Governo garante proteção contra Covid-19 aos agentes de segurança

As operações contra a criminalidade pelo País continuaram durante o período do novo coronavírus. Para garantir a proteção dos agentes, o Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP) investiu na compra de 556 mil unidades de álcool em gel (500ml), 32,3 milhões de máscaras, 29,5 milhões de pares de luvas, 889 mil aventais descartáveis, 35,5 mil óculos de proteção individual, além de 270,8 mil toucas.

Além dos profissionais ligados diretamente à segurança pública, os insumos também foram distribuídos aos agentes do sistema penitenciário federal e servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai), ligada ao Ministério.

Ainda como medida de enfrentamento à Covid-19, o MJSP, por meio da operação Hórus, instalou 311 barreiras sanitárias, em cerca de 40 cidades no estado do Paraná, para impedir a entrada de pessoas não indígenas nos territórios.

Comunidades indígenas

Para evitar a propagação do novo coronavírus nas comunidades indígenas, ainda em março, a Funai suspendeu as autorizações para ingresso em aldeias. A fiscalização para coibir irregularidades em terra indígenas, como extração ilegal de madeira e atividade de garimpo, também não parou. Já foram realizadas 184 ações em 71 áreas indígenas. 

A Funai conclui a entrega de cerca de 500 mil cestas de alimentos a famílias indígenas em situação de vulnerabilidade social. Até o momento, quase 400 mil cestas com arroz, feijão, macarrão, farinha de trigo, fubá, óleo e leite em pó já foram distribuídas para 154 mil famílias em mais de três mil comunidades.

 

 

 

 

 

 

Texto original

Deixe um comentário