Arquivo de etiquetas: destaque

Chamada Pública para pesquisa conjunta entre instituições brasileiras e italianas recebe propostas até o dia 24 de janeiro

A Chamada Pública Confap-Maeci Call 2019, para pesquisa conjunta entre instituições brasileiras e italianas, está com inscrições abertas para submissões de propostas até o dia 24 de janeiro de 2020. O objetivo é apoiar projetos de pesquisa nas áreas de inteligência artificial, ciências básicas (química, física e matemática), doenças transmissíveis, energias renováveis, nutrição e doenças metabólicas, agricultura de precisão, ciências espaciais, produção sustentável e uso estratégico de minerais.

O Amazonas participa do edital por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A Chamada foi lançada pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Ministério das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional da Itália (Maeci), dentro do Programa Executivo de Cooperação Científica e Tecnológica estabelecido por meio de acordo entre Brasil e Itália.

Podem participar da chamada, do lado italiano, organizações públicas e privadas, no qual o coordenador principal  possua nacionalidade italiana ou da União Europeia, residência legal na Itália, e vínculo permanente ou vínculo temporário que cubra o período do projeto. Do lado brasileiro, o coordenador principal deve estar vinculado a Instituições de Ensino Superior (IES) ou Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIs) brasileiras dos Estados cujas Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) aderiram à Chamada.

Para a contraparte brasileira, os candidatos devem consultar previamente a respectiva FAP, a qual pode definir suas condições específicas de elegibilidade e requisitos do projeto.

Diretrizes Específicas da Fapeam

1. Recurso 

A Fapeam informa que serão alocados para financiamento recursos na ordem de € 100.000 (cem mil euros) para apoio de 1 (um) projeto. Os recursos disponibilizados deverão ser utilizados apenas para despesas de custeio.

2. Elegibilidade

2.1 Por parte da Instituição

A Instituição de vínculo do autor da proposta, ora denominada Proponente, deve:

a) Ser Instituição de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICT), localizada no estado do Amazonas;

b) Se comprometer a propiciar condições adequadas de espaço, infraestrutura, pessoal de apoio técnico e administrativo, bem como tempo para a equipe dedicar-se ao projeto proposto;

2.2 Por parte do coordenador

a) Ter título de doutor;

b) Ter vínculo permanente com a instituição de pesquisa e/ou ensino superior ou centro de pesquisa, públicos ou privados, sem fins lucrativos, com sede ou unidade permanente no estado do Amazonas;

c) Ter cadastro atualizado no sistema SigFapeam;

d) Ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq;

e) Ter experiência compatível e comprovada com o tema da proposta apresentada (coordenação de projetos, integrante de equipe, publicação na área, entre outras experiências que serão avaliadas);

f) Demonstrar qualidade e regularidade em sua produção científica e/ou tecnológica nos últimos três anos;

e) Ter anuência do dirigente máximo da instituição de vínculo do proponente ou seu representante legal junto à Fapeam;

f) Responsabilizar-se pelas autorizações de caráter ético ou legal para execução da proposta, quando aplicável;

g) Apresentar e ser responsável por apenas uma proposta. No caso de submissão de mais de uma proposta pelo mesmo coordenador, apenas a última proposta submetida será considerada para avaliação;

h) Estar adimplente técnica e financeiramente com a Fapeam, no momento da submissão da proposta;

i) Assumir o compromisso de manter, durante a execução do projeto, todas as condições de qualificação, habilitação e idoneidade necessárias ao perfeito cumprimento do seu objeto, preservando atualizados os seus dados cadastrais juntos aos registros.

O Edital completo e os demais procedimentos para submissão das propostas, critérios de seleção, avaliação das propostas e publicação dos resultados estarão disponíveis no site do Confap.

ACESSE AQUI CHAMADA CONFAP MAECI CALL 2019

 Fonte: Fapeam e Confap

 

O post Chamada Pública para pesquisa conjunta entre instituições brasileiras e italianas recebe propostas até o dia 24 de janeiro apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam divulga resultado da 1ª Chamada do Parev- edital N°007/2019

WhatsApp Image 2019-12-04 at 12.00.51

Vinte seis propostas foram aprovadas no Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev), edital N°007/2019, Chamada I, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Esta chamada contempla eventos a serem realizados de março a junho de 2020.

Resultado da 1ª Chamada do PAREV N°007/2019

Lançado no mês de junho, o Parev é uma das ações da Fapeam de fomento a popularização e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) produzida no Amazonas. Para isso, o programa conta com investimento de R$ 2,2 milhões para apoiar, em duas chamadas, a realização de eventos locais, regionais, nacionais e internacionais sediados no Estado relacionados à CT&I.

A 1ª Chamada aprovou propostas nas seguintes modalidades: 8 para a realização de evento internacional, 8 para evento nacional e 10 na modalidade regional.

 PAREV

O Parev tem o objetivo de apoiar a realização de eventos regionais, nacionais e internacionais sediados no Amazonas, relacionados a CT&I: congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclo de palestras, conferências e oficinas de trabalho, visando divulgar resultados de pesquisas científicas e contribuir para a promoção do intercâmbio científico e tecnológico.

A 2ª chamada do Programa recebe propostas até o dia 31 de janeiro, online, via SIGFapeam,   de interessados em realizar eventos  de CT&I no período de  julho a dezembro de 2020.

 Resultado da 1ª Chamada do PAREV N°007/2019

Acesse aqui o edital da 2ª Chamada do  PAREV N° 007/2019

 

O post Fapeam divulga resultado da 1ª Chamada do Parev- edital N°007/2019 apareceu primeiro em FAPEAM.

FameLab 2020 recebe inscrição até o dia 31 de janeiro

Estão abertas até o dia 31 de janeiro as inscrições para a Chamada Pública FameLab 2020. Trata-se de uma competição internacional de comunicação científica que tem a finalidade de promover a aproximação entre cientistas e o público em geral e, incentivar o desenvolvimento de competências de comunicação entre pesquisadores.

Candidatos do Amazonas também podem participar por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) que participa da Chamada Pública, realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp)  e o Conselho Britânico.

O concurso consiste na realização de uma apresentação oral sobre um tópico de ciência ou tecnologia, com a duração máxima de três minutos, sem recursos de apresentação.

O apoio da Fapeam é por meio de passagem aérea (ida e retorno) e diária durante a realização da etapa nacional (4 a 8 de maio de 2020), em São Paulo, para apoiar até três estudantes selecionados.

Requisitos Fapeam

Podem se inscrever pessoas com idade mínima de 21 anos e fluentes em Português e Inglês, sendo: brasileiros residindo no Brasil com Mestrado (stricto sensu), doutorado, pós-doutorado e livre-docente, em andamento ou concluído, nas áreas de Ciências da Vida ou Ciências Exatas, Tecnológicas e Engenharias em uma Instituição de Ensino Superior (IES) com sede no Estado do Amazonas reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). A mesma observação é para candidatos estrangeiros.

As inscrições devem ser feitas por meio da realização de cadastro eletrônico on-line disponível em www.famelab.com.br.

Os candidatos que submeterem propostas pela Fapeam deverão realizar o upload do vídeo na Plataforma de Vídeo do Youtube e encaminhar o endereço do link em formulário específico, disponível no edital, para a plataforma (SIGFAPEAM), bem como na plataforma do British Council.

Além disso, os candidatos deverão ter cadastro atualizado no sistema SIGFAPEAM. Ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq. Também assumir o compromisso de apresentar ao final do evento relatório das atividades desenvolvidas e a prestação de contas, além de cumprir os critérios de elegibilidade descritos no edital original.

Para inscrição e maiores detalhes consultar edital completo

http://confap.org.br/pt/editais/33/famelab-2020

 

O post FameLab 2020 recebe inscrição até o dia 31 de janeiro apareceu primeiro em FAPEAM.

Coordenadores de projetos do Programa Ciência na Escola participam de oficina de qualificação

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualificação na elaboração dos relatórios finais dos projetos do Programa Ciência na Escola (PCE) foi realizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), na sexta-feira (29/11), a “Oficina de Elaboração de Relatório Final” direcionada aos professores que são coordenadores dos projetos de escolas municipais de Manaus.

Capa

Coordenadores na Oficina de Elaboração de Relatório Final.

O evento reuniu aproximadamente 40 professores no auditório da Divisão de Desenvolvimento profissional do Magistério (DDPM), no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

Para a integrante da Coordenação do Processo de Avaliação do PCE, Maria Fulgência Bandeira, o intuito é ajudar os coordenadores a qualificar esses relatórios finais e ter o diagnóstico de como a alfabetização científica está sendo implementada nas escolas.

“Dessa forma teremos como avaliar os indicadores e, assim acompanharmos a contribuição do PCE com o conhecimento dos nossos alunos tanto da rede estadual quanto municipal”, disse Fulgência.  

Para o coordenador do PCE na Semed, Romualdo Caetano, a oficina é um momento de troca de experiências que vai dar suporte aos coordenadores para que eles possam desenvolver o trabalho cada vez melhor.

Coordenadores

Para a coordenadora do projeto “Los colores y la gastronomía de la cultura mexicana” desenvolvido na Escola Municipal  Raimundo Botinelly, no bairro Cidade Nova I, zona Norte de Manaus, a iniciativa vai otimizar muito o tempo tanto dos coordenadores quanto dos avaliadores.

“Esses esclarecimentos devem sanar as dúvidas que são comuns a todos os coordenadores na elaboração dos relatórios finais”, comentou Ádria.

Alvanir Filho

Coordenador de projeto do PCE, Alvanir Filho.

O professor Alvanir Carolino da Silva Filho da Escola Municipal Anastácio Assunção, localizada no bairro São Lázaro, zona Sul de Manaus, coordenador do projeto “História e transformações urbanas em Manaus: uma abordagem sobre as edificações antigas construídas até metade do século XX no bairro Cachoeirinha”, disse que a Fapeam formou uma excelente equipe para dar orientações e esclarecimentos aos coordenadores desde a elaboração até a avaliação final dos projetos.  

“É através da elaboração de um bom relatório final de pesquisa que a comunidade científica poderá divulgar o conhecimento científico para a comunidade em geral”, disse, Alvanir.   

Maria Lúcia

Professora Maria Lúcia Moraes.

Com o projeto Histórias em quadrinhos: o personagem “Curumim” como formador de opinião e criticidade no contexto da EJA, é o primeiro ano em que a professora Maria Lúcia Moraes, da Escola Municipal Anastácio Assunção, coordena um projeto no PCE.  

“Para mim que sou iniciante, a oficina foi muito esclarecedora e deve ajudar na elaboração de um relatório final de qualidade”, ressaltou Maria Lúcia.

A próxima Oficina de Relatório Final do PCE ocorrerá dia 9/12, de 14h as 17h, no auditório da Escola Estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha Batista, no bairro Japiim, zona Sul de Manaus. A atividade é voltada para professores coordenadores de escolas estaduais.

 
PCE 

Lançado no mês de abril, o PCE recebeu 742 propostas de professores da educação básica de escolas estaduais e  municipais de Manaus e de escolas estaduais do interior do Amazonas. Desse total, 619 foram aprovadas nesta edição. Ao todo, foram disponibilizadas pelo PCE 2.476 bolsas para capital e interior.

O PCE apoia a participação de professores do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª a 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus. O PCE é desenvolvido Fapeam, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc-AM) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed Manaus).

Por: Helen de Melo

O post Coordenadores de projetos do Programa Ciência na Escola participam de oficina de qualificação apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam reúne com pró-reitores para ações de melhorias dos programas de pós-graduação do Amazonas

A diretoria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) realizou na sexta-feira (29/11) uma reunião de trabalho com pró-reitores e representantes de instituições de ensino e pesquisa do Amazonas para melhorias de ações dos cursos de pós-graduação do Estado.  O encontro ocorreu na sede da Fapeam, no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Reunião de trabalho com pró-reitores e representantes de instituições de ensino e pesquisa do Amazonas

Reunião de trabalho com pró-reitores e representantes de instituições de ensino e pesquisa do Amazonas

O Amazonas possui 59 Programas de Pós-Graduação (PPGs), 82 cursos de mestrado e doutorado. Entretanto, 86% dos cursos ainda se concentram nos conceitos 3 e 4. A reunião com os pró-reitores é o quarto movimento promovido pela Fapeam, diretamente, voltado para a discussão deste tema e fortalecimento da política de CT&I.

 A diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, disse que a reunião com os pró-reitores visa a elaboração de um diagnóstico preciso da pós-graduação do Amazonas, por meio dos indicadores da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), com o intuito de melhorar os conceitos e consolidar a pesquisa.

Diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales

Diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales

“A nossa reunião é para apresentar todo esforço que se tem feito para fortalecer ainda mais os cursos  de pós-graduação no Estado. Buscamos conversar com os responsáveis por essas áreas para falar sobre a necessidade da elaboração de um diagnóstico para que a Fapeam possa fazer um planejamento mais eficaz e direcionado para as necessidades das instituições de ensino e pesquisa, e para que possamos trabalhar tendo como referência o Plano Plurianual do Estado”, enfatizou.

Para a diretora de Pós-Graduação, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Ana Cláudia Ribeiro de Souza, a reunião é algo estratégico para as instituições. ”É importante para que possamos agir com o pé no chão e com consistência de dados, em parceria com as instituições. A Fapeam convidando essas instituições irá saber o cenário da pós-graduação do Amazonas. São reuniões como essas que permitem planejamento e auto-avaliação”, conta.

Segundo a pró-reitora de pesquisa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Selma Baçal, a reunião promovida pela Fapeam foi importante para alinhar assuntos para a melhoria de pós-graduação do Amazonas. “A convocação da Fapeam para conversar com as pró-reitorias de instituições de ensino pesquisa para fazer esse levantamento, sobretudo dos egressos formados no Amazonas, é importante  para se ter um bom diagnóstico da pós–graduação do nosso Estado, além de pontuar políticas”, disse.

Diretora de Pós-Graduação, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Ana Cláudia Ribeiro de Souza e Pró-reitora de pesquisa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Selma Baçal.

Participaram da reunião pela Fapeam, a diretora-presidente, Márcia Perales; a diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos; e a diretora administrativo-financeira, Márcia Irene Andrade. Representando as instituições participaram a Pró-Reitora de pesquisa e pós-graduação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Selma  Suely Baçal de Oliveira; a representante da Pós-Graduação do Instituto Leônidas & Maria Deane (Fiocruz Amazônia), Ormezinda Celeste Fernandes; a Diretora de Pós-Graduação, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam) Ana Cláudia Ribeiro de Souza, a coordenadora de  Capacitação do Instituto Nacional de pesquisa da Amazônia (Inpa), Beatriz Ronchi Teles e a representante da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Patricia Melchionna Albuquerque.

Reunião Capes

No dia 7 de novembro, a Fapeam promoveu encontro com os coordenadores de cursos e pró-reitores de pós-graduação para tratar dos avanços no processo de avaliação  do Sistema Nacional de Pós-Graduação da Capes (SNPG/Capes).

A palestra foi ministrada pela diretora de Avaliação da Capes, Sônia Báo, a convite da Fapeam, para propiciar mais conhecimento e esclarecimentos de dúvidas sobre a Proposta de Aprimoramento de Avaliação da Pós-graduação, que visa contribuir para o aperfeiçoamento do sistema de avaliação e do processo de indução da qualidade da pós-graduação brasileira stricto sensu.

Por: Jessie Silva

Fotos: Érico Xavier

O post Fapeam reúne com pró-reitores para ações de melhorias dos programas de pós-graduação do Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Confap, Euraxess Brazil e Enrich Brazil realizam evento voltado à cooperação entre Brasil e União Europeia

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais (Confap), no conjunto de suas Fundações, a Euraxess Brazil e o European Network of Research and Innovation Centres and Hubs (Enrich Brazil) realizam, no dia 10 de dezembro, o seminário EU-Brazil Cooperation in Research and Innovation. As atividades serão realizadas na Finatec, em Brasília (DF) e as inscrições podem ser feitas pelo site http://bit.ly/EUBRinnovation_register

O evento busca encorajar e facilitar a cooperação em ciência, tecnologia e empreendedorismo entre o Brasil e a União Europeia, por meio do suporte e empoderamento dos diversos atores do ambiente acadêmico e de pesquisa. Além disso, promove, ainda, a troca de experiências e melhores práticas entre Brasil e União Europeia.

A programação traz palestras e apresentações sobre políticas de fomento, incluindo as últimas chamadas do programa Horizonte 2020 e o novo programa Horizon Europe.

Durante o dia, também será realizado o concurso EU–Brazil Innovation Pitch Competition, que oferece a pesquisadores/inovadores a chance de mostrar seus projetos e ideias para resolver desafios enfrentados pelo mundo globalizado.

O primeiro colocado no concurso receberá como premiação uma viagem, em 2020, à Europa e a participação em uma semana de reuniões com pesquisadores e redes científicas, tecnológicas e de inovação europeias, além de participação em eventos europeus relacionados a inovação.

Mais informações: https://euraxess.ec.europa.eu/worldwide-brazil/eu-brazil-cooperation-bridging-research-and-innovation

Coordenação de Comunicação Social do Confap

O post Confap, Euraxess Brazil e Enrich Brazil realizam evento voltado à cooperação entre Brasil e União Europeia apareceu primeiro em FAPEAM.

Alunos da rede pública participam de oficina sobre o estudo dos Fungos

Cerca de 20 alunos da Escola Municipal Aristophanes Bezerra de Castro, no bairro Cidade de Deus, participaram de oficina sobre a importância dos fungos para a manutenção das florestas. A atividade foi realizada na quarta-feira (27/11) no Museu da Amazônia (Musa), localizado na zona Leste de Manaus.

A oficina faz parte do projeto intitulado “Micoturismo no Museu da Amazônia (Musa): uma alternativa para o desenvolvimento turístico” apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação  (POP CT&I), edital N°009/2019.

26.11.2019 - MICOTURISMO POP CTI - DRA. RUBY VARGAS - FOTOS ÉRICO X._-76

Projeto conta com por meio da Fapeam, por meio POP CT&I

O projeto coordenado  pela pesquisadora do Musa, Ruby Vargas-Isla, tem o objetivo  de proporcionar uma experiência de Micoturismo junto à comunidade externa e demonstrar a importância e usos dos macrofungos que é pouco conhecido pela população.

As atividades iniciaram na quinta-feira,14/11, e se estende até sexta-feira, 6/12, com palestras sobre a biodiversidade de macrofungos e trilhas no Fungário do Musa, para as escolas que tiverem interesse em levar seus alunos.  As oficinas são focadas na capacitação de multiplicadores do Micoturismo.

Segundo Ruby Vargas, o termo “Micoturismo” é a junção de Micologia (ciência que estuda os fungos) + Turismo, que é uma atividade turística conhecida  em países como Espanha e Portugal que busca promover o conhecimento e conservação dos fungos nativos, ao mesmo tempo utilizar este recurso natural como um atrativo turístico.

“O Micoturismo é considerado uma atividade social em crescimento, no qual contribui para a valorização das florestas. O projeto tem o intuito de popularizar por meio destas oficinas e poder implantar uma nova atividade turística no Estado do Amazonas”, conta.

Já participaram, desde o período inicial,  150 estudantes de sete escolas da rede de ensino estadual e municipal,  incluindo  uma turma de alunos do ensino médio e técnico em Agropecuária, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

26.11.2019 - MICOTURISMO POP CTI - DRA. RUBY VARGAS - FOTOS ÉRICO X._-105

Atividade foi realizada no Museu da Amazônia

O aluno do 5° ano do ensino fundamental, participante da oficina, João Pedro da Silva, conta que tinha conhecimento sobre os fungos, mas não sabia da importância dele para a natureza. “Eu aprendi que existe cogumelos comestíveis e tem sido uma experiência muito boa, porque além de ter uma importância para natureza podemos usar em nosso alimento,” disse.

Popularização

A pesquisadora também integra o grupo de pesquisas Cogumelos da Amazônia, do Instituto de Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa), que tem a finalidade de  estudar os fungos, com ênfase aos formadores de cogumelos, do ponto de vista taxonômico, biológico, fisiológico e alimentício.

26.11.2019 - MICOTURISMO POP CTI - DRA. RUBY VARGAS - FOTOS ÉRICO X._-129

150 alunos já participaram da atividade do POP CT&I

Ruby destaca que as oficinas fazem parte de um dos resultados do projeto, assim também como a produção de dois materiais de divulgação à popularização da ciência. “Como proposta do projeto  também tem a produção de uma cartilha que envolve ensinar a coleta de cogumelos durante o dia a dia e um Guia ilustrado de Macrofungos para melhorar a percepção e compreensão destes organismos pelo público em geral. Iremos também replicar essa ação no interior nos municípios de Novo Airão e Itacoatiara, com a participação de pesquisadores do Inpa,”conta.

Pop CT & I

No Amazonas, o Governo do Estado, por meio do POP CT&I da Fapeam, apoia a realização de 26 eventos de popularização da ciência, em diversas áreas, na capital e no interior. Lançado no mês de junho, o POP CT&I, conta com recursos financeiros da ordem de R$800 mil, para apoiar a realização de exposições, feiras, oficinas, minicursos, palestras e outras atividades interativas sobre CT&I, em locais públicos, organizados por temas, campos ou áreas do conhecimento.

Por: Jessie Silva

Fotos: Érico Xavier

O post Alunos da rede pública participam de oficina sobre o estudo dos Fungos apareceu primeiro em FAPEAM.

II Jornada de Folkcomunicação tem apoio da Fapeam

Popularizar o conhecimento científico no campo da Folkcomunicação (Comunicação Popular) na região Amazônica é a proposta da “II Jornada de Folkcomunicação na Amazônia”, que ocorre entre os dias 25 e 29/11.  Realizado pelo Grupo de Pesquisa Trokano da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o evento conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação (Pop CT&I), edital Nº 009/2019 .

27.11.2019 - POPCTI - FOLK COMUNICAÇÃO UFAM - FOTOS ÉRICO X._-25

II Jornada Folkcomunicação é realizada na Ufam

A II Jornada reúne profissionais de comunicação, especialistas, professores e estudantes da área de comunicação social, e ocorre simultaneamente na Ufam, localizada no bairro Coroado, zona Leste da capital, e em Parintins, no campi da UEA, situado na Estrada Parintins Macurany.

Para o coordenador o GP Trokano e do evento, professor Allan Rodrigues, a II Jornada veio para consolidar a produção de trabalhos científicos na área da Folkcomunicação, promover o debate, a troca de experiência e o conhecimento entre os pesquisadores sobre as questões que envolvem a cultura popular e a comunicação na Amazônia.

27.11.2019 - POPCTI - FOLK COMUNICAÇÃO UFAM - FOTOS ÉRICO X._-3

Coordenador do evento e professor Allan Rodrigues

“A programação compreende discussões e apresentações de trabalhos científicos, exposições fotográficas, palestras, mesas redondas, oficinas, minicursos, sessões de grupos de trabalhos com apresentação de pesquisas, mostras de vídeo e exposições com banners com resultados de trabalhos de conclusão de curso de graduação, além de promover debates sobre questões relativas às interfaces entre a comunicação, a cultura popular e o desenvolvimento sustentável”, ressaltou Allan.

Palestra

Na quarta-feira (27/11), com o tema “Rádio: entre a novidade e o de sempre, os desafios de um meio essencialmente popular”, o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS), Luiz Ferraretto, falou entre outros assuntos sobre o papel do rádio nos tempos atuais, a crise econômica que atingiu também as emissoras de rádio comercial, a convergência do rádio com as novas possibilidades de comunicação oferecidas pela internet, o papel das universidades e dos profissionais nesse contexto. 

27.11.2019 - POPCTI - FOLK COMUNICAÇÃO UFAM - FOTOS ÉRICO X._-18

Luiz Ferraretto considerado um dos maiores pesquisadores no Brasil na área de rádio.

“Tem muita emissora ainda achando que investir em tecnologia é mais importante que investir em ser humano e acha que o trabalhador é custo. O trabalhador é custo na planilha, mas é investimento no resultado que ele pode oferecer”, disse Ferraretto.

Segundo a estudante de jornalismo do 4º período, Sabrina Marinho, o evento foi riquíssimo por valorizar a diversidade da cultura popular no universo da comunicação, além da troca de experiência com o Luiz Ferraretto considerado um dos maiores pesquisadores no Brasil na área de rádio.

POP CT&I

No Amazonas, o Governo do Estado, por meio do POP CT&I da Fapeam, apoia a realização de 26 eventos de popularização da ciência, em diversas áreas, na capital e no interior. Lançado no mês de junho, o POP CT&I, conta com recursos financeiros da ordem de R$800 mil, para apoiar a realização de exposições, feiras, oficinas, minicursos, palestras e outras atividades interativas sobre CT&I, em locais públicos, organizados por temas, campos ou áreas do conhecimento.

27.11.2019 - POPCTI - FOLK COMUNICAÇÃO UFAM - FOTOS ÉRICO X._-7

Confira programação da II Jornada de Folkcomunicação

Por: Helen de Melo

Fotos: Érico Xavier

O post II Jornada de Folkcomunicação tem apoio da Fapeam apareceu primeiro em FAPEAM.

Projeto do PCE promove educação ambiental no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa

Promover a percepção ambiental e a reflexão das relações individuais e coletivas relacionadas ao meio ambiente, utilizando a prática da reciclagem de óleo de cozinha na produção de sabão, é a base do projeto de iniciação científica júnior desenvolvido por alunos do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Josephina de Melo, que funciona nas dependências do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, situada no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Intitulado “Educação ambiental e reciclagem de óleo de cozinha na produção de sabão: uma experiência com adolescentes do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa”, o projeto conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa Ciência na Escola (PCE)- edital N° 003/2019.

FOTOS Michel Mello - Secom_-5

Projeto é coordenado pela professora Danielle Portela.

A professora e coordenadora do projeto, Danielle Portela,  disse que no Centro Socioeducativo encontrou a oportunidade  para colocar o projeto em prática, uma vez que o local atua no processo de ressocialização e trabalha muito a área pedagógica.

“No primeiro momento realizamos com os bolsistas as leituras de artigos científicos e depois discutimos em sala de aula abordando a importância da reciclagem e a educação ambiental. Em seguida,  iniciamos a coleta do óleo de cozinha que recebemos no centro socioeducativo. No local destinado para a produção do sabão coamos esse óleo e começamos os procedimentos  de reciclagem para a produção”, detalhou.

Oficina

No mês de novembro foram realizadas duas oficinas no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa com objetivo de apresentar e divulgar os resultados parciais  do projeto na escola e na comunidade. Desenvolvido desde o mês julho deste ano, o projeto conta com a participação de dois alunos adolescentes internos no Centro Socioeducativo.

Segundo o estudante e bolsista do PCE, João (nome fictício), o projeto permite adquirir novos conhecimentos. “Além de aprender  de forma  diferente, poderei contribuir com o meio ambiente e passar esta  experiência para outras pessoas”.

O estudante e bolsista, Pedro (nome fictício), destaca a importância de poder participar do seu primeiro projeto científico. “Essa experiência tem sido muito significativa, porque agora sei como trabalhar em projeto de pesquisa e a forma como isso pode melhorar meu aprendizado futuramente”, disse.

FOTOS Michel Mello - Secom_-2

Transformando óleo reciclado em sabão

Educação Ambiental

Conforme a professora, parte dos estudantes não tem o conhecimento dos malefícios causados pelo óleo ao meio ambiente e muito menos que o material pudesse ser reciclado e transformado em sabão, por exemplo. Com essa perspectiva, acredita-se alcançar resultados relevantes e significativos no ambiente socioeducativo em que os adolescentes convivem e posteriormente no ambiente familiar.

“Esperamos sensibilizar esses adolescentes para as questões ambientais e que esse conhecimento adquirido durante a realização do projeto possa ocasionar  mudanças de atitudes e respeito pelo meio ambiente. O projeto está em fase de  conclusão, mas  almejamos que  o Centro Socioeducativo  continue com esse incentivo a prática de reciclagem do óleo  com os futuros internos”, relata.

Dagmar Feitosa

No Amazonas, o sistema Socioeducativo é composto por cinco unidades, sendo três de internação, uma de internação provisória (quando o jovem vem da delegacia e fica aguardando a aplicação da medida pelo juiz) e outra de semi-liberdade (depois que cumpre a medida de internação que o juiz determina uma medida de cumprimento de liberdade assistida, onde fica por um período sob a responsabilidade do Estado, e frequenta escola regular fora da unidade e também os cursos profissionalizantes em parceria com o Cetam.

PCE

O PCE apoia a participação de professores do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª a 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus.

Por: Jessie Silva

Fotos: Michel Mello

O post Projeto do PCE promove educação ambiental no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam e Imprensa Oficial discutem futuras parcerias institucionais

Possibilidades para futuras parcerias foi o sentimento que norteou o encontro entre os gestores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e da Imprensa Oficial do Amazonas (IOA). A reunião ocorreu nesta segunda-feira, 25/11, na sede da Fapeam, zona Centro-Sul de Manaus.

A retomada da versão imprensa da revista da Fapeam “Amazonas Faz Ciência”, um dos itens de pauta, foi anunciada pela diretora-presidente da Fundação, Márcia Perales.

“A revista é um excelente instrumento de popularização da ciência e de divulgação científica. Nossa intenção é que ela volte a ser impressa para que seja amplamente distribuída nas escolas, bibliotecas públicas e nos eventos promovidos pela Fapeam. Fizemos alguns ajustes necessários na linha editorial, para torná-la mais atraente e, agora, estamos chegando na fase de nos preparamos para a impressão”, salientou Perales.

WhatsApp Image 2019-11-25 at 17.48.04 (1)

Mário Aufiero, diretor-presidente da IOA, destacou os investimentos em equipamentos de impressão que estão sendo feitos para a inauguração da Editora Imprensa Oficial do Amazonas, bem como para a modernização do Diário Oficial do Estado. Com isso ele espera oferecer celeridade e qualidade na produção gráfica da Editora.

A conversa entre os gestores apontou ainda para outras possibilidades de parcerias institucionais, que podem otimizar recursos e oferecer diferenciais para outras futuras publicações. “Com essa parceria, vamos fortalecer ainda mais o desenvolvimento científico-acadêmico, por meio da nossa editora, e estaremos atingindo esse objetivo, que é o de levar para todo o Estado do Amazonas, a cultura e informações científicas”, afirmou.

Márcia Perales reforçou ainda que a Fundação tem muito a contribuir com a Editora da IOA. “É muito importante divulgar os resultados das pesquisas realizadas no Amazonas e fomentadas pela Fapeam. A Revista Amazonas Faz Ciência é um dos meios de propagação dessas informações, mas vamos avançar. Neste sentido, parcerias e contribuições institucionais podem fortalecer a relação Fapeam-IOA”, comentou.

WhatsApp Image 2019-11-25 at 17.48.04

A reunião contou ainda com a participação da diretora administrativo-financeira da Fapeam, Márcia Irene Andrade, e assessores das duas instituições.

Revista Amazonas faz Ciência 

A revista Amazonas faz Ciência é produzida pela Fapeam com a finalidade de difundir o conhecimento e propagar para a população informações sobre ciência, tecnologia e inovação (CT&I). Criada em 2005, a revista oferece reportagens sobre pesquisas apoiadas pela Fapeam.  De 2015 a 2018 passou a ser disponibilizada apenas na versão digital.

Por: Marlúcia Seixas

Fotos: Yraq Lima

O post Fapeam e Imprensa Oficial discutem futuras parcerias institucionais apareceu primeiro em FAPEAM.