Arquivo da Categoria: investimentos

Programas voltados para o desenvolvimento do interior do AM serão uma das prioridades da Fapeam

Previsão é lançar programas que fomentem a CT&I no Estado, mas que também  tenham foco no desenvolvimento do Interior do Amazonas

Projetos que tenham foco no aproveitamento, desenvolvimento e fortalecimento das potencialidades dos municípios do interior do Amazonas serão uma das linhas de prioridades da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A afirmação é do novo diretor-presidente da Fapeam, Edson Barcelos, que assumiu a direção da instituição no mês de fevereiro.

Segundo Barcelos, a ideia é trabalhar com programas, estrategicamente criados, voltados para o desenvolvimento dos municípios do Amazonas. O incentivo é para alavancar a economia do Estado por meio do uso da tecnologia, para a geração de emprego e renda à população no interior do Estado.

Para o diretor-presidente da Fapeam só é possível promover o desenvolvimento  da Amazônia, pelo  uso sustentável da biodiversidade por meio da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). Segundo ele, nesse processo a Fapeam tem um papel fundamental no fortalecimento do cenário científico no Amazonas, sendo capaz, inclusive, de  conduzir  o fluxo de capacidade  de pesquisa para os assuntos de interesse do Estado, por meio do direcionamento da geração de conhecimento, tecnologia, bens e serviços que podem ser apropriados e aplicados no interior  com o objetivo de melhorar a vida do caboclo e reduzir os desequilíbrios internos.

“Vamos olhar para o interior do Estado, selecionando tudo o que foi feito na área da pesquisa com o apoio da Fapeam, que seja possível transformar em bens, serviços, produtos ou processos e acelerar a transferência de tecnologia. A ideia é pegar tudo isso e oferecer aos nossos prefeitos, ribeirinhos e empreendedores locais para que se possa gerar empregos e renda. Dessa forma acreditamos poder  influenciar, melhorar e mudar a vida da população. Essa foi uma das recomendações do Governador do Amazonas, Amazonino Mendes”, contou.

presidente2

Dr. Edson Barcelos assumiu a direção da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas em fevereiro

 

Engenheiro agrônomo e doutor em Melhoramento Genético, Barcelos disse que com o lançamento de editais específicos pela Fapeam para atender a demanda do interior do Estado, os pesquisadores poderão direcionar a pesquisa e assim trazer resultados em curto prazo que beneficiem, diretamente, a população amazonense.

“Estamos perdendo um mercado fantástico. Por exemplo, a natureza nos deu uma grande riqueza de açaí no interior do Estado, mas hoje temos em torno de 15 indústrias de açaí no Amazonas. Esse número poderia ser maior. Por isso, uma alternativa é direcionar alguns editais da Fapeam para transformar o conhecimento das instituições em atividades, bens e processos para serem desenvolvidos no interior do Estado, que possam ser objetos inclusive de um possível financiamento pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam)”, disse.

Sobre lançamentos de novos editais como os que contribuem para formação de recursos humanos, que concedem bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado, Barcelos disse que a ideia é manter a mesma política de editais anteriores, que em breve novos editais para estas áreas serão lançados pela instituição.

Outro ponto que o diretor-presidente da Fapeam frisou foi em relação ao pagamento das bolsas. Segundo ele, a Fapeam e o Governo do Estado estão empenhados para que o pagamento seja feito dentro do prazo estipulado.

Novo diretor-presidente da Fapeam

Edson Barcelos possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1984) e doutorado em Ciências Agronômicas/Melhoramento Genético de Plantas pela Escola Nacional Superior de Agronomia de Montpellier, França (1998).

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

Foto: Aguilar Abecassis

 

O post Programas voltados para o desenvolvimento do interior do AM serão uma das prioridades da Fapeam apareceu primeiro em FAPEAM.

Programas voltados para o desenvolvimento do interior do AM serão uma das prioridades da Fapeam

Previsão é lançar programas que fomentem a CT&I no Estado, mas que também  tenham foco no desenvolvimento do Interior do Amazonas

Projetos que tenham foco no aproveitamento, desenvolvimento e fortalecimento das potencialidades dos municípios do interior do Amazonas serão uma das linhas de prioridades da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A afirmação é do novo diretor-presidente da Fapeam, Edson Barcelos, que assumiu a direção da instituição no mês de fevereiro.

Segundo Barcelos, a ideia é trabalhar com programas, estrategicamente criados, voltados para o desenvolvimento dos municípios do Amazonas. O incentivo é para alavancar a economia do Estado por meio do uso da tecnologia, para a geração de emprego e renda à população no interior do Estado.

Para o diretor-presidente da Fapeam só é possível promover o desenvolvimento  da Amazônia, pelo  uso sustentável da biodiversidade por meio da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). Segundo ele, nesse processo a Fapeam tem um papel fundamental no fortalecimento do cenário científico no Amazonas, sendo capaz, inclusive, de  conduzir  o fluxo de capacidade  de pesquisa para os assuntos de interesse do Estado, por meio do direcionamento da geração de conhecimento, tecnologia, bens e serviços que podem ser apropriados e aplicados no interior  com o objetivo de melhorar a vida do caboclo e reduzir os desequilíbrios internos.

“Vamos olhar para o interior do Estado, selecionando tudo o que foi feito na área da pesquisa com o apoio da Fapeam, que seja possível transformar em bens, serviços, produtos ou processos e acelerar a transferência de tecnologia. A ideia é pegar tudo isso e oferecer aos nossos prefeitos, ribeirinhos e empreendedores locais para que se possa gerar empregos e renda. Dessa forma acreditamos poder  influenciar, melhorar e mudar a vida da população. Essa foi uma das recomendações do Governador do Amazonas, Amazonino Mendes”, contou.

presidente2

Dr. Edson Barcelos assumiu a direção da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas em fevereiro

 

Engenheiro agrônomo e doutor em Melhoramento Genético, Barcelos disse que com o lançamento de editais específicos pela Fapeam para atender a demanda do interior do Estado, os pesquisadores poderão direcionar a pesquisa e assim trazer resultados em curto prazo que beneficiem, diretamente, a população amazonense.

“Estamos perdendo um mercado fantástico. Por exemplo, a natureza nos deu uma grande riqueza de açaí no interior do Estado, mas hoje temos em torno de 15 indústrias de açaí no Amazonas. Esse número poderia ser maior. Por isso, uma alternativa é direcionar alguns editais da Fapeam para transformar o conhecimento das instituições em atividades, bens e processos para serem desenvolvidos no interior do Estado, que possam ser objetos inclusive de um possível financiamento pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam)”, disse.

Sobre lançamentos de novos editais como os que contribuem para formação de recursos humanos, que concedem bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado, Barcelos disse que a ideia é manter a mesma política de editais anteriores, que em breve novos editais para estas áreas serão lançados pela instituição.

Outro ponto que o diretor-presidente da Fapeam frisou foi em relação ao pagamento das bolsas. Segundo ele, a Fapeam e o Governo do Estado estão empenhados para que o pagamento seja feito dentro do prazo estipulado.

Novo diretor-presidente da Fapeam

Edson Barcelos possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1984) e doutorado em Ciências Agronômicas/Melhoramento Genético de Plantas pela Escola Nacional Superior de Agronomia de Montpellier, França (1998).

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

Foto: Aguilar Abecassis

 

O post Programas voltados para o desenvolvimento do interior do AM serão uma das prioridades da Fapeam apareceu primeiro em FAPEAM.

Editais que contemplam bolsas de pós-graduação para o interior do AM e ao apoio de fixação de doutores no Estado são analisados pela Fapeam

 Editais foram analisados pela Câmara de Assessoramento Científico- Pós-Graduação da Fapeam. A previsão é que sejam lançados na próxima semana

Mais de R$10 milhões serão investidos em bolsas de pós-graduação para o interior do  Amazonas  e para o apoio de fixação de doutores no Estado. Os editais do Programa de Apoio à Fixação de Doutores no Amazonas (Fixam) e Programa de Apoio à Formação de Recursos Humanos Pós-Graduados para o Interior do Estado do Amazonas (Proint) foram analisados, na última sexta-feira (16), pela Câmara de Assessoramento Científico- Pós-Graduação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Os dois editais foram aprovados pela Câmara de Assessoramento Científico- Pós-Graduação da Fapeam. A partir de agora eles passarão pelo Conselho Diretor da Fapeam para homologação. A previsão é que os editais sejam lançados na próxima semana.

O edital do Programa  Fixam será fluxo contínuo, ou seja, ficará em vigência enquanto existirem cotas de bolsas no âmbito do programa. O programa conta com um investimento da ordem de R$5,6 milhões e irá contemplar 20 bolsas para execução do projeto em até 36 meses.

Já o Proint, que visa priorizar os profissionais do interior do Estado do Amazonas, conta R$4,6 milhões para contemplar 40 bolsas, sendo 20 de doutorado e 20 de mestrado.

Segundo o diretor-presidente da Fapeam, Edson Barcelos, um dos critérios dos editais é que as propostas submetidas estejam alinhadas com o desenvolvimento de bens ou serviços com potencial impacto econômico ou social para o desenvolvimento do Estado.

“Tenho a convicção que sem o conhecimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, não é possível desenvolver o Estado”, disse.

 

FOTO DESTAQUE

Câmara de Assessoramento Científico- Pós-Graduação da Fapeam  analisou os editais do Fixam e Proint-AM

 

O diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, destacou que algumas áreas já foram identificadas como estratégicas para o Estado do Amazonas por apresentarem potencial de desenvolvimento econômico e social não apenas para a capital, mas também para o interior do Amazonas.

“As áreas prioritárias serão alvo de investimentos e cuidado maior na seleção de projetos que as atendem. Por isso, os novos editais têm essa preocupação de não apenas desenvolver bens e serviços mas de proporcionar ganhos com relação aos custos que Governo tem para manter algumas áreas como é caso da saúde. Por exemplo, quando você desenvolve alguma metodologia, tecnologia, teste ou medicamento que pode ser empregado no combate de alguma doença típica da região, se pode até não ter o ganho em função da produção desse medicamento, mas terá um custo menor para combater uma doença que será evitada. São projetos que também contribuem para que o Estado possa direcionar seus investimentos em atividades econômicas que possibilitem o desenvolvimento do Amazonas”, explicou.

Proint

 Conceder bolsa de mestrado e doutorado a profissionais graduados residentes no interior do Estado do Amazonas há no mínimo quatro anos ou que mantenham relação de trabalho ou emprego com instituição municipal, estadual ou federal sediada ou com unidade permanente no interior do Estado, interessados em realizar curso de pós-graduação stricto sensu, em programa credenciado pela Capes, em instituições do Amazonas localizadas em município diferente de onde reside o candidato.

Fixam

 Estimular a fixação de recursos humanos com experiência em ciência, tecnologia e inovação e/ou reconhecida competência profissional em instituições de ensino superior e pesquisa, institutos de pesquisa, empresas públicas de pesquisa e desenvolvimento, empresas privadas e microempresas que atuem em investigação científica ou tecnológica.

 

 

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

O post Editais que contemplam bolsas de pós-graduação para o interior do AM e ao apoio de fixação de doutores no Estado são analisados pela Fapeam apareceu primeiro em FAPEAM.