Bolsa Família atende 14,283 milhões de famílias no mês de junho

O Programa Bolsa Família alcançou, no mês de junho, a marca de 14.283 milhões de famílias atendidas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Cidadania nesta quarta-feira (8). A maior parte – mais de 13,6 milhões – recebeu o Auxílio Emergencial, destinado pelo Governo Federal para ajudar as pessoas mais vulneráveis a enfrentar a crise provocada pela pandemia de Covid-19. 

O número total de famílias atendidas foi o segundo maior da história do programa. Segundo informações da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) do Ministério da Cidadania, o marco mais expressivo até hoje ocorreu em maio de 2019, com 14,33 milhões de famílias beneficiárias. No mês passado, o Bolsa Família registrou o total de 14,281 milhões, enquanto em abril foram 14,27 milhões. 

“Os números são a comprovação oficial de que ninguém fica para trás com o presidente Jair Bolsonaro. Temos um retrato da preocupação verdadeira que o governo tem em atender a população mais vulnerável, de forma ainda mais significativa nesse período de enfrentamento da pandemia”, afirma o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. 

Em junho, além das 13,6 milhões contempladas com o Auxílio, outras 650 mil famílias permaneceram na folha de pagamento regular do programa, totalizando um valor de R$ 104,3 milhões. A lei determina que o pagamento do benefício seja o financeiramente mais vantajoso para o beneficiário, entre o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial.

A Caixa Econômica Federal informou que, até as 12h deste dia 8, R$ 121,1 bilhões já tinham sido creditados via Auxílio Emergencial para 65,2 milhões de pessoas. São 19,2 milhões aprovados via Bolsa Família, 10,5 milhões pelo Cadastro Único e 35,7 milhões por meio de site ou aplicativo. Ao todo, são mais de 124,2 milhões de pessoas beneficiadas direta ou indiretamente, levando em conta os contemplados e suas famílias. O número representa mais de 58% da população brasileira.

 

Com informações do Ministério da Cidadania

Texto original

Deixe um comentário