Casal distribui café da manhã para acompanhantes e profissionais da saúde na porta de hospital de Manaus

Casal distribui café da manhã em frente a hospital, em Manaus — Foto: Matheus Castro/G1

O cabo da Polícia Militar, Elinai Araújo, de 33 anos, resolveu fazer parte de uma corrente do bem em prol de acompanhantes de pacientes internados no Hospital 28 de Agosto, em Manaus. Na manhã desta sexta-feira (15), ele esteve em frente à unidade hospitalar, com a esposa, distribuindo pães e achocolatado para as famílias dos internados.

Manaus vive um novo colapso no sistema de saúde, após uma alta no número de casos e internações por Covid-19. Na quinta-feira (14), a cidade sofreu com falta de oxigênio em hospitais. A situação gerou uma onda de solidariedade entre famosos e também pessoas comuns, dispostas a ajudar quem precisa de algum auxílio nesse momento.

“É o momento de ajudar, de mostrar o nosso melhor. Acho que cada um pode ajudar, fazer o melhor de si pelo próximo sem esperar algo em troca. Muitas pessoas precisam de ajuda, e nós estamos aqui”.

Ele contou que acordou às 5h e foi em busca de comprar os materiais para preparar o lanche. Preparou e está na porta do hospital para quem precisar.

“Trouxemos 15 litros de achocolatado e 100 pães. Muitas pessoas sequer tem o dinheiro da passagem ou para comprar alguma coisa para comer. Isso ajuda segurar um pouco”, contou.

5 pontos sobre a Covid-19 no Amazonas

5 pontos sobre a Covid-19 no Amazonas

Recorde de internações e toque de recolher

Manaus voltou a bater o recorde de internações diárias. Na quinta-feira (14), foram 254 novas hospitalizações na capital, número mais alto registrado no estado desde o início da pandemia – mesmo com o colapso na rede de saúde vivido entre abril e maio de 2020. Outras quatro internações foram registradas no interior do estado, fazendo o total de casos chegar a 258 no estado.

O total de casos confirmados da doença no estado desde o início da pandemia chegava a 223.360 nesta quinta, segundo dados do boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). O número de mortes é de 5.930.

Cilindros de oxigênio

Na madrugada desta sexta, dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) carregados com cilindros de oxigênio chegaram a Manaus. Os voos partiram de Guarulhos, na Grande São Paulo, para ajudar na crise de saúde que assola o estado do Amazonas.

No total, 386 cilindros de oxigênio foram transportados, com mais de 18 toneladas. Eles serão utilizados pelos hospitais do estado no atendimento aos pacientes da Covid-19.

VÍDEO: Manaus vive colapso com hospitais sem oxigênio

Deixe um comentário