Lançado programa de adequação regulatória

A Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia, e a Secretaria Especial de Relacionamento Externo (Serex), da Casa Civil, lançaram o Programa de Convergência Regulatória à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (Reg-OCDE). A medida consiste em um conjunto de medidas a serem implementadas pelo Governo Federal com o objetivo de incorporar as melhores práticas recomendadas pela OCDE.

O programa surge para promover concorrência e competitividade em distintos setores e atividades, com base no indicador de Product Market Regulation (PMR) da OCDE, medida que deve levar o Brasil à retomada do crescimento econômico, na maioria das vezes sem a necessidade de ampliar gastos públicos.

A iniciativa de convergência regulatória, em consonância com melhores práticas da OCDE, possibilitará a melhoria do ambiente institucional, que atrairá mais investimentos estrangeiros diretos e sinalizará para a organização um forte compromisso do país à postulação ao status de país-membro da OCDE.

O Brasil, atualmente, é o antepenúltimo dos 48 países avaliados, tendo desempenho regulatório superior somente à Argentina e à Indonésia. A meta do programa é levar a nota do Brasil para a média da OCDE até 2023, ano em que serão atualizadas as notas do indicador, cujo último ajuste ocorreu em 2018.

 

Com informações do Ministério da Economia

Texto original

Deixe um comentário