Capes seleciona seis pesquisadores brasileiros para doutorado em Yale

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) selecionou seis pesquisadores nas áreas de ciências biológicas e medicina para participar do Programa Capes-Yale de Doutorado em Ciências Biomédicas. Os selecionados devem iniciar seus estudos na universidade estadunidense em agosto de 2021. A publicação, que traz o aumento de um para seis estudantes, consta do Diário Oficial da União desta sexta-feira (24).

“Temos nos esforçado para, além de garantir o orçamento para a cooperação internacional, também certificar que todos os bolsistas realizem seus estudos fora do Brasil com segurança”, esclareceu o presidente da Coordenação da Capes, Benedito Aguiar.

Gustavo Santana, mestrando pelo PPG em Ciências Biológicas: Bioquímica, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), foi um dos selecionados e celebrou a oportunidade de ir para uma instituição respeitada no mundo inteiro. “A experiência é muito importante para nós, mas também para o País. Estou na expectativa de aprender lá e, na volta, conseguir disseminar o conhecimento aqui no Brasil, poder retribuir para a pesquisa brasileira nessa área de ciência biomédica”, disse. 

Capes-Yale

Parceria com a Universidade de Yale, nos Estados Unidos, o Programa prepara estudantes para se destacarem na pesquisa nas áreas de ciências biológicas e biomédicas, com a concessão de bolsas de doutorado pleno no Programa Combinado de Ciências Biológicas e Biomédicas (Programa BBS). Além de aumentar o nível de colaboração e publicações conjuntas entre pesquisadores que atuam no Brasil e no exterior, dá mais visibilidade à produção científica, tecnológica e cultural do País.

Devido à pandemia provocada pela Covid-19, e a alta das moedas estrangeiras, a Capes adiou todas as mobilidades internacionais previstas para este ano. As ações serão retomadas em 2021, em comum acordo com as instituições estrangeiras que receberão os pesquisadores brasileiros. A medida não significa cancelamento de qualquer iniciativa, mas apenas o seu adiamento ou a readequação dos programas, em conformidade com a nova realidade mundial, incluindo questões de ordem orçamentária.

Confira o resultado aqui.

 

Com informações da Capes

Texto original

Deixe um comentário