Cerca de 330 abrigos de idosos já receberam doações de alimentos e kits de higiene

Um total de 335 Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s) foram contempladas com doações pela Campanha Solidarize-se, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Foram entregues 239,5 mil máscaras, 22,3 mil cestas de alimentos e 11,5 mil kits de higiene. No total, 12,9 mil idosos foram beneficiados desde o início da pandemia. As instituições representam 67% dos abrigos cadastrados na primeira etapa da Campanha.

O secretário nacional de promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa do ministério, Antonio Costa, explica que 500 instituições do País serão contempladas. “Essa etapa consiste em apoiar as ILPIs e contribuir para a superação das dificuldades vivenciadas, mas a principal vocação é sensibilizar a sociedade, a comunidade, as famílias brasileiras para engajarem-se nessa corrente do bem. Todos podem contribuir”, ressalta.

A campanha, que visa ao combate à pandemia do novo coronavírus e à conscientização sobre o abandono afetivo, também promove o fortalecimento dos direitos previstos no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003).

Solidarize-se

A iniciativa, que começou em dezembro de 2019, consiste em fomentar a necessidade da adoção de uma nova postura com os idosos e a valorização das instituições que desempenham papel importante na promoção de cuidados com a pessoa idosa.

Uma das primeiras ações da campanha foi o investimento de R$ 5 milhões para que 500 ILPIs recebessem doações de cestas básicas, kits de higiene e máscaras de proteção individual.

Com a publicação da Lei 14.018/2020, um novo investimento no valor de R$ 160 milhões constituirá a segunda ação no âmbito da Solidarize-se. Os critérios para a seleção das ILPIs e para a destinação dos recursos nessa segunda etapa ainda serão regulamentados.

 

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Texto original

Deixe um comentário