BNDES recebe R$ 350 milhões para investir em saneamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) receberá novos recursos do Fundo Clima, no valor de R$ 350 milhões, por meio do Ministério do Meio Ambiente, que serão direcionados, prioritariamente, para investimentos em saneamento, recuperação de resíduos sólidos e urbanização.  

Os recursos do Fundo Clima são designados a apoiar a implantação de empreendimentos, a aquisição de máquinas e equipamentos e o desenvolvimento tecnológico relacionados à redução de emissões de gases do efeito estufa e à adaptação às mudanças do clima e aos seus efeitos. Cada projeto pode receber, no máximo, R$ 30 milhões a cada 12 meses, por meio de financiamentos concedidos pelo BNDES, nos modelos Finame ou Finem. 

O fundo já destinou R$ 790 milhões a projetos que ajudam a preservar o ambiente. Com isso, somados ao novo recurso, será superada a quantia de R$ 1 bilhão. Os investimentos ajudaram a poupar o volume de emissões de carbono equivalentes ao plantio de 10 milhões de árvores.

A universalização do Saneamento no Brasil é prioridade para o BNDES. Atualmente no Brasil, 100 milhões de pessoas não possuem coleta de esgoto em suas casas e 35 milhões sequer têm água tratada.

Já no tratamento de resíduos sociais, o banco tem participação importante no financiamento de sistemas de coleta seletiva ou diferenciada, sistemas de triagem automatizados ou semiautomatizados; tratamento de resíduos orgânicos, à exceção daqueles com geração de energia; e remediação de áreas previamente utilizadas para disposição inadequada de resíduos sólidos, inclusive para o aproveitamento econômico dos resíduos depositados.

 

Com informações do BNDES.

Texto original

Deixe um comentário