Estoque de sangue do Hemoam está 33% abaixo do ideal; doadores são convocados

Estoque do Hemoam está crítico. — Foto: Girlene Medeiros/G1 AM

O estoque de sangue da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Estado do Amazonas (Hemoam) está crítico, com aproximadamente 33% abaixo do ideal. O órgão informou, nesta quarta-feira (20), que os tipos mais necessários no momento são B+, AB+ e O-.

De acordo com o Hemoam, os tipos B+, AB+ e O- são considerados sangues raros em comparação aos tipos O+ e A+, que correspondem a mais de 70% da população local.

A Fundação explicou que o tipo B+, por exemplo, está com 29 bolsas disponíveis no estoque, quando a meta mínima é de 39 bolsas em estoque para considerarmos regular, nesta quarta-feira (20).

Dos tipos sanguíneos que estão em situação crítica, o Hemoam informou que o O- é o que mais preocupa. Com a meta de ter pelo menos 18 bolsas desse tipo no estoque, a Fundação tem apenas nove disponíveis.

Ainda conforme o Hemoam, o tipo sanguíneo O- é considerado “doador universal”. Em situações de urgência, em que não há tempo para testagem da tipagem sanguínea, é o tipo sanguíneo transfundido pra qualquer pessoa que precise.

Com estoque crítico, Hemoam faz apelo por doações de sangue em Manaus

Com estoque crítico, Hemoam faz apelo por doações de sangue em Manaus

Órgão considera baixa comum

Conforme o Hemoam, a baixa no estoque é considerada comum mesmo em períodos sem pandemia. Porém, considerando que há uma portaria cancelando temporariamente as cirurgias eletivas menos urgentes, o que dá um fôlego para os estoques do hemocentro, o órgão disse que é possível afirmar que a pandemia influencia também na baixa do estoque.

Em 2020, mesmo com a pandemia, o Hemoam registrou uma queda total de 6,5% em relação a 2019, segundo o órgão. Apesar disto, o número de novos doadores cresceu significativamente, conforme um levantamento preliminar realizado no final de 2020.

Os dados apontam que no período da pandemia em 2020 pelo menos 10 mil pessoas doaram sangue pela primeira vez. Em outros momentos, o crescimento de doadores não passa de 1.000 (um mil) novos cadastros/ano.

Doações

Para reverter essa situação o setor de captação de doadores do Hemoam está convocando doadores cadastrados de acordo com os RH’s deficientes em estoque via aplicativo de mensagens de texto e ligações.

Para se candidatar à doação de sangue, é preciso estar saudável, bem alimentado, ter dormido bem na noite anterior à doação, pesar acima de 50kg, ter entre 16 e 69 anos de idade e apresentar um documento oficial com foto.

Os candidatos com idade entre 16 e 17 anos devem estar acompanhados do pai, mãe ou responsável legal. Para doar pela primeira vez é necessário ter até 60 anos, conforme o Hemoam.

O Hemoam informou ainda que quem teve covid-19 pode doar sangue ou plasma convalescente após 30 dias de zerado os sintomas da doença.

Para doar plasma

Os critérios para doação de plasma são idênticos ao processo de doação de sangue comum. Porém, para o plasma convalescente, o candidato precisa atender alguns itens específicos.

  • Ser do sexo masculino;
  • Ter entre 18 e 60 anos;
  • Comprovar que teve Covid-19, confirmado por meio do teste PCR;
  • Ter passado 30 dias após o desaparecimento total dos sintomas; e que não tenha tido hepatite B ou C, sífilis, HIV, HTLV ou doença de Chagas.

A doação de plasma só pode ser realizada mediante agendamento pelos contatos 3655-0270 e 3655-0166.

*Colaboração: Janaína Mileo, da Rede Amazônica.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário