‘Nível de atualizações de carteiras de vacinação em crianças está baixo’, diz secretária de saúde de Manaus em dia ‘D’ de multivacinação

Campanha de multivacinação acontece em Manaus — Foto: Laerte Baraúa/Rede Amazônica

A secretária municipal de saúde de Manaus, Shádia Fraxe, disse que o nível de atualizações de carteiras de vacinação em crianças está baixo. Por isso, a capital recebe, neste sábado (16), o Dia ‘D’ da campanha de multivacinação em 137 postos espalhados pela cidade. As unidades oferecem 18 tipos de vacinas diferentes para crianças, adolescentes, adultos e idosos, até às 17h.

“Nossos níveis de atualizações de carteira de vacinação nas nossas crianças estão baixos, por isso, essa mobilização para que possamos proteger ainda mais as nossas crianças e adolescentes”, disse

Mas a secretária também disse que a campanha se estende a todos aqueles que estão em falta com algum imunizante e precisam regular sua situação.

“O maior objetivo é a atualização das carteiras de vacinas das crianças e dos adolescentes até 15 anos. Deixamos o convite para os pais trazerem os filhos. São 18 tipos de vacina diferente que são importantíssimas, mas nada impede que o adulto, se tiver com vacinas atrasadas, possam comparecer”, disse a secretária.

A campanha oferece as seguintes vacinas:

  • BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre Amarela, Tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), Tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), Influenza, Meningocócica ACWY, Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Por conta dessa mobilização para a campanha, a vacinação contra a covid-19 foi suspensa durante o sábado. O serviço deve ser normalizado na segunda-feira (18), em 39 pontos da cidade.

Confeiteira Andrea Silva levou os filhos para vacinação. — Foto: Laerte Baraúna/Rede Amazônica

A confeiteira Andrea Silva levou os quatros filhos, com idades entre 3 e 11 anos, para se vacinarem na Unidade Básica de Saúde Dr. Luiz Montenegro, na Zona Centro-Sul da capital. Ela disse que também aproveitou para atualizar a própria carteira de vacinação.

“A vacinação é importante pois não sabemos os riscos das doenças e a vacinação previne, mesmo que pegue alguma doença, ficamos um pouco mais imunizado. O Dia ‘D’ é para aquela vacina que esquecemos de tomar, e viemos atualizar”, contou.

Veja os vídeos mais assistidos do g1 Amazonas

Deixe um comentário