Funai realiza ações de fiscalização em terras indígenas

A Fundação Nacional do Índio (Funai) já destinou mais de R$ 1,5 milhão a operações de fiscalização em terras indígenas relacionadas ao combate à covid-19. As ações buscam impedir práticas ambientais ilícitas, tais como extração ilegal de madeira, atividade de garimpo e pesca predatória. Ao todo, foram realizadas 184 ações em 71 territórios Indígenas.

Os trabalhos são desenvolvidos em parceria com outros órgãos, como o Exército, a Polícia Federal, os Batalhões de Polícia Militar Ambiental e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A fundação também participa da Operação Verde Brasil 2, deflagrada pelo governo federal para impedir ilícitos ambientais na Amazônia Legal.

A Funai também está garantindo a segurança alimentar dos povos indígenas, colaborando com a permanências nas aldeias e o distanciamento social. Mais de 383 mil cestas de alimentos já foram entregues, com a expectativa de alcançar a marca de 500 mil nos próximos dias.

A inciativa envolve recursos próprios, doações e parcerias com outros setores do governo federal, como o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Ainda no mês de março, a Funai já havia suspendido as autorizações para ingresso em terras indígenas e atua em 311 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios.

 

Com informações da Fundação Nacional do Índio

Texto original

Deixe um comentário