Movimentação portuária brasileira cresce 3,71% no quadrimestre

Nos primeiros quatro meses do ano, o setor portuário nacional, portos públicos e terminais privados, movimentou 340.588.296 toneladas. O montante corresponde a um crescimento de 3,71% em comparação com o mesmo período de 2019. Os dados são do Estatístico Aquaviário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

Do total movimentado entre janeiro e abril, os portos privados movimentaram 65,2%. Os portos públicos, 34,8%. O Terminal da Ponta da Madeira, no Maranhão, foi a instalação privada que mais movimentou, no total foram 51,8 milhões de toneladas. Em relação aos portos públicos, Santos, em São Paulo, foi quem liderou com 35,3 milhões de toneladas.

O minério de ferro foi a carga mais movimentada no setor portuário durante o quadrimestre: 108,5 milhões de toneladas, queda de 6,21% em relação ao mesmo período de 2019. Entre janeiro e abril deste ano, destaque para a movimentação de combustíveis minerais, com crescimento de 17,54%.

A movimentação de abril foi de 91,6 milhões de toneladas, um crescimento de 16,6% em comparação com o mesmo mês de 2019.

Veja o comparativo entre o 1º quadrimestre de 2020 e o 1º quadrimestre de 2019:

  • Crescimento de 3,7 % na movimentação portuária;
  • Redução de 6,6% no número de atracações – aumento da consignação média;
  • Aumento de 11,7% no total exportado para a China (Soja (41,5%) e Petróleo (44,5%);
  • Incremento de 11,5% na movimentação de cabotagem com plataformas/ Incremento de 0,5% na movimentação de cabotagem sem plataformas
  • Cabotagem (geral) em abril teve uma redução de 1,3%;
  • Sem o transporte das plataformas, abril teve uma redução de 19,21% em relação a abril/2019 (-39,1% granel líquido; -6,2% contêiner; -41% carga geral; +12,5% granel sólido).

 

Com informações da Agência Nacional de Transportes Aquaviários

Texto original

Deixe um comentário