Fiscalização fecha três festas com aglomeração em Manaus

Festa com aglomeração de pessoas foi fechada em Manaus neste sábado (28). — Foto: Divulgação/SSP-AM

A Central Integrada de Fiscalização (CIF) fechou três festas com aglomeração de pessoas durante vistoria na noite deste sábado (28), em Manaus. Um dos eventos era clandestino e reunia mais de mil pessoas, informou a Secretária de Segurança Pública (SSP-AM).

Conforme a polícia, um dos eventos ocorria no Rio Negro Atlético Clube, e os proprietários foram autuados por aglomeração e por estarem realizando evento em período proibido de atividades. O local ainda foi notificado pelo Corpo de Bombeiros por não apresentar documentos tipo AVCB.

De acordo com o comandante da operação, major Marco Gama, outro evento no Olímpicus Clube foi fechado por aglomeração e funcionar em período proibido.

Ainda segundo o major, em uma festa clandestina, na Zona Oeste, foram flagradas mais de mil pessoas aglomeradas. O organizador da festa foi autuado pela Vigilância Sanitária por realizar evento que está suspenso e causar aglomeração.

Fiscalização fechou festas com aglomeração em Manaus. — Foto: Divulgação/SSP-AM

O proprietário foi conduzido ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de desobediência, e vai responder na Justiça, informou Gama.

Durante as ações, foram fiscalizados oito estabelecimentos, incluindo bares próximos à Praça da Saudade, no Centro.

Flexibilização a partir do dia 1º

O Governo do Amazonas autorizou, a partir de 1º de dezembro, o funcionamento de bares e casas de show exclusivamente como restaurantes. Os estabelecimentos estavam fechados desde 24 de setembro, quando uma segunda onda da Covid-19 ameaçava o estado.

Até este sábado-feira (28), a doença matou mais de 4,8 mil pessoas em todo o estado. Além da obrigação de seguir os mesmos protocolos sanitários já em vigor para restaurantes, os bares e casas de show devem:

  • funcionar até 1h;
  • atingir ocupação de até 50%, limitada a 500 pessoas;
  • não realizar venda de ingressos e a utilização de pista de dança.

Segundo o governo, o horário de funcionamento dos restaurantes também será estendido até 1h. Os flutuantes também foram autorizados a funcionar como restaurantes desde o dia 16 deste mês.

Denúncias sobre irregularidades ou eventos clandestinos continuarão a ser averiguadas pela Central Integrada de Fiscalização (CIF), que pode ser acionada por meio do 190.

Governo do Amazonas deve autorizar retorno do funcionamento de bares

Governo do Amazonas deve autorizar retorno do funcionamento de bares

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário