Qualquer pessoa pode acessar dados sobre chuvas e rios com aplicativo da ANA

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) disponibiliza para dispositivos móveis, com os sistemas operacionais Android e iOS, o aplicativo Hidroweb mobile, que permite a qualquer pessoa acessar os dados de chuvas, rios e reservatórios gerados pelas estações telemétricas (que enviam dados em tempo real) da Rede Hidrometeorológica Nacional (RHN) espalhadas pelo Brasil.

Na nova atualização do aplicativo, qualquer pessoa pode acessar dados de volume de chuvas num determinado ponto, nível e vazão de rios, assim como informações diversas de alguns dos principais reservatórios brasileiros – vazão afluente (que chega), vazão defluente (que sai), nível e volume. Outra novidade é que o aplicativo mostra os reservatórios do Semiárido (Nordeste e Minas Gerais) por faixas de volume acumulado de água, indicando visualmente a situação de armazenamento deles.

Aplicativo Hidroweb Mobile

Além disso, o aplicativo da ANA exibe, de forma simples e intuitiva, as estações fluviométricas (que acompanham rios e reservatórios) por cotas de referência e por níveis de permanência. Essas cotas revelam se uma estação está em nível de atenção, alerta, emergência ou inundação; enquanto os níveis de permanência indicam se o nível num determinado ponto está dentro, acima ou abaixo da média numa data específica.

Outra funcionalidade da ferramenta permite receber alertas sobre as cotas de referência nas estações fluviométricas escolhidas pelos usuários do aplicativo, sendo que o mesmo vale para acompanhar, diariamente ou por hora, o volume de reservatórios de interesse das pessoas que utilizam o Hidroweb mobile. Assim, é possível acompanhar pela ferramenta a ocorrência de eventos hidrológicos críticos, como inundações e secas, e planejar medidas para atenuar os impactos dessas situações.

O aplicativo integra o Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH), gerenciado pela ANA, e permite o acesso aos dados telemétricos coletados pela RHN. Os dados gerados são importantes para a sociedade, pois são utilizados na gestão de recursos hídricos e em atividades econômicas, como: geração de energia, irrigação, navegação e indústria.

 

Com informações da ANA

Texto original

Deixe um comentário