Arquivo da Categoria: Feira de Produtos Orgânicos

Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia completa 1 ano

A edição deste mês da Feira de Produtos Orgânicos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), que aconteceu nesta quinta-feira, 14/11, foi marcada pela comemoração de 1 ano de realização e contou com programação especial.

A Feira começou a ser realizada em novembro de 2018 e continuou como edição mensal, reunindo os agricultores, a comunidade do entorno da Fiocruz Amazônia, trabalhadores da Unidade e pedestres, pois o evento acontece na Praça Sérgio Arouca, na frente da Instituição.

A cada edição da Feira, atividades paralelas, como palestras, oficinas e apresentações diversas ocorrem para atender ao seu objetivo maior de promover a integração entre pessoas e a sensibilização para o consumo de alimentos orgânicos, além da valorização do agricultor familiar.

A Feira, desde a primeira edição, é organizada e coordenada pelo Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass) do ILMD/Fiocruz Amazônia, em parceria com a Coordenação Regional Norte da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente da Fiocruz (Obsma), com apoio da coordenação regional do Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública  (Asfoc-AM).

Sérgio Luz, pesquisador e diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia ressaltou a importância da iniciativa dos pesquisadores da Instituição e                                                                                                  dedicou a celebração especialmente aos agricultores, que acreditam no projeto e participam todos os meses trazendo alimentos regionais saudáveis para serem vendidos na Feira. “Essa comemoração é para vocês, os produtores, que são os protagonistas da Feira, e quero agradecer também aos pesquisadores do Tass, que se empenham para levar adiante a iniciativa, lembrando que essa oportunidade nos ajuda a repensar os alimentos que levamos para a nossa mesa e a forma como valorizamos o trabalho dos produtores e a nossa qualidade de vida”.

Segundo o pesquisador e coordenador do evento, Marcílio Medeiros, “o Brasil é campeão mundial de consumo de agrotóxico e a Feira funciona como uma alternativa no intuito de controlar esse problema. Desde 2016, foi instituído e tem sido realizadas várias atividades. Já existia no Amazonas, um movimento chamado Rede Maniva de difusão da produção orgânica, um grupo de pesquisadores do IFAM, junto com a UFAM, atuando para propagar a produção agrícola sem agrotóxico, portanto o Fórum incorporou essa agenda e nós também incorporamos”.

CSA MANAUS

Prestes a completar 2 anos em fevereiro, o CSA Manaus (Comunidade que Sustenta a Agricultura) atua como uma organização sem fins lucrativos. O principal objetivo é fazer com que mais agricultores familiares produzam os orgânicos de acordo com esse modelo de produção, que busca a cooperação ao invés da competição e, assim, criar novos pontos de abertura de retirada de alimentos na capital.

Duas cotas diferentes são parte dessa rede de atendimento: a primeira custa 90 reais e atende 1 a 2 pessoas; a segunda custa 150 reais e atende de 3 a 4 pessoas. Atualmente, conta com 40 membros coagricultores e com meta de chegar a aproximadamente 100.  Vale ressaltar que uma parte do valor mensal é destinado a um fundo coletivo do CSA, que pode ser utilizado para urgências e investimentos.

Joedi Melo, o produtor principal dessa horta, reforça a importância de se “ter uma relação mais próxima com o produtor. O CSA nasce dessa amizade, de querer ter uma relação diferente com o produtor, ter esse vínculo mesmo”.

SOBRE O EVENTO

Produtos orgânicos, cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos, portanto considerados limpos e saudáveis, que respeitam o meio ambiente e contribuem para a preservação dos recursos naturais são alguns dos produtos ofertados na feira. Hortaliças, frutos regionais de época, plantas medicinais e plantas comestíveis são os principais produtos agrícolas orgânicos comercializados, além de artesanatos, alimentos feitos de produtos orgânicos e mudas de plantas.

A próxima edição da Feira de Produtos Orgânicos será no dia 12 de dezembro, a última desse ano de 2019. A feira acontece na rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Diovana Rodrigues
Fotos: Eduardo Gomes e Diovana Rodrigues

 

Projeto Sonora é destaque durante Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia

Você já visitou um museu imaginário? Uma dupla de artistas de São Paulo que criam uma espécie de imersão sonora sobre a biodiversidade da floresta estiveram ontem, 15/8, apresentado o “projeto sonora”, durante mais uma edição da Feira de Produtos Orgânicos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/ Fiocruz Amazônia).

O Sonora é uma organização independente e sem fins lucrativos que desenvolve museus imaginários, que atuam como ferramenta de ensino e aprendizagem para promover acesso a conhecimentos sobre ciência, conservação, mobilidade urbana, sustentabilidade e justiça social.

As atividades de imersão sonora se utilizam de som e palavra para comunicar ideias, pesquisas e narrativas. A intenção é proporcionar elementos que instigam o repertório individual dos participantes através de um território de co-imaginação. O ILMD/Fiocruz Amazônia recebeu para esta edição os alunos da Escola Estadual Angelo Ramazzotti e do Instituto Batista Ida Nelson.

Vendados os estudantes ouviam a voz suave do músico Bruno Garibaldi narrando a aventura, interpelada pela sonoplastia amazônica, manejada eletronicamente pela também artista Luisa Puterman. Criado em 2016, o projeto usa o som como ferramenta de deslocamento imaginativo, apresentando-se em escolas, hospitais, penitenciárias e outros espaços, a dupla ativa a capacidade imaginativa de quem se dispõe a fechar os olhos.

Garibaldi, um dos coordenadores do projeto, conta que a equipe escolheu a Amazônia por diversos fatores, como falar sobre biodiversidade, aspectos da biologia, zoologia, da botânica, além da possibilidade de criar museus imaginários de história natural do Amazônia. “Trabalhar com um imaginário da Amazônia é muito profundo no tecido social brasileiro, usar da Amazônia para estimular esse imaginário, também vinculado ao exercício do pensamento científico, ainda mais no contexto político que nos encontramos hoje, onde a Amazônia está com seu futuro correndo perigo, com o pensamento científico sendo desvalorizado, o projeto vem justamente para democratizar e fazer essa ponte entre a sociedade e a ciência”, destacou.

Em atividades pela cidade de Manaus, o Projeto Sonora desenvolve ações que fazem parte do projeto Imersão Amazônia, uma atividade de divulgação científica que visa produzir e apresentar experiências de imersão com o apoio do Instituto Serrapilheira e colaboração com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) e o LABVERDE.

A cada edição da Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia, são realizadas palestras que visam incorporar questões de agendas públicas que precisam de visibilidade nos espaços públicos.

SOBRE A FEIRA

O evento é promovido pelo Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass) do ILMD/Fiocruz Amazônia, em parceria com a Coordenação Regional Norte da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente da Fiocruz (Obsma), com apoio da coordenação regional Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública  (Asfoc-AM).

Participam da Feira de Produtos Orgânicos, agricultores da Associação dos Agricultores São Francisco de Assis – Ramal da Cachoeira, entidade ligada à Rede Maniva de Agroecologia do Amazonas (Rema).

Dentre os produtos agrícolas orgânicos comercializados, estão hortaliças, frutos regionais de época, plantas medicinais e plantas comestíveis não convencionais, entre outros. Artesanato, alimentos feitos a partir de produtos orgânicos e mudas de plantas também estão na feira. São produtos orgânicos os cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos, portanto produtos considerados limpos e saudáveis, que respeitam o meio ambiente e contribuem para a preservação dos recursos naturais.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Fotos: Eduardo Gomes

Feira de Produtos Orgânicos na Fiocruz Amazônia, nesta quinta-feira, 13/6

Nesta quinta-feira, 13/6, de 8h30 às 13h, na calçada do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) será realizada mais uma edição da Feira de Produtos Orgânicos, evento promovido pelo Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass), em parceria com a Asfoc-AM.

A atividade visa sensibilizar trabalhadores da Fiocruz Amazônia e comunidade do entorno para a importância da adoção de uma dieta livre de agrotóxicos, além de estimular o consumo de plantas alimentícias não-convencionais (Pancs).

OFICINA DE PÃO

Na oportunidade, será promovida a palestra “Oficina de Pão: uma proposta para o pão nosso de cada dia”, evento que acontece como parte da Feira de Produtos Orgânicos, às 10h, no Salão Canoas, auditório da Fiocruz Amazônia. A palestra será apresentada pelos produtores de pães com fermentação natural, Eduardo Fernandes e Amable Alves.

Segundo os organizadores da feira, o objetivo da palestra é dar voz ao produtor orgânico e de produção natural. Os produtores falarão de seus produtos, vantagens de consumo e processos de produção. A idéia é mostrar as vantagens do pão com fermentação natural, ou seja, sem utilização de químicos, para a saúde, tipos e dicas para uma produção caseira.

O quê? Feira de Produtos Orgânicos na Fiocruz Amazônia

Quando? Quinta-feira, 13/6/2019

Horário? 8h30 às 13h

Onde? Rua Teresina, 476, Adrianópolis, Manaus-AM

A FEIRA

Participam da Feira de Produtos Orgânicos, agricultores da Associação dos Agricultores São Francisco de Assis – Ramal da Cachoeira, entidade ligada à Rede Maniva de Agroecologia do Amazonas (Rema).

Dentre os produtos agrícolas orgânicos comercializados estão hortaliças, frutos regionais de época, plantas medicinais e plantas comestíveis não convencionais, entre outros. Artesanato, alimentos feitos a partir de produtos orgânicos e mudas de plantas também estão na feira.

SOBRE ORGÂNICOS

Os produtos orgânicos são cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos. São considerados produtos limpos e saudáveis e que respeitam o meio ambiente e contribuem para a preservação dos recursos naturais.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Movimento Maio Amarelo é tema da Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia

Violência no trânsito também pode ser assunto de feira. Sob esta ótica, a edição deste mês da Feira de Produtos Orgânicos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), que aconteceu nesta quinta-feira, 16/5, ofereceu várias atividades do Movimento Maio Amarelo numa parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

“A feira é um espaço da sociedade onde as coisas acontecem de forma sistêmica. A ideia é, a cada edição da Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia, incorporar questões de agendas públicas que precisam de visibilidade nos espaços públicos”, explica Marcílio Medeiros, pesquisador da Unidade da Fiocruz.

O evento é promovido pelo Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass) do ILMD/Fiocruz Amazônia, em parceria com a Coordenação Regional Norte da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente da Fiocruz (Obsma), com apoio da coordenação regional Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública  (Asfoc-AM)  e, nesta edição, contou também parceria do Detran-AM, por meio da Gerência de Educação para o Trânsito e da Coordenação de Operação Lei Seca.

Durante a Feira, foram realizadas palestras e teatro de fantoche para alunos da Educação Básica de escolas localizadas no entorno da Fiocruz Amazônia, com enfoque em violência do trânsito, com o objetivo de orientar crianças e jovens sobre o correto uso do veículo e de chamar a atenção para se evitar acidentes e mortes no trânsito. Outra atração foi a presença do personagem “Oswaldinho”, mascote da Fiocruz Amazônia, em referência ao cientista, patrono da Instituição, Oswaldo Cruz.

PLATAFORMA DIGITAL

Vale ressaltar que no início deste mês foi assinado um termo de cooperação técnica entre o Detran-AM e a Fiocruz Amazônia para a integração de dados ao projeto de pesquisa “Plataforma Digital Colaborativa da Prevenção e Vigilância das Violências”, coordenado pelos pesquisadores Marcílio Medeiros e Rita Bacuri, do laboratório Tass.

A Plataforma Digital Colaborativa da Prevenção e Vigilância das Violências tem como objetivo desenvolver um aplicativo de vigilância participativa para o controle e redução das lesões e mortes por violência no trânsito de Manaus.

Participam da Feira de Produtos Orgânicos, agricultores da Associação dos Agricultores São Francisco de Assis – Ramal da Cachoeira, entidade ligada à Rede Maniva de Agroecologia do Amazonas (Rema).

Dentre os produtos agrícolas orgânicos comercializados, estão hortaliças, frutos regionais de época, plantas medicinais e plantas comestíveis não convencionais, entre outros. Artesanato, alimentos feitos a partir de produtos orgânicos e mudas de plantas também estão na feira.

 São produtos orgânicos os cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos, portanto produtos considerados limpos e saudáveis, que respeitam o meio ambiente e contribuem para a preservação dos recursos naturais.

A próxima edição da Feira de Produtos Orgânicos será no dia 13 de junho. A feira acontece na rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Eduardo Gomes e Mackesy Nascimento

Feira de Produtos Orgânicos na Fiocruz Amazônia, nesta quinta-feira, 11/4 

Nesta quinta-feira, 11/4, de 8h30 às 13h, na calçada do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) será realizada mais uma edição da Feira de Produtos Orgânicos, evento promovido pelo Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass), em parceria com a Asfoc-AM.

A atividade visa sensibilizar trabalhadores da Fiocruz Amazônia e comunidade do entorno para a importância da adoção de uma dieta livre de agrotóxicos, além de estimular o consumo de plantas alimentícias não-convencionais (Pancs).

O quê? Feira de Produtos Orgânicos na Fiocruz Amazônia

Quando? Quinta-feira, 11/4/2019

Horário? 8h30 às 13h

Onde? Rua Teresina, 476, Adrianópolis, Manaus-AM

A FEIRA

Participam da Feira de Produtos Orgânicos, agricultores da Associação dos Agricultores São Francisco de Assis – Ramal da Cachoeira, entidade ligada à  Rede Maniva de Agroecologia do Amazonas (Rema).

Dentre os produtos agrícolas orgânicos comercializados estão hortaliças, frutos regionais de época, plantas medicinais e plantas comestíveis não convencionais, entre outros. Artesanato, alimentos feitos a partir de produtos orgânicos e mudas de plantas também estão na feira.

SOBRE ORGÂNICOS

Os produtos orgânicos são cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos. São considerados produtos limpos e saudáveis e que respeitam o meio ambiente e contribuem para a preservação dos recursos naturais.

 

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

Orgânicos e PANCs foram assuntos na Fiocruz Amazônia

Você já ouviu falar em “mato de comer” ou em Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs)?

A Feira de Produtos Orgânicos, evento promovido pelo Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia,  por meio do Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (Tass) e da Asfoc-AM, recebeu na última edição, ocorrida no dia 14/3, um reforço na sensibilização para uma alimentação saudável, a palestra “Momento PANC”.

Organizada pela Coordenação da Regional Norte da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma) e ministrada pela chef de cozinha Thábita Cunha, a palestra abordou os seguintes assuntos: O que é PANC? Por que consumir PANC?  A importância da escolha do alimento; PANC é cultura; Consumo de PANC na feira; e Apresentação das espécies da mesa PANC.

Participaram do encontro trabalhadores da Fiocruz Amazônia e produtores rurais que comercializam na Feira de Orgânicos.

A maioria do público, pouco ou quase nada sabia sobre PANCs, mesmo os produtores rurais disseram ter pouca informação de como se pode consumir algumas plantas.

Thábita Cunha disse sentir-se feliz quando usam a expressão “mato de comer”, pois remete a uma alimentação saudável, acessível e cuja produção não afeta o meio ambiente, principalmente em se tratando de plantas nativas. No entanto, ela alerta para que se tenha cautela no preparo desses alimentos e aconselha os interessados no consumo de PANCs a buscarem informações sobre o produto que desejam consumir, e evitar plantas que possam apresentar toxidade.

Acompanhe algumas receitas oferecidas pela  chef:

A Feira de Produtos Orgânicos da Fiocruz Amazônia acontece uma vez por mês e visa sensibilizar trabalhadores da Fiocruz Amazônia e comunidade do entorno para a importância da adoção de uma dieta livre de agrotóxicos. Os produtos orgânicos são considerados limpos, saudáveis e respeitam o meio ambiente, além de contribuírem para a preservação dos recursos naturais.

A próxima edição da feira será no dia 11 de abril.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Eduardo Gomes