Governo Federal lança guia de atletas, modalidades e investimentos nos esportes olímpicos

O Guia completo com os 302 brasileiros em Tóquio e detalhes do investimento do Governo Federal nos 242 bolsistas foi publicado nesta terça (20) pelo Ministério da Cidadania. Numa ponta, a catarinense Isadora Pacheco, que aos 16 anos e três meses confirmou o nome entre as representantes brasileiras na estreia do skate no programa dos Jogos Olímpicos. Na outra, a versátil mineira Jaqueline Mourão. Aos 45 anos, ela será a representante nacional no ciclismo mountain bike em sua sétima edição de Jogos Olímpicos, entre edições de verão e de inverno. Em meio a elas, o experiente mesatenista Gustavo Tsuboi, que aos 36 anos disputará a quarta olimpíada. 

Os três estão conectados pelo Bolsa Atleta, programa de patrocínio do Governo Federal, que prevê repasses diretos de recursos a esportistas que conquistam resultados referendados por suas confederações. Em Tóquio, a lista de contemplados pelo programa executado pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania reúne 242 nomes, 80% dos 302 inscritos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Em 19 das 35 modalidades em que o país terá representantes, 100% dos atletas fazem parte do programa.

Acesse o Guia

Em 2021, a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania divulgou uma lista recorde de contemplados pelo Bolsa Atleta. São 7.197 nomes, com 5.560 de representantes de modalidades olímpicas e outros 1.637 de modalidades paralímpicas, com um investimento previsto de R$ 97,6 milhões. 

“Esse apoio nesses 15 anos teve total importância na minha carreira. Ele me ajudou a ter as condições necessárias para que eu me mantivesse dedicado ao esporte e alcançando metas e objetivos que pareciam distantes, como ser medalhista em Jogos Pan-Americanos, me tornar atleta olímpico e figurar e me manter na elite da modalidade, completou Gustavo Tsuboi.

Adicionalmente, o Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR), do Ministério da Defesa, investe cerca de R$ 38 milhões anuais em 540 atletas, que contam com direitos da carreira militar e respaldo adicional para a preparação para megaeventos. Dos 540, 91 estão classificados para os Jogos Olímpicos, em 21 modalidades: 44 pertencem a Marinha do Brasil, 26 ao Exército Brasileiro e 21 à Força Aérea. Todos estão identificados nos perfis do guia.

 

Com informações do Ministério da Cidadania

Texto original

Deixe um comentário