Arquivo da Categoria: sinapse da inovação

Projetos inovadores desenvolvidos no Amazonas são apresentados em seminário

Um sistema de quarentena de peixes ornamentais associado com plantas aquáticas e um projeto que usa atmosfera modificada para prolongar vida útil de alimentos foram apresentados na manhã desta terça-feira (17), durante o Seminário de Avaliação dos Resultados Finais do Programa Sinapse da Inovação. O evento realizado na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), no bairro Flores, segue até quarta-feira (18), a partir de 8h30.

Os projetos desenvolvidos contam com apoio do Governo do Amazonas por meio da Fapeam, em parceria com a Fundação Centros de Referências em Tecnologias Inovadoras (Certi). Lançado em 2015, o Sinapse da Inovação teve como objetivo transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, além de fortalecer o empreendedorismo, cenário inovador e econômico no Amazonas.

Com o projeto 100% concluído, o doutor em Biologia Aquática e Pesca Interior, Michel Fabiano Catarino, apresentou o projeto “Aquaponia Neles! Quarentena de Peixes Ornamentais Amazônicos Associados a Plantas Aquáticas”. O sistema desenvolvido por ele dentro do programa é um modelo de quarentena,  onde os recintos em que os peixes permanecem, após o transporte e antes de serem exportados, ficam associados com tanques contendo plantas aquáticas.

IMG_4211

Michel Fabiano Catarino, apresentou o projeto “Aquaponia Neles! Quarentena de Peixes Ornamentais Amazônicos Associados a Plantas Aquáticas”

 

Catarino disse que as plantas absorvem elementos químicos dissolvidos na água, provenientes dos  excretas dos peixes confinados no sistema de quarentena e de excesso de alimentos, utilizando-os como nutrientes para seu crescimento, o que permite a diminuição da quantidade de Amônia no sistema. Com isso é possível melhorar a qualidade da água, com reflexos positivos na saúde dos peixes, garantindo à comercialização de peixes ornamentais amazônicos com a qualidade sanitária requerida pelo mercado mundial.

Durante o projeto foi possível desenvolver o sistema, capacitar a equipe, realizar experimentos e fortalecer a rede de fornecedores.

Intitulado o “Preparo de pratos prontos para o consumo à base de pescado embalado sob atmosfera modificada”, o doutor em Aquicultura, Marcondes Gonzaga Júnior, desenvolveu um projeto que pretende prolongar a vida útil de alimentos em até 45 dias e, ainda, potencializar a venda de produtos oriundos da pesca dos rios e lagos da Amazônia.

A inovação visa à diversificação da oferta de produtos pesqueiros, por meio do lançamento do uso de embalagens  com atmosfera modificada, aumentando a vida útil (tempo) destes produtos nas prateleiras.

IMG_4222

Marcondes Gonzaga Júnior apresentou o projeto “Preparo de pratos prontos para o consumo à base de pescado embalado sob atmosfera modificada”

 

A tecnologia consiste no processo de embalamento de pescados minimamente processados, que seriam os pratos prontos, aliado a uma atmosfera otimizada de gases.

“Esses gases vão controlar as ações microbiológicas, físicas e químicas do determinado produto prolongando a vida útil dele por até 45 dias. Já apresentamos o produto para diversos clientes e estabelecemos algumas parcerias de comercialização”, destacou o empreendedor.

Seminário

Durante a abertura do evento, o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, disse que um dos grandes desafios é a busca por soluções inovadoras que impulsionem a economia do Estado. Ele destacou que o Sinapse da Inovação foi um passo importante e que a proposta é que essas ações se transformem em benefícios para população do Amazonas.

“O que esperamos a partir da primeira versão do programa que foi realizada, fruto de um projeto piloto com a Certi, é que outras ações como esta possam acontecer. Queremos que as empresas dessa edição possam contar o seu sucesso e a experiência em relação o Sinapse na próxima edição. Sabemos que o investimento de R$50 mil, para cada projeto, não é capaz de alavancar uma empresa, mas tem como função principal mostrar para cada um dos empreendedores que apesar do caminho não ser fácil, ele é possível”, contou.

IMG_4196

Diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, disse que um dos grandes desafios é a busca por soluções inovadoras que impulsionem a economia do Estado

Reis parabenizou os coordenadores e enfatizou ainda que o Estado tem condições plenas de sair de um estágio que a economia depende, quase exclusivamente, dos incentivos da Zona Franca de Manaus para uma economia mais sustentável por meio das riquezas do Estado.

“Temos algo que nos diferencia de qualquer outro lugar do planeta: a marca Amazônia. Precisamos aprender a trabalhar essa marca em benefício dos negócios que acontecem no Estado e do que podem trazer para economia local e benefício à população”, pontuou.

Segundo o diretor do Certi Amazônia, Marco Giágio, um novo edital está sendo viabilizado com previsão de ser lançado ainda este ano. A negociação da nova edição já dura um ano e vem sendo feita com apoio Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) no contexto de financiamento pelo incentivo da Lei de Informática.

“Estão em avaliação final da nossa proposta e estamos confiantes que eles vão aprovar esse novo desenho de financiamento. Uma vez aprovado vamos poder buscar junto às empresas do Polo Industrial de Manaus, que tem a obrigação da Lei de Informática, o financiamento para fazer a segunda edição do Sinapse da Inovação. Entendemos que o programa tem que ser uma engrenagem que, frequentemente, ajuda a rodar o ecossistema de inovação”, detalhou.

Serviço

Seminário de Avaliação Final do Sinapse da Inovação

Data: 17 e 18 de abril

Horário:   8h30 às 12h  e 14h às 17h

Local: Fapeam –  Rua Sobradinho, N°100 – Flores

 

 

 

O post Projetos inovadores desenvolvidos no Amazonas são apresentados em seminário apareceu primeiro em FAPEAM.

Resultados de projetos inovadores serão apresentados em seminário de avaliação

Programa incentiva o empreendedorismo e fortalece o ecossistema de inovação no Amazonas

Os resultados de 28 projetos inovadores desenvolvidos no âmbito do Sinapse da Inovação serão apresentados nos dias 17 e 18 de abril, a partir de 8h30, durante o Seminário de Avaliação Final do Programa.  O evento será realizado no salão Tauató, na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), no bairro Flores.

O programa é uma ação do Governo do Amazonas por meio da Fapeam, em parceria com a Fundação Centro de Referência em Tecnologia Inovadoras (Fundação Certi), para incentivar o empreendedorismo inovador por meio de treinamentos, orientações e acompanhamentos a cada empresa selecionada no  Sinapse da Inovação.

Lançado em 2015, o programa  contou com um investimento de mais de R$ 1 milhão. Mais de mil propostas foram submetidas no Sinapse da Inovação. Desse total, 150 foram classificadas e 40 aprovadas, sendo que 28 empresas assinaram contratos com o programa.

 Projetos

Um dos projetos que serão apresentados no evento é o  Park Web, o sistema  ajuda  motoristas a encontrarem estacionamentos próximos ao seu local de destino, com vaga disponível em tempo real por meio do site ou do aplicativo.

A ferramenta é capaz de gerenciar a entrada e saída de veículos nos estacionamentos onde estiver instalado e disponibilizará, em tempo real, um mapa com todas as vagas disponíveis.

“Com isso, o usuário tem a possibilidade de encontrar uma vaga próximo do local desejado sem precisar ficar procurando estacionamento ou deixar o veículo na rua, correndo até mesmo o risco de ser multado”, afirma o empreendedor Maridilson Ribeiro.

Outro projeto que foi desenvolvido com apoio da Fapeam é o  “Trocados”, o aplicativo permite receber o troco por meio do celular. A tecnologia foi desenvolvida com objetivo de facilitar a rotina dos comerciantes e clientes do Amazonas. A plataforma permite que os consumidores possam receber “os trocados” quando o operador de caixa não tiver o valor disponível, principalmente as moedas.

IMG_5550

Aplicativo “Trocados” permite receber o troco por meio do celular. O projeto conta com apoio da Fapeam

Segundo o coordenador do projeto, Silvestre Paiva, um cenário comum nas lojas é a falta de troco, principalmente, quando se trata de moedas. Sentindo na pele essa dificuldade, ele em parceria com amigos apostaram nessa ideia de desenvolver um produto que facilitasse a vida do consumidor e do comerciante ao mesmo tempo.

“Criamos uma plataforma que permite o comércio passar o troco para o consumidor apenas com o número do celular. Assim, o cliente receberá o valor, imediatamente, por meio, do aplicativo, podendo acumular, transferir para uma conta bancária ou até colocar recarga de crédito no telefone, se houver saldo suficiente. É importante ressaltar que no primeiro momento o consumidor para receber o valor pelos “Trocados”  não precisará  ter o aplicativo instalado no aparelho. A partir do momento que a empresa pede o número do celular do cliente, ele já recebe uma mensagem informando, por exemplo, que “o mercadinho da dona Maria acabou de transferir R$0,50, para visualizar, consultar e usar seu troco baixe o aplicativo”. Nesse momento a pessoa poderá fazer o download do aplicativo e realizar o cadastro, assim o valor estará disponível na sua conta”, explica Paiva.

IMG_5361

No total, 28 projetos inovadores irão apresentar seus resultados durante o Seminário de Avaliação Final

Serviço

Seminário de Avaliação Final do Sinapse da Inovação

Data: 17 e 18 de abril

Horário:   8h30 às 12h  e 14h às 17h

Local: Fapeam –  Rua Sobradinho, N°100 – Flores

Departamento de Difusão do Conhecimento- Decon

Fotos- Érico Xavier

O post Resultados de projetos inovadores serão apresentados em seminário de avaliação apareceu primeiro em FAPEAM.