Indígenas do Mato Grosso vão receber 20 mil cestas de alimentos

Famílias indígenas do Mato Grosso vão receber 20 mil cestas de alimentos doadas pelo governo estadual. As entregas serão feitas pelas unidades descentralizadas da Fundação Nacional do Índio (Funai) no estado. A formalização da doação ocorreu nessa segunda-feira (31), em Cuiabá, com a presença do presidente da Funai, Marcelo Xavier, e do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes. Na ocasião, eles também assinaram um Protocolo de Intenções para implementação de iniciativas conjuntas no âmbito da promoção e proteção dos direitos dos povos indígenas.

De acordo com o presidente da Funai, a nova doação se soma às ações já realizadas pela Funai para o enfrentamento da covid-19. A fundação já entregou mais de 31,2 mil cestas de alimentos a famílias indígenas do estado, entre recursos próprios, doações e itens adquiridos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

“O Governo Federal não tem medido esforços para proteção dos povos indígenas no âmbito da pandemia. Ao entregar cestas básicas, garantimos que eles estejam assistidos do ponto de vista alimentar e colaboramos para que permaneçam nas aldeias, evitando, assim, o contato com o vírus. Trata-se de uma ação fundamental para o combate ao coronavírus”, ressalta Xavier.

As entregas ocorrerão por meio das Coordenações de Cuiabá, Noroeste de Mato Grosso, Norte de Mato Grosso, Ribeirão Cascalheira, Xingu e Xavante. Na distribuição, a Funai conta com o apoio logístico de parceiros como o Exército. Serão entregues ainda cobertores e kits de higiene e limpeza, incluindo um biogel elaborado em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Os servidores da fundação vêm atuando também na conscientização junto aos indígenas, reforçando as medidas de prevenção e orientando para que eles evitem aglomerações e permaneçam nas aldeias. A Funai já liberou quase R$ 4 milhões para ações de proteção às comunidades de todo o estado.

Em todo o País, foram distribuídas mais de 407 mil cestas básicas a diferentes etnias. Ainda no mês de março, a Funai já havia suspendido as autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, participa de 311 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios. Ao todo, a Funai investiu cerca de R$ 27,5 milhões no enfrentamento à covid-19.

 

Com informações da Funai

Texto original

Deixe um comentário