Com 23 mil votos de diferença, David venceu em oito zonas eleitorais e Amazonino em cinco

Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante) disputaram o 2º turno em Manaus. — Foto: Arte/G1 AM

O prefeito eleito de Manaus, David Almeida, do Avante, venceu em oito zonas eleitorais, enquanto Amazonino Mendes, do Podemos, liderou nas outras cinco zonas eleitorais da capital. É o que mostram os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o 2º turno das eleições municipais deste domingo (29).

David obteve 466.970 votos, ou seja, 51,27% da preferência do eleitorado manauara. Já o ex-governador conseguiu 443.747, ou seja, 48,73%, resultando numa diferença de 23.223 mil votos entre os dois.

O novo prefeito venceu na maior zona eleitoral da capital (63ª) e nas zonas Leste e Norte, as mais populosas da cidade. Amazonino Mendes levou na área rural e bairros da Zona Oeste, além do Centro.

O mapa da apuração por zonas eleitorais, em Manaus, mostra uma cidade dividida. Entretanto, o número de eleitores nesses locais foi o fator determinante para o resultado. (Veja abaixo)

Manaus ficou praticamente dividida após a apuração dos votos. — Foto: Reprodução/G1

O melhor desempenho de David foi na 31ª zona eleitoral, que compreende os bairros da Betânia, Crespo, Educandos, Morro da Liberdade, dentre outros da Zona Sul. Lá, o prefeito eleito obteve 58,05% dos votos, contra 41,95% de Amazonino.

A segunda melhor votação dele foi na 68ª, que reúne Jorge Teixeira, Puraquequara e comunidades da Zona Rural do Rio Amazonas, com 54,59% dos votos.

O pior desempenho do novo governante aconteceu na 1ª zona, onde ele conseguiu 45,05% dos votos, contra 54,95% de Amazonino. O local reúne eleitores da área central da cidade e bairros da Zona Centro-Sul.

Veja como foi o resultado por zonas eleitorais

David Almeida (Avante)Amazonino Mendes (Podemos)
1ª (Adrianópolis, Aparecida, Cachoeirinha, Centro, Nossa Senhora das Graças, Praça 14, Presidente Vargas, Raiz, São Geraldo)45,0554,95%
2ª (Aleixo, Flores, Parque 10)46,39%53,61%
31ª (Betânia, Colônia Oliveira Machado, Crespo, Educandos, Morro da Liberdade, Mauazinho, Santa Luzia, Vila Buriti)58,05%41,95%
32ª (Compensa, São Jorge, Glória, Santo Antônio, São Raimundo, Vila da Prata)49,52%50,48%
37ª (Japiim, Petrópolis, São Francisco)52,03%47,97%
40ª (Alvorada, Dom Pedro, Lírio do Vale, Nova Esperança, Ponta Negra, Santo Agostinho, Zona Rural – comunidades do Rio Negro)49,61%50,39%
58ª (Cidade Nova, Colônia Santo Antônio, Novo Israel)52,15%47,85%
59ª (Armando Mendes, Colônia Antônio Aleixo, Coroado, Zumbi)52,25%47,75%
62ª (Bairro da Paz, Lago Azul, Planalto, Redenção, Santa Etelvina, Tarumã, Tarumã-Açu, Zona Rural – comunidades do Rio Tarumã)49,78%50,22%
63ª (São José, Gilberto Mestrinho e Tancredo Neves)54,54%45,46%
65ª (Colônia Terra Nova, Monte das Oliveiras, Nova Cidade)52,60%47,40%
68ª (Jorge Teixeira, Puraquequara, Zona Rural – comunidades do Rio Amazonas)54,59%45,41%
70ª (Cidade de Deus, Novo Aleixo)50,44%49,56%

Já o ex-governador Amazonino Mendes teve a melhor votação na 1ª zona eleitoral, com 54,95%, onde David teve o pior desempenho.

A segunda melhor votação do candidato do Podemos foi na 2ª região, que reúne os bairros do Aleixo, Flores e Parque 10, com 53,61% dos votos válidos.

O ex-governador teve o pior desempenho na 31ª zona, onde arrastou 41,95% da preferência do eleitorado manauara.

A zona eleitoral com o maior número de eleitores aptos a votar este ano, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-AM), foi a 63ª, que compreende os bairros Gilberto Mestrinho, São José e Tancredo Neves, com 121.453 mil eleitores. Lá, David Almeida – que já tinha vencido no 1º turno – manteve a liderança com 54,44% dos votos, contra 45,46% de Amazonino.

Primeiro turno

Amazonino levou na 1ª, 2ª, 32ª, 37ª, 40ª, 58ª, 62ª, 65ª e 70ª, enquanto David liderou na 31ª, 59ª, 63ª e 68ª zonas eleitorais. O ex-governador teve 234.088 votos, o que representa 23,91% do total, enquanto o ex-deputado somou 218.929 votos, o equivalente a 22,36%.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 AM nos últimos 7 dias

Deixe um comentário