Turismo Responsável: 20 mil selos já foram emitidos

O Brasil atingiu a marca de 20 mil prestadores de serviços turísticos com o selo “Turismo Responsável – Limpo e seguro”. Lançada em junho pelo Ministério do Turismo, a iniciativa busca auxiliar na retomada das atividades do setor de maneira segura, estimulando os empreendimentos turísticos a seguirem uma série de protocolos sanitários.

Os protocolos para as 15 atividades turísticas que fazem parte do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), foram elaborados levando em consideração diretrizes internacionais e contaram com a validação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os segmentos com maior número de solicitações do selo foram agências de turismo (6.285), meios de hospedagem (4.738) e guias de turismo (2.720). Já os estados que registraram a maior adesão à iniciativa foram São Paulo (3.961), Rio de Janeiro (2.848) e Minas Gerais (1.784).

“A grande adesão do setor ao Selo mostra que estamos no caminho certo para o início da retomada do turismo brasileiro, tão afetado por esta pandemia. Estamos entre os dez primeiros países em todo o mundo que tiveram essa preocupação em apresentar esse selo que atenderá aos anseios do setor e dos turistas, que estarão mais atentos aos protocolos de biossegurança”, comentou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Selo

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo é totalmente gratuito, e deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional.

 

 

Com informações do Ministério do Turismo

Texto original

Deixe um comentário