Funai entregou 215 mil cestas de alimentos a famílias indígenas

A Fundação Nacional do Índio (Funai) distribuiu 215 mil cestas básicas a famílias indígenas em situação de vulnerabilidade social e já entregou mais de 45 mil kits de limpeza e higiene a aldeias de todo o País. O objetivo é contribuir para a adoção de medidas preventivas, além de ajudar a promover o isolamento desses povos, minimizando as chances de contágio.

Nos próximos meses, a expectativa é superar o patamar de 500 mil cestas de alimentos entregues às comunidades indígenas, em uma iniciativa que envolve o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), entre outros parceiros. Desde o início da pandemia, a fundação já investiu R$ 22,7 milhões em ações de combate ao novo coronavírus, o que inclui o apoio a barreiras sanitárias e ações de fiscalização.

Para o presidente da Funai, Marcelo Xavier, a parceira com outros órgãos tem ampliado o alcance das medidas de proteção aos indígenas no contexto da pandemia. “A articulação entre governo federal, estados e municípios torna mais rápida a operação de entrega de alimentos e atendimento médico nas Terras Indígenas, muitas delas de difícil acesso. Com esse esforço conjunto, estamos conseguindo alcançar todos que necessitam de suporte”, salienta Xavier.

Prevenção

Ainda no mês de março, a Funai já havia suspendido as autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, participa de 193 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios, sendo 63 barreiras na Região Norte. A fundação também promove, por meio das suas Coordenações Regionais, atividades de conscientização sobre os riscos de contágio.

 

Com informações da Funai

Texto original

Deixe um comentário