Conselho de Administração da Suframa aprova projetos industriais com meta de gerar mais de 1mil empregos

A 295ª reunião ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), realizada nesta quinta-feira (3) aprovou 14 projetos industriais e de serviços, que somam investimentos totais de aproximadamente R$ 2 bilhões e preveem a geração de 1.012 postos de trabalho.

Com os resultados desta reunião, o CAS encerra 2020 com o balanço de 146 projetos aprovados, os quais estimam investimentos de aproximadamente R$ 6 bilhões e a geração de cerca de oito mil empregos em até três anos.

A reunião, última do calendário deste ano, ocorreu de forma presencial pela primeira vez desde fevereiro, em virtude dos cuidados relacionados à pandemia da Covid-19.

Sobre as expectativas para o próximo ano, o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, ressaltou o projeto de transformação do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) em uma entidade que promova o bionegócio e contribua para a implantação de cadeias produtivas adequadas à realidade da região.

Ele também citou a regularização fundiária do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS) e na área de expansão do Distrito Industrial de Manaus; modernização dos sistemas de Tecnologia da Informação, o que disponibilizará melhores serviços aos usuários da Suframa; apoio ao PIM para evolução em ações de economia circular e da indústria Indústria 4.0; atualizações em normativas relevantes do modelo ZFM, como a Resolução CAS nº 204/2019, de forma a desburocratizar e aprimorar ainda mais o ambiente de negócios da região; e a implementação de projetos institucionais, como o “Suframa de Portas Abertas” e o “Museu da Suframa”.

Deixe um comentário