Arquivo da Categoria: Notícias

Inpa abre inscrições para o curso de formação básica em entomologia na Amazônia

O curso acontecerá de 17 a 28 de setembro e são oferecidas 30 vagas para participantes (palestras e minicursos) e 90 vagas para ouvintes

 

Da Redação - Ascom Inpa

Foto: Cimone Barros - Ascom Inpa

 

Estão abertas até o dia 1º de junho as inscrições para o II Curso de Entomologia na Amazônia (Ceam), que acontecerá em setembro de 2018. Idealizado pelos alunos do Programa de Pós-Graduação em Entomologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), o objetivo do curso é fornecer formação básica para graduandos de Ciências Biológicas e áreas correlatas com interesse no estudo de artrópodes e, principalmente, de insetos.

 

O curso será realizado de 17 a 28 de setembro com palestras, saída de campo para a Reserva Ducke e minicursos. No último dia do evento haverá uma oficina sobre fundamentos de fotografia digital para natureza e um concurso de fotos. São oferecidas 30 vagas para participantes (palestras e minicursos) e 90 vagas para ouvintes.

 

Este curso é o terceiro do tipo realizado no Brasil, porém, o único voltado para a fauna de insetos da região Amazônia. A primeira edição do Ceam foi realizada em 2017 e contou com a participação de alunos de graduação de todas as regiões do país, três deles aprovados na seleção de 2018 de pós-graduação (mestrado) em Entomologia do Inpa.  

 

bannerIICEAMportal

 

As palestras acontecerão no período de 17 a 21 de setembro (manhã e tarde), no Auditório da Ciência, situado no Bosque da Ciência do Inpa, localizado na Rua Bem-te-vi, s/nº, Petrópolis, zona Sul de Manaus. Já os minicursos serão realizados de 21 a 25 de setembro (manhã e tarde), no laboratório de aula prática do PPG Entomologia, situado no Campus 2 do Inpa.

 

De acordo com a programação, o II Ceam contemplará o estudo de artrópodes em suas várias interfaces, desde a taxonomia, sistemática, biogeografia, ecologia e biologia até áreas mais aplicadas como o controle biológico, entomologia agrícola e a importância dos insetos como modelos nas diversas áreas do saber biológico.

 

Os insetos são o grupo mais diverso do planeta tendo uma grande importância não só para os sistemas ecológicos como também para o homem em função de sua importância médica (como vetores de doenças) e também agrícola (como pragas e controladores de pragas).

 

“Apesar disso, a quantidade de pesquisadores que atuam na área ainda é pequena se comparada a mais de um milhão de espécies já descritas de insetos”, diz o coordenador do curso, o pesquisador José Albertino Rafael. “E curso como este são uma forma de atrair cada vez mais estudantes a serem futuros entomólogos”, destaca.

 

I CEAM Foto Cimone Barros 2017 INPA 5

 

Mais informações sobre o curso, programação e como fazer as inscrições podem ser obtidas no site do II Ceam, no endereço http://inpaceam.wixsite.com/iiceam.

 

A organização do curso é composta pelas mestrandas da pós-graduação que trabalham com diversos grupos de insetos: Thaís Melo de Almeida, Sheila Pereira de Lima e Walkyria Ramos, além dos biólogos Emerson Merkel, Paula Jéssica e Raline Aparecida.

Fapeam divulga resultado de enquadramento do PCE

Esta etapa consiste na análise do cumprimento dos requisitos e documentos solicitados para a concorrência ao edital Nº 001/2018 do PCE

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou, nesta segunda-feira (21), o resultado da etapa do enquadramento do edital Nº 001/2018, do Programa Ciência na Escola (PCE). Mais de 600 propostas foram enquadradas da capital e do interior do Amazonas.

As propostas enquadradas passarão pela análise de mérito. A previsão é que o resultado com os projetos aprovados no programa seja divulgado no mês de junho.

O PCE é uma ação do Governo do Amazonas por meio da Fapeam, Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia e Inovação (Seplancti), que incentiva a aproximação da ciência no ambiente escolar a partir do envolvimento de professores e estudantes de escolas públicas estaduais e municipais em projetos de pesquisa científica e tecnológica.

pce

Lançado no mês de março, o edital conta com um investimento de quase R$2,5 milhões para apoiar até 540. Desse total, 200 serão desenvolvidos na capital e 340 no interior do Estado.

Outra novidade para este ano do PCE é a ampliação da abrangência do público-alvo. Agora, também podem participar estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental I. Os editais anteriores contemplavam estudantes a partir do 6° ano do Ensino Fundamental II.

Resultado de Enquadramento

 Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post Fapeam divulga resultado de enquadramento do PCE apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam divulga resultado de enquadramento do Universal Amazonas

Esta etapa consiste na análise do cumprimento dos requisitos e documentos solicitados para a concorrência ao edital Nº 002/2018 do Universal Amazonas

 A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou, nesta segunda-feira (21), o resultado da etapa do enquadramento do edital Nº 002/2018, do Programa de Apoio à Pesquisa (Universal Amazonas).

Mais de 350 projetos foram  enquadrados nesta etapa do edital. A partir de agora, os projetos passarão pela análise de mérito. A previsão é que o resultado com os projetos aprovados no programa seja divulgado no mês de junho.

universal-amazonas

O Universal Amazonas visa financiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, ou de transferência tecnológica, em todas as áreas de conhecimento, que representem contribuição significativa para o desenvolvimento do Estado.

O montante destinado ao programa é de R$ 3,2 milhões. Desse valor, R$ 2,2 milhões serão destinados ao auxílio-pesquisa e R$ 1 milhão para subsídio de bolsas.

Resultado de Enquadramento

 

 

O post Fapeam divulga resultado de enquadramento do Universal Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam participa de reunião com o comitê do AMAS

1° Congresso de Gestão da Amazonas debate sobre Inovação, Sustentabilidade e Governança

Há pouco mais de três meses para o Amazon Magement Symposium (AMAS), 1°Congresso de Gestão da Amazônia, o comitê organizador promoveu uma reunião, na manhã desta segunda-feira (21), na reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com as instituições parcerias. O objetivo foi  discutir pontos estratégicos do evento, que será realizado no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, em Manaus de 29 a 31 de agosto.

O congresso, que traz para o debate a temática central sob a ótica da Inovação, Sustentabilidade e Governança, contará com a participação de palestrantes nacionais e internacionais.  O evento é realizado pela  UEA em parceria com a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP).

Durante a reunião, o presidente da Comissão Organizadora e professor titular da FEA/USP, Dr. Roberto Sbragia, destacou a parceria feita com a UEA. A intenção é que o congresso seja realizado, inicialmente, a cada dois anos.

“Este é um congresso que será focado na realidade não apenas do Amazonas, mas de toda a região Norte e das fronteiras com os países vizinhos”, disse.

Participando da reunião na condição de representante de instituição parceira, o diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Edson Barcelos, informou que o congresso é importante por trazer um assunto atual e ser de alto nível por envolver instituições importantes em níveis nacional e internacional.

IMG_4896

Diretor-presidente da Fapeam, Edson Barcelos, informou que o congresso é importante por trazer um assunto atual e ser de alto nível por envolver instituições importantes em níveis nacional e internacional

“Isso contribui na geração de conhecimento, pois traz grandes pesquisadores para conhecer a nossa região, planejar e participar do desenvolvimento e melhorar a gestão das atividades no Amazonas”, contou.

Para o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa, a ideia do congresso é dinamizar o ambiente do conhecimento na área da administração, no ponto de vista científico, com objetivo de contribuir para o pensamento econômico e administrativo do Estado para propor soluções nesta área.

Inscrição e Submissão de artigos

 Professores, pesquisadores, especialistas e estudantes têm até o dia 30 de maio para fazer a inscrição e submeter os artigos na conferência internacional. Os trabalhos podem estar relacionados nos temas centrais, como em áreas correlatas.  As propostas deverão ser submetidas mediante um Extended Abstract, preenchido através do formulário disponível no sistema de submissão.

Sobre o AMAS

Amazonian Magement Symposium conta com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), além do apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Programa de Pós-graduação em Administração da FEA/USP, Fundação Instituto de Administração (FIA Business School), Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e Associação Latino-Iberoamericana de Gestão Tecnológica (Altec).

IMG_4901

O congresso, que traz para o debate a temática central sob a ótica da Inovação, Sustentabilidade e Governança, contará com a participação de palestrantes nacionais e internacionais

A conferência almeja reunir pesquisadores e participantes de vários países, de renomadas instituições americanas, latino-americanas, europeias e asiáticas, dedicados ao estudo da inovação, sustentabilidade e governança como temas de grande importância para a região amazônica. Será uma oportunidade para integrar pesquisadores e dirigentes de empresas públicas, privadas além de associações da sociedade civil e ONGs, tanto nacional como internacional, na discussão dos desafios enfrentados pela região amazônica.

Para saber mais acesse: AMAS CONFERENCE

Fonte: Departamento de Difusão do Conhecimento – Decon

O post Fapeam participa de reunião com o comitê do AMAS apareceu primeiro em FAPEAM.

Inpa recebe a 1ª Conferência Internacional sobre Processos Inovativos na Amazônia

Realizado pelo Arranjo Amoci, o evento terá alcance internacional em 2018 com a participação de atores regionais, nacionais e internacionais, referências nas áreas de propriedade intelectual, transferência de tecnologia, empreendedorismo einovação

 

Da Redação – AscomInpa

Banners: Flávio Rosas - Amoci

 

Com a proposta de abordar as interações entre quem faz ciência e quem capta os resultados obtidos pelas pesquisas para transformar em novos investimentos no país, acontece nos dias 7 e 8 de junho a 1ª Conferência Internacional sobre Processos Inovativos na Amazônia: Interfaces entre ICT, empresários e investidores. O evento será realizado no Auditório da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC).

 

O evento é promovido e organizado pelo Arranjo do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Amazônia Ocidental (Amoci). Com sede no Inpa, o Amoci é composto por 23 Instituições Científicas e Tecnológicas (ICT) distribuídas no Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia.

 

“Nosso objetivo com a Conferência é capacitar os integrantes do Arranjo na cultura e na prática da propriedade intelectual, transferência de tecnologias, empreendedorismo e inovação no âmbito das instituições públicas e privadas de ensino e pesquisa da Amazônia”, disse a coordenadora do Arranjo Amoci, a economista com mestrado em propriedade intelectual e inovação Noélia Falcão, que também é coordenadora de Extensão Tecnológica e Inovação do Inpa.

 

O evento é gratuito e será realizado em horário integral. Também haverá a entrega de certificado aos participantes. As inscrições podem ser feitas no link: goo.gl/nZ7y34

 

 

BannerAmociPortalINPA

 

A Conferência contará com a presença do presidente do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), Dr. Luiz Otávio Pimentel, que fará a palestra magna, no dia 7 de junho, às 9h,com o tema “Panorama do uso de instrumentos de Propriedade Industrial para fomentar a inovação no Brasil”.

 

De acordo com a programação, nas palestras e painéis serão apresentados diversos temas, dentre eles as ferramentas para atuação dos Núcleos de Inovação Tecnológica: as novidades do Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação - regulamentado em fevereiro deste ano (Dr. Gesil Amarante do FORTEC) e a Plataforma SisGen, obrigatória para o pedido de proteção junto ao INPI, de tecnologias advindas de pesquisas com acesso ao patrimônio genético e ao Conhecimento Tradicional Associado.

 

Também serão abordadas a Lei do Bem e a Lei da Informática, que cria a concessão de incentivos fiscais às pessoas jurídicas que realizarem pesquisa e desenvolvimento para a inovação tecnológica.

 

No dia 08 de junho, segundo e último dia do evento, um painel irá apresentar uma ampla abordagem sobre propriedade intelectual e transferência de tecnologiacom a presença do Dr. Xiangdong Chen, da Beihang University em Pequim (China).

 

Outros convidados de renomes regionais e nacionais, como o Dr. Araken Alves de Lima do PROFNIT/UFSC e o Dr. Luis Felipe Uebel do SIDIA/Samsung, debaterão sobre a interação entre as universidades e as empresas, visando a transformação do que é desenvolvido pelos pesquisadores em produtos com potencial de mercado.

 

ProgramacaoAmociPortalINPA

 

A titular da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento (Semtrad), Ananda Carvalho, uma das palestrantes, irá falar sobre as práticas consideradas inovadoras para startups,de acordo com as novidades que surgiram recentemente no Vale do Silício.

 

O Gerente Sênior de P&D da Linx, Mauro Herrera, irá falar sobre o caso de sucesso da startup amazonense Neemu, referência nacional no desenvolvimento de tecnologias de busca e recomendação de produtos em plataformas dee-Commerce, adquirida pela empresa de tecnologia para a gestão de varejo Linx, em 2015, por R$ 50 milhões.

 

Os Arranjos de Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) foram criados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para “operar em forma de rede colaborativa, e otimizar e compartilhar recursos, disseminar boas práticas de gestão da inovação e de proteção à propriedade intelectual e transferência de tecnologia”.

 

Serviço:

O que: 1ª Conferência Internacional sobre Processos Inovativos na Amazônia: Interfaces entre ICT, empresários e investidores

Quando: 07 e 08 de junho de 2018

Onde: Auditório do Bosque da Ciência/Inpa, entrada pela Av. André Araújo, 2936 - Aleixo.

Prêmio e-Gov está com inscrições abertas

 Prêmio e-Gov reconhece os melhores cases dos profissionais do setor público 

A 17ª edição do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov) abre as inscrições para quem atua no serviço público ou na administração pública e tem algum case de TIC que se converte em benefícios para o cidadão. Realizado anualmente, o Prêmio e-Gov tem como objetivos incentivar e disseminar as soluções de governo eletrônico que além de modernizarem a gestão pública, geram impacto direto na vida dos brasileiros.

A premiação sempre acontece no SECOP (Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública), uma iniciativa da ABEP (Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação).

O evento este ano será realizado entre os dias 8 e 10 de agosto, em Florianópolis (SC). Todos os finalistas vão ao SECOP com todas as despesas pagas.

Além da oportunidade de expor o seu case e ser reconhecido por todo o Brasil, o grande vencedor ainda ganha R$ 10 mil e a oportunidade de palestrar para todos os participantes do SECOP 2018.

As inscrições vão até o dia 30/05. Para conferir o regulamento e mais informações, acesse www.premioegov.org.br.

Banner---Premio-e-Gov-(SITEABEP)

Sobre o Prêmio e-Gov

O Prêmio Excelência em Governo Eletrônico – e-Gov foi criado em 2002, pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP) e pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Entregue anualmente, tem como objetivos reconhecer e incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções de governo eletrônico nas administrações públicas federais, estaduais e municipais, assim como divulgar as iniciativas que, com o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação, modernizam a gestão pública em benefício do cidadão brasileiro.

Sobre o SECOP

O mais importante evento de TIC para a gestão pública do Brasil, o SECOP, é uma iniciativa da ABEP – Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação. A cada ano, o SECOP é organizado por uma das associadas ABEP: empresas estaduais de TIC espalhadas pelo Brasil.

Em sua 46ª edição, o SECOP é organizado pelo Ciasc – Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina.

Voltado para profissionais do setor público de todo o Brasil, representantes das 3 esferas de Governo

Sobre a ABEP

Atua no fortalecimento da cooperação entre suas associadas em todo o País há quase quatro décadas.

Missão

Promover a cooperação entre as suas associadas e participar efetivamente na formulação de políticas públicas de TIC, nas diversas esferas governamentais, visando ao fortalecimento da informática pública como instrumento de gestão, prestação de serviços e cidadania.

As Afiliadas

Todas as empresas estaduais de TIC do País integram hoje a ABEP. Essa entidades atuam na busca da modernização administrativa, aliada à qualidade e produtividade dos serviços que os governos estaduais prestam à sociedade em setores como educação, saúde, transportes, segurança pública, habitação, entre tantos outros.

Fonte: Prodam

 

O post Prêmio e-Gov está com inscrições abertas apareceu primeiro em FAPEAM.

Inpa prorroga inscrições para o mestrado com dez vagas em Agricultura no Trópico Úmido

A prova de conhecimento será realizada em Manaus, no dia 21 de junho, às 8h30h, na sala de aula do PPG-ATU

 

Da Redação - Ascom Inpa

Arte: Ayrton Hugo    

SELEÇ MESTR prorrogado portal

                                                                 

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônica (Inpa/MCTIC) prorrogou até a próxima sexta-feira (25) as inscrições para o processo de seleção no mestrado em Agricultura no Trópico Úmido (ATU). O curso oferece dez vagas para ingresso no semestre que iniciará em agosto de 2018.

Os interessados em participar do processo seletivo poderão realizar as inscrições das 8h às 12h, na Secretaria Adjunta da Pós-Graduação, no Campus III do Inpa, localizado na Av. Ephigenio Salles, 2239 (acesso pela Av. da Lua s/nº do Conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo).  

De acordo com o Edital nº005/18, a prova de conhecimento será realizada em Manaus, no dia 21 de junho, às 8h30, na sala de aula do Programa de Pós-Graduação em Agricultura no Trópico Úmido (PPG-ATU). Já a prova de suficiência em língua inglesa será realizada às 15h30 do dia 21 de julho.  

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria Adjunta da Pós-Graduação com Ana Serra Campos ou pelos telefones (92) 3643-1844/1838 ou ainda pelo e-mail selecaoppgatu@gmail.com

Ministério da Saúde abre Inscrições para a Chamada Pública de Apoio a Eventos Técnico-Científicos em Saúde

A divulgação dos resultados será feita a partir de 11/06/2018

As inscrições para a Chamada Pública de Apoio a Eventos Técnico-Científicos em Saúde de 2018 estão abertas até às 17h do dia 02 de junho de 2018. O investimento total da chamada é de um milhão de reais, que serão distribuídos em apoio financeiro entre 100 a 250 mil reais, a depender da quantidade de participantes dos eventos contemplados.

Podem participar instituições nacionais, sem fins lucrativos (órgãos da administração pública federal, estadual e municipal, instituições, fundações, associações ou sociedades científicas brasileiras e conselhos da área da saúde), que atendam aos critérios do edital e queiram realizar eventos de caráter técnico-científico na área da saúde entre 20/09/2018 a 15/12/2018.

A chamada pública objetiva disseminar, fortalecer e incentivar a produção científica, tecnológica e a inovação regional, nacional e internacional como subsídio para a tomada de decisão e para o enfrentamento de problemas prioritários de saúde pública, reunindo resultados de pesquisas com capacidade de implementação no sistema público.

O investimento total da chamada é de um milhão de reais, que serão distribuídos em apoio financeiro entre 100 a 250 mil reais, a depender da quantidade de participantes dos eventos contemplados

O investimento total da chamada é de um milhão de reais, que serão distribuídos em apoio financeiro entre 100 a 250 mil reais, a depender da quantidade de participantes dos eventos contemplados

As propostas serão avaliadas de acordo com os seus potenciais de priorização de temas estratégicos para o SUS, originalidade e inovação do evento, oferta de espaços de discussão e interação, aperfeiçoamento e qualificação dos atores que atuam no âmbito do SUS, entre outros critérios. A divulgação dos resultados será feita a partir de 11/06/2018.

Inscrições pelo site.

Chamada Pública de Apoio a Eventos Científicos em Saúde

Dissemina novos conhecimentos e tecnologias além garantir maior intercambio científico entre pesquisadores e gestores da área da saúde. Criada desde, 2003, a Chamada faz parte do fomento a produção cientifica nos estados brasileiros de acordo com as necessidades locais, para promover melhorias para a saúde da população, uma das ações do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS).

A Chamada Pública de Apoio a Eventos Científicos em Saúde é organizada pela Coordenação-Geral de Gestão de Conhecimento do Decit/SCTIE/MS.

Fonte: Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos – SCTIE

 

O post Ministério da Saúde abre Inscrições para a Chamada Pública de Apoio a Eventos Técnico-Científicos em Saúde apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam divulga resultado do PROTI – Amazônia – Mobilidade

O programa é resultado de parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa)

Ações de colaboração científica e tecnológica ganharão reforço no Estado. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou o resultado do Programa de Tecnologia da Informação na Amazônia (PROTI) Amazônia – Mobilidade referente ao edital 009/2017. O programa é realizado em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Foram contemplados os projetos “Programa de Mobilidade para Cooperação e Desenvolvimento de Pesquisas na Área de Tecnologia da Informação e Engenharia Eletrônica”, submetido por Isaac Benjamin Benchimol, do Instituto Federal do Amazonas (IFAM); “Mobilidade para Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologia da Informação para o fortalecimento do setor de criação de Sistemas, Aplicativos e Jogos Eletrônicos no Estado do Amazonas (Gamesama)”, de Jucimar Maia da Silva Júnior, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA); e por último o projeto “Melhorias na Internacionalização dos Programas de Pós-graduação da Universidade Federal do Amazonas”, que teve como proponente Tayana Uchôa Conte, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Todos os proponentes possuem titulação de Doutorado em áreas do conhecimento relacionadas à Tecnologia de Informação, incluindo Ciência da Computação, Eletrônica e Ciência da Informação. O prazo de execução dos projetos é de oito meses. Os limites estabelecidos para o valor máximo a ser concedido para as propostas aprovadas serão proporcionais ao número total de doutores pertencentes ao quadro efetivo de docentes das instituições proponentes.

smart-home-3148026_1920

O PROTI – Amazônia – Mobilidade é uma ação vinculada ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Setor de Tecnologia da Informação na Amazônia (PROTI–Amazônia), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), por meio da Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP

Sobre o PROTI – Amazônia – Mobilidade 

O Programa de Tecnologia da Informação na Amazônia – Mobilidade tem por finalidade apoiar o planejamento e a execução de projetos conjuntos de pesquisa, capacitação e inovação, no âmbito da colaboração científica e tecnológica. Estavam aptos a apresentar propostas, os pesquisadores vinculados a instituições de pesquisa e/ou ensino superior (públicas ou privadas), institutos de pesquisa, empresas públicas de pesquisa e desenvolvimento, que atuem em investigação científica ou tecnológica, credenciadas pelo comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda) em Estados da Amazônia Ocidental; bem como pesquisadores e docentes de outros Estados da Federação e de outros países, mediante a seleção de propostas nas áreas do conhecimento relacionadas à Tecnologia da Informação, incluindo Ciência da Computação, Eletrônica e Ciência da Informação.

PROTI – Amazônia – Mobilidade é uma ação vinculada ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Setor de Tecnologia da Informação na Amazônia (PROTI–Amazônia), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), por meio da Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP. No Amazonas, foi viabilizado por meio de convênio (Acordo de Cooperação financeira n. 01.10.0728-00) firmado entre a Fapeam e a Suframa.

Fonte: Agência Fapeam

O post Fapeam divulga resultado do PROTI – Amazônia – Mobilidade apareceu primeiro em FAPEAM.

Inpa capacita trabalhadores que atuam no beneficiamento de tambaqui cultivado

O projeto Implantação das Unidades Demonstrativas Agroflorestais na Amazônia (IUDAA) está oferecendo 20 vagas. A oficina é gratuita

 

Da Redação – Ascom Inpa

Fotos: Carlos Ferreira, Luciete Pedrosa e Elizabeth Gusmão

 

Para melhorar o conhecimento de quem atua com o beneficiamento do pescado, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) realiza de 28 a 30 de maio uma Oficina de Tecnologia do Pescado, no Laboratório de Tecnologia de Alimentos do Instituto, Campus III (V-8). A atividade é gratuita e os interessados podem se inscrever até o dia 23 deste mês. São oferecidas 20 vagas com aulas no horário integral.

 

A oficina está focada na qualidade e processamento de produtos de pesca a partir do tambaqui cultivado, uma das espécies mais consumidas no Amazonas. O público-alvo é formado por todos aqueles que já atuam na transformação do pescado em alimento, desde o pessoal que atua nos frigoríficos passando pelas merendeiras, gastrônomos, além de produtores rurais e extensionistas.

 

TambaquidefumadofumacaliquidaFotoCarlosFreireCalafateFerreira

 

“Queremos melhorar os conhecimentos básicos e tecnológicos de quem está trabalhando no beneficiamento do pescado, mostrando análises que são feitas para avaliar a qualidade e tecnologias empregadas como defumação, salga e secagem, além de aproveitamento do pescado triturado para fazer embutidos e empanados”, disse o pesquisador Rogério de Jesus, um dos instrutores.

 

O número de vagas na oficina é limitado a 20, devido ao tamanho da sala e laboratório disponíveis para as aulas. Os interessados devem preencher formulário e enviá-lo para o e-mail andreza.leao@hotmail.com. Após seleção, os candidatos serão informados do resultado. baixe aqui o formulário de inscrição.

  

A capacitação faz parte do projeto “Implantação das Unidades Demonstrativas Agroflorestais na Amazônia (IUDAA)”, subprojeto de aquicultura coordenado pela pesquisadora Elizabeth Gusmão. A coordenação geral é da titular da Coordenação de Tecnologia Social (Cots/Inpa), a psicóloga Denise Gutierrez. O IUDAA conta com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e atua nas áreas de piscicultura e plantios agroflorestais.

 

Atividades

 

Conforme o programa da Oficina de Tecnologia de Pescado, os temas serão apresentados e discutidos por meio de aulas teóricas e práticas, sobre Influência dos métodos de abate (hipotermia e asfixia) sobre a qualidade da carne do tambaqui cultivado; Índices de qualidade do tambaqui abatido em diferentes tempos amostrais (despesca, transporte e após tempos de recuperação) e Tecnologias de processamento do tambaqui cultivado.

 

 

Pesquisador Rogério de Jesus Foto Luciete Pedrosa Ascom Inpa

 

Entre essas tecnologias estão refrigeração e congelamento de cortes comerciais de tambaqui, salga e secagem do pescado, defumados de pescado e produtos obtidos a partir do pescado triturado (empanados e embutidos de pescado).

 

Conforme Rogério de Jesus, que é engenheiro de pesca com doutorado em Ciências do Alimento, esta é a segunda oficina de tecnologia do pescado que ministra dentro do projeto IUDAA. No ano passado, foi mostrado aos produtores rurais, por exemplo, a importância e necessidade do manejo para melhorar o pescado na ponta do processo, que é a hora do beneficiamento.

 

“Para a despesca, o peixe precisa estar em jejum de 24 horas e não pode estressar o animal durante o abate, pois isso vai melhorar a qualidade do músculo do pescado na hora de ter um alimento de boa qualidade”, explicou Jesus.

 

tambaqui 1 Foto Elizabeth Gusmão Acervo pesquisadora Inpa

 

Além de Jesus, estão envolvidos na oficina o pesquisador Nilson Carvalho, a doutoranda Joana Mendes e o engenheiro de pesca José Ribamar de Castro.

 

O Campus III do Inpa fica no V-8, com entrada ao lado da portaria da Associação dos Servidores do Inpa (Assinpa), situada na rua da Lua, no Conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus.