Após delegacia alagar durante cheia em Anamã, MP pede na Justiça que governo construa prédio adaptado

Unidade de polícia em Anamã, no interior do AM — Foto: Ministério Público do Amazonas/divulgação

A cheia histórica de 2021deixou submerso o Distrito Integrado de Polícia de Anamã, a 161 km de Manaus. Por isso, o Ministério Público do Amazonas (MP) ajuizou ação civil pública para obrigar que o governo do Amazonas construa um novo prédio nos moldes da recomendação técnica da Defesa Civil Estadual.

A ação civil foi ajuizada no dia 23 de agosto por intermédio da Promotoria de Justiça de Anamã e pede que o governo adote providências para a construção do novo DIP no município. A obra, segundo o MP, deve ser construída em nível acima da cota máxima da cheia do Rio Solimões, com sistema de colunas a fim de impedir o alagamento do prédio onde funciona o 3º Grupamento de Polícia Militar de Anamã, a exemplo do que ocorreu neste ano.

Em nota, o Governo do Amazonas informou que está trabalhando na construção de unidades prisionais em municípios do interior do Estado e na reforma de delegacias na capital e interior. O governo não respondeu os questionamentos específicos sobre a unidade de Anamã.

“O Estado do Amazonas vem se omitindo, ano após ano, em cumprir com sua obrigação constitucional de garantir um local de trabalho seguro e adequado aos policiais civis e militares do município de Anamã. Toda essa situação de inegável descontrole e abandono ficou ainda grave diante da rigorosa e recorde cheia do rio Solimões no ano de 2021, que acabou inundando toda a cidade, deixando submerso o prédio do Distrito Integrado de Polícia”, justificou o Promotor de Justiça Kepler Antony.

Policiais do 3º Grupamento de Polícia Militar (GPM) usam fardamento de educação física para atuarem durante cheia em Anamã. — Foto: Divulgação/Polícia Militar

De acordo com o promotor, com a baixa das águas, a precariedade das condições de funcionamento do DIP de Anamã ficou mais evidente e sem perspectiva concreta de melhorias. Assim, entraram na justiça para para solucionar a questão.

Somente no ano de 2021, já foram registradas quatro fugas de presos no Município de Anamã.

Veja os vídeos mais assistidos dos últimos sete anos

Deixe um comentário