Arquivo da Categoria: Prêmio Jovem Cientista

CNPq reconhece empenho da Fapeam na difusão da Ciência no Amazonas  

O reconhecimento foi pela divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista nos canais de comunicação da Fundação 

Uma das competências da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) é apoiar a realização de eventos técnico-científicos organizados por instituições de ensino e pesquisa, e com isso fomentar a popularização e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Estado.

Neste sentido, o empenho da Fapeam na divulgação de eventos científicos foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que entregou à Fundação um certificado pelo seu esforço na divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista, ocorrido em outubro do ano passado.

guia_jovem_cientista

O documento foi assinado ainda pelo Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário Proteção à Natureza, Banco do Brasil e Embaixada do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte no Brasil.

O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 pelo CNPq com o objetivo de revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.

O tema da 29ª edição do prêmio foi “Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social”. A ex-aluna do curso de pós-graduação em Ecologia do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa) conquistou a 2ª colocação no Prêmio Jovem Cientista, na categoria Mestre e Doutor, com a pesquisa intitulada “Domesticação da Floresta Amazônica: um legado dos povos do passado e do presente para a humanidade”.

 

Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post CNPq reconhece empenho da Fapeam na difusão da Ciência no Amazonas   apareceu primeiro em FAPEAM.

Inscrições para o Prêmio Jovem Cientista serão realizadas até julho

O Prêmio Jovem Cientista visa revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade

Encerram no dia 31 de julho, as inscrições para a edição 2018 do Prêmio Jovem Cientista, cujo tema é “Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social”. Trata-se de uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em parceria com a Fundação Roberto Marinho e patrocínio do Banco do Brasil e da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

O objetivo do Jovem Cientista é  revelar talentos, impulsionar a pesquisa no País e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade. A coordenação chama a atenção para os fatores que motivaram a definição da temática do Prêmio para este ano. Segundo eles,  dados governamentais indicam que o Brasil possui mais de 550 milhões de hectares de floresta e que a produção florestal brasileira vem consolidando um importante mercado relacionado ao potencial da biodiversidade do País, porém, em paralelo, o desmatamento de milhões de hectares dos diversos biomas brasileiros representa uma desafio a ser equacionado, sendo que este contexto tem gerado inúmeras iniciativas pela busca por inovação na conservação dos recursos naturais.

O prêmio compreende as categorias Mestre e Doutor; Estudante do Ensino Superior; Estudante do Ensino Médio; Mérito Institucional e Mérito Científico.  No caso das categorias Mestre e Doutor e Estudante do Ensino Superior, deve ser abordada uma das seguintes linhas de pesquisa: Benefícios socioeconômicos gerados por unidades de conservação e demais áreas protegidas; Biodiversidade, serviços ecossistêmicos e bem-estar humano; Empreendedorismo e modelos de negócios para a inclusão digital e uso sustentável de recursos naturais; Incentivos econômicos para a conservação e o uso sustentável da natureza; Inovações para a conservação e o uso sustentável da natureza; Inovações para a inclusão digital da sociedade brasileira; O papel da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos na adaptação às Mudanças do Clima; Práticas inovadoras em educação, comunicação e divulgação sobre biodiversidade; Produção e consumo ambientalmente sustentáveis; Tecnologias digitais para transformação social e Tecnologias para incentivar a prática de economia colaborativa e sustentável.

Concorrentes à categoria Estudante do Ensino Médio devem escolher entre os subtemas Comunicação e mobilização para a valorização de áreas protegidas; Empreendedorismo e soluções locais para a conservação e o uso sustentável da natureza; Inovações para a conservação da natureza e o uso sustentável no ambiente escolar; Práticas inovadoras em educação ambiental e conservação da natureza; Tecnologias digitais para a conservação da natureza e Tecnologias digitais para transformação social.

Na categoria Mérito Institucional, serão premiadas uma instituição de ensino superior e outra de ensino médio, com maior número de trabalhos qualificados, apresentados nas categorias Mestre e Doutor’ e Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio. Já à premiação relativa à categoria Mérito Científico será concedida a um pesquisador com título de doutor, tomando como base os critérios de qualificação, experiência, capacidade de formação de pesquisadores e produção científica em área do conhecimento relacionada ao tema geral do prêmio.

tamanho_grande

Premiação

Os três primeiros colocados de cada categoria receberão premiação em dinheiro. A exceção será a categoria Estudante de Ensino Médio, cujos vencedores receberão computador portátil.

Além disso, os vencedores da categoria Mestre e Doutor serão beneficiados com bolsas de Mestrado ou Doutorado, no País, se ainda não tiverem a titulação de mestre ou doutor. Para os que já têm a titulação de doutor, são oferecidas bolsas de Pós-Doutorado Júnior, no País.

Em se tratando dos vencedores da categoria Estudante do Ensino Superior, será concedida bolsa de Iniciação Científica ou de Mestrado ou ainda de Doutorado. Vencedores na categoria Estudante do Ensino Médio recebem bolsa de Iniciação Científica Júnior ou bolsa de Iniciação Científica.

Divulgação dos Resultados

A divulgação dos resultados será feita em outubro deste ano. A escolha dos premiados é realizada por duas comissões julgadoras. Uma comissão destinada às categorias Mestre e Doutor; Estudante do Ensino Superior; Mérito Institucional do Ensino Superior e Mérito Científico. A outra comissão avalia as categorias Estudante do Ensino Médio e o Mérito Institucional do Ensino Médio. Cada comissão julgadora é composta por sete especialistas oriundos da comunidade científica e tecnológica. Informações sobre o Prêmio Jovem Cientista podem ser obtidas pelo http://www.jovemcientista.cnpq.br/.

Fonte: Prêmio Jovem Cientista – CNPq

O post Inscrições para o Prêmio Jovem Cientista serão realizadas até julho apareceu primeiro em FAPEAM.