do produto, o movimento preza pelas questões socioambientais.

Segundo o empreendedor, as amêndoas de cacau orgânico são compradas, diretamente, de produtores que fazem parte de uma cooperativa. A iniciativa é para apoiar tecnicamente e ajudar a melhorar os métodos de produção, além de incentivar o trabalho de produtores na região.

GIF WARABU tm

Pappe Integração

O programa seleciona propostas empresariais para subvenção econômica à pesquisa e desenvolvimento de processos e/ou produtos inovadores no Estado do Amazonas. As áreas preferenciais são as contempladas nas vocações e competências instaladas no estado do Amazonas.

Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post Chocolate mais saudável a partir de insumos da floresta amazônica apareceu primeiro em FAPEAM.

CNPq reconhece empenho da Fapeam na difusão da Ciência no Amazonas  

O reconhecimento foi pela divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista nos canais de comunicação da Fundação 

Uma das competências da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) é apoiar a realização de eventos técnico-científicos organizados por instituições de ensino e pesquisa, e com isso fomentar a popularização e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Estado.

Neste sentido, o empenho da Fapeam na divulgação de eventos científicos foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que entregou à Fundação um certificado pelo seu esforço na divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista, ocorrido em outubro do ano passado.

guia_jovem_cientista

O documento foi assinado ainda pelo Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário Proteção à Natureza, Banco do Brasil e Embaixada do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte no Brasil.

O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 pelo CNPq com o objetivo de revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.

O tema da 29ª edição do prêmio foi “Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social”. A ex-aluna do curso de pós-graduação em Ecologia do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa) conquistou a 2ª colocação no Prêmio Jovem Cientista, na categoria Mestre e Doutor, com a pesquisa intitulada “Domesticação da Floresta Amazônica: um legado dos povos do passado e do presente para a humanidade”.

 

Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post CNPq reconhece empenho da Fapeam na difusão da Ciência no Amazonas   apareceu primeiro em FAPEAM.

Média de satisfação dos turistas no Amazonas é de 77,38%

  A taxa de satisfação dos turistas de navios cruzeiros que passaram pelo Amazonas durante a temporada 2018/2019 alcançou o percentual de 77,38%. Os cruzeiristas entrevistados em um estudo realizado pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) responderam a um questionário contendo 16 itens, entre comidas regionais, internet, opções de lazer, informações turísticas, bares [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícia Civil prende homem envolvido em homicídios no bairro São José Operário em 2018

O delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), acompanhado do delegado adjunto da especializada, Charles Araújo, falou na manhã desta terça-feira (29/1), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão temporária em nome de Micchael Silva de Souza, 27, por homicídios praticados em junho de 2018, no [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícia Civil prende em flagrante homem que aplicava golpes oferecendo falsas vagas de emprego em…

A Polícia Civil do Amazonas, representada pela delegada Indra Leal, titular do 15° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou, na manhã desta terça-feira (29/01), durante coletiva de imprensa realizada às 11h, no prédio da Delegacia Geral, sobre a prisão em flagrante do tutor de Ensino à Distância (EaD) José Richardson Cassiano Franco, 44, por estelionato. [...]



(Feed generated with FetchRSS)