Jogos eletrônicos têm a alíquota de IPI reduzida

No momento em que crianças e jovens estão mais em casa em razão da Covid-19, uma notícia que pode aumentar as opções de lazer. Foram reduzidas as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre consoles e máquina de jogos de vídeo. É a segunda vez que o Governo Federal reduz o imposto sobre os videogames.

O Decreto 10.532, que prevê a redução, foi publicado na edição desta terça-feira (27), do Diário Oficial da União. A medida diminui as alíquotas do IPI de 40% para 30% sobre consoles e máquinas de jogos de vídeo e de 32% para 22% sobre partes e acessórios destes consoles e máquinas. Ainda reduz de 16% para 6% a alíquota sobre máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada, portáteis ou não, e suas partes.

Empresário do setor de games, Glauber Correia, avaliou que a medida vai baixar os preços e aumentar o consumo dos produtos, movimentando o mercado no momento em que a economia brasileira sofre os impactos do novo coronavírus.

“O mercado de jogos e videogames tem crescido exponencialmente no Brasil. Então, a redução vai ajudar no consumo, as empresas a trazerem os equipamentos, o brasileiro poder adquirir os equipamentos, produtos com um preço melhor e, principalmente, diminuir a pirataria”, disse Rocha.

Com a expectativa de preços menores, fica mais fácil a pequena Cecília Pariz, de 8 anos, convencer os pais a trocar o videogame por um mais moderno. “Tenho há mais de cinco anos, acho que tá muito velhinho. Então a gente vai fazer o quê? Trocar por um [videogame] muito mais rápido”, disse a menina.

No passado, um decreto já havia cortado as alíquotas do imposto de 20% a 50% para taxas entre 16% a 40%, de acordo com o produto.

Impacto na arrecadação

A previsão da Receita Federal é de um impacto de R$ 5,4 milhões na arrecadação deste ano. A renúncia para o exercício de 2021 deverá ser de R$ 36,28 milhões e para o exercício de 2022, R$ 39,07 milhões.

Texto original

Deixe um comentário