Arquivo da Categoria: editais

Termina hoje (16/8) submissão de propostas para o POP CT&I, Coleções Biológicas/Museus e PAREV

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) recebe até esta sexta-feira (16/8)  propostas de projetos para o Programa de Apoio à Organização, Restauração, Preservação e Divulgação das Coleções Biológicas e de Museus do Amazonas (Coleções Biológicas Museus), Programa de Apoio à Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação (Pop CT&I) e Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev).

Os três editais são destinados a apoiar a popularização da ciência.  As propostas devem ser submetidas online por meio do Sistema de Gestão da Informação (SigFapeam).

topo editais 10.07.2019_banner para materia

Programas

O Parev – edital Nº 007/2019  conta com investimento da ordem de R$ 2,2 milhões, com o objetivo de apoiar a realização de eventos regionais, nacionais e internacionais sediados no Amazonas, relacionados à CT&I: congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclo de palestras, conferências e oficinas de trabalho, visando divulgar resultados de pesquisas científicas e contribuir para a promoção do intercâmbio científico e tecnológico.

A primeira chamada do Parev contempla eventos previstos para ocorrer de março a junho de 2020. Já a segunda chamada abrange eventos a serem realizados no período de julho a dezembro de 2020. O  processo de submissão da segunda chamada inicia no próximo sábado (17/8) e encerra  no dia 31 de janeiro.

 A nova edição do Programa conta com aumento percentual de 60,43% de crescimento, em relação a 2018

Coleções Biológicas/Museu- edital N° 008/2019 conta com investimento de R$2,5 milhões para apoiar, com recursos financeiros e bolsas, projetos que visam dar suporte à organização, informatização, gestão e divulgação de coleções biológicas institucionais e de museus já existentes e consideradas estratégicas para o Amazonas, em instituições públicas ou privadas, sem fins lucrativos.

O aumento desta edição é de R$1,3 milhão, um crescimento de 108,33%, em relação à última edição realizada em 2013.

O Pop CT&I – Edital Nº 009/2019 conta com investimento R$800 mil para incentivar e apoiar a realização de eventos de popularização da ciência, por meio do financiamento da produção e distribuição de materiais educativos para democratizar a produção do conhecimento em CT&I, fortalecer a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia/2019 e a própria política pública de CT&I do Amazonas.

Em 2019, a prioridade do POP CT&I é para projetos a serem realizados no interior.

Acesse aqui para mais informações sobre os editais da Fapeam

 

Por Esterffany Martins

 

 

 

 

O post Termina hoje (16/8) submissão de propostas para o POP CT&I, Coleções Biológicas/Museus e PAREV apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam e Seplancti discutem estratégias de CT&I para o Estado

Discutir uma política de fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) que atenda às demandas prioritárias de desenvolvimento do Amazonas e beneficie a população do Estado foram os assuntos tratados em reunião, ocorrida na quarta-feira, 8/5, na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

Segundo a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, na pauta da reunião estava o alinhamento de ações prioritárias, consideradas estratégicas para o Estado, e que devem ser observadas na elaboração de novos editais a serem lançados, ainda este ano, pela Fapeam.

Pela Fapeam participaram do encontro Márcia Perales, a diretora técnico-científica – Marne Vasconcellos, e a diretora administrativo-financeira – Márcia Irene Andrade. Pela Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), o titular da pasta Jório de Albuquerque Veiga Filho e a secretária executiva de CT&I, Tatiana Schor.

Reunião Seplancti Fapeam

Reunião entre Seplancti e Fapeam.

 

Márcia Perales destacou ainda a importância de ouvir o que as instituições de ensino e pesquisa do Amazonas têm a dizer, e por meio da convergência de ideias, buscar soluções para atender às demandas do cenário científico.

Conhecer as demandas das instituições do Estado que buscam apoio para ações de CT&I e pesquisa científica têm sido uma estratégia da Fapeam para viabilizar parcerias amparar o desenvolvimento econômico e social do Estado.

Para o titular da Seplancti,  Jório Veiga Filho, o encontro foi uma oportunidade de discutir ações estratégicas em conjunto entre Seplancti e Fapeam de forma a gerar benefícios para a população amazonense.

De acordo com Tatiana Schor a reunião serviu para delinear possíveis linhas temáticas para apoio ao desenvolvimento do Amazonas.

 

Por Helen de Melo

O post Fapeam e Seplancti discutem estratégias de CT&I para o Estado apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam lança editais no valor total de R$ 5,7 milhões para incentivo a pesquisas com impacto econômico e social

Previsão é que os resultados do Programa Ciência na Escola e Universal Amazonas  sejam divulgados até o mês de junho

Dois novos editais, com recurso no valor total de R$ 5,7 milhões, foram lançados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A finalidade é impulsionar o desenvolvimento de pesquisas com impacto econômico e social na capital e principalmente em municípios do interior.

Um dos programas é o Universal Amazonas, que visa financiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, ou de transferência tecnológica, em todas as áreas de conhecimento, que representem contribuição significativa para o desenvolvimento do Estado. O montante destinado ao programa é de R$ 3,2 milhões. Desse valor, R$ 2,2 milhões serão destinados ao auxílio-pesquisa e R$ 1 milhão para subsídio de bolsas.

Estima-se financiar até 80 propostas no valor de no máximo R$ 40 mil (cada). Os proponentes devem possuir a titulação de Doutor. Não há obrigatoriedade de solicitação de bolsas. Em se tratando de propostas que contemplem somente auxílio pesquisa, os recursos serão repassados em duas parcelas. A primeira será concedida em 2018 e a segunda no próximo ano.

De acordo com o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, o direcionamento a ser dado pela Fundação é a aplicação de recursos em projetos que tenham retorno econômico ou social. Outra prioridade da Fundação é ampliar o desenvolvimento de pesquisas, principalmente, em municípios do interior, uma vez que a capital possui no Polo Industrial de Manaus (PIM) a mola propulsora da economia. “Precisamos desenvolver ações que possibilitem criar condições para que moradores de municípios do interior não necessitem migrar para a capital em busca de  oportunidades”, enfatizou o diretor-técnico.

CENTRO DE PESQUISA NA UEA - FOMENTO FINEP E FAPEAM - FOTO ÉRICO XAVIER-111

Universal Amazonas estima financiar até 80 propostas no valor de no máximo R$ 40 mil (cada)

O atendimento de áreas estratégicas estabelecidas pelo Governo do Estado será um dos critérios de desempate do Programa Universal Amazonas. A vigência do programa será de 20 meses, sendo 18 deles para execução do projeto. A submissão de propostas deve ocorrer até o dia dois de maio de 2018. A divulgação do resultado está prevista para acontecer no mês de junho e em julho, será feita a contratação dos projetos. No último edital do programa, foram submetidas 448 propostas e aprovadas 91.

 Programa Ciência na Escola

Resultado de ação do Governo do Amazonas por meio da Fapeam, Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Programa Ciência na Escola tem como novidade para este ano a ampliação da abrangência do público-alvo. Agora, também podem participar estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental I. Os editais anteriores contemplavam estudantes a partir do 6° ano do Ensino Fundamental II.

“Vamos avaliar como será o comportamento do projeto a partir desta mudança. Com os resultados, quem sabe no futuro podemos reduzir ainda mais a idade e até mesmo aumentar a quantidade de projetos, para que mais crianças participem desde cedo do programa e tenham o contato com o cenário científico”, explicou.

Outro dado positivo da edição 2018 do programa, cujo edital conta com investimento de R$ 2,5 milhões, é com relação ao aumento de projetos contemplados.  O número saltou de 420 para 540. Desse total, 200 serão desenvolvidos na capital e 340 no interior do Estado.

_HORTA ORGÂNICA - PCE FAPEAM - FOTOS ÉRICO XAVIER_-70

Edital do PCE contemplará até 540 projetos. Desse total, 200 serão desenvolvidos na capital e 340 no interior do Estado

O PCE, que objetiva incentivar a aproximação da ciência no ambiente escolar a partir do envolvimento de professores e estudantes em projetos de pesquisa científica e tecnológica, beneficia ainda alunos das modalidades Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar.  A submissão de propostas pode ser feita até o dia quatro de maio deste ano.

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

Fotos- Érico Xavier

O post Fapeam lança editais no valor total de R$ 5,7 milhões para incentivo a pesquisas com impacto econômico e social apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam lança editais no valor total de R$ 5,7 milhões para incentivo a pesquisas com impacto econômico e social

Previsão é que os resultados do Programa Ciência na Escola e Universal Amazonas  sejam divulgados até o mês de junho

Dois novos editais, com recurso no valor total de R$ 5,7 milhões, foram lançados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A finalidade é impulsionar o desenvolvimento de pesquisas com impacto econômico e social na capital e principalmente em municípios do interior.

Um dos programas é o Universal Amazonas, que visa financiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, ou de transferência tecnológica, em todas as áreas de conhecimento, que representem contribuição significativa para o desenvolvimento do Estado. O montante destinado ao programa é de R$ 3,2 milhões. Desse valor, R$ 2,2 milhões serão destinados ao auxílio-pesquisa e R$ 1 milhão para subsídio de bolsas.

Estima-se financiar até 80 propostas no valor de no máximo R$ 40 mil (cada). Os proponentes devem possuir a titulação de Doutor. Não há obrigatoriedade de solicitação de bolsas. Em se tratando de propostas que contemplem somente auxílio pesquisa, os recursos serão repassados em duas parcelas. A primeira será concedida em 2018 e a segunda no próximo ano.

De acordo com o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, o direcionamento a ser dado pela Fundação é a aplicação de recursos em projetos que tenham retorno econômico ou social. Outra prioridade da Fundação é ampliar o desenvolvimento de pesquisas, principalmente, em municípios do interior, uma vez que a capital possui no Polo Industrial de Manaus (PIM) a mola propulsora da economia. “Precisamos desenvolver ações que possibilitem criar condições para que moradores de municípios do interior não necessitem migrar para a capital em busca de  oportunidades”, enfatizou o diretor-técnico.

CENTRO DE PESQUISA NA UEA - FOMENTO FINEP E FAPEAM - FOTO ÉRICO XAVIER-111

Universal Amazonas estima financiar até 80 propostas no valor de no máximo R$ 40 mil (cada)

O atendimento de áreas estratégicas estabelecidas pelo Governo do Estado será um dos critérios de desempate do Programa Universal Amazonas. A vigência do programa será de 20 meses, sendo 18 deles para execução do projeto. A submissão de propostas deve ocorrer até o dia dois de maio de 2018. A divulgação do resultado está prevista para acontecer no mês de junho e em julho, será feita a contratação dos projetos. No último edital do programa, foram submetidas 448 propostas e aprovadas 91.

 Programa Ciência na Escola

Resultado de ação do Governo do Amazonas por meio da Fapeam, Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Programa Ciência na Escola tem como novidade para este ano a ampliação da abrangência do público-alvo. Agora, também podem participar estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental I. Os editais anteriores contemplavam estudantes a partir do 6° ano do Ensino Fundamental II.

“Vamos avaliar como será o comportamento do projeto a partir desta mudança. Com os resultados, quem sabe no futuro podemos reduzir ainda mais a idade e até mesmo aumentar a quantidade de projetos, para que mais crianças participem desde cedo do programa e tenham o contato com o cenário científico”, explicou.

Outro dado positivo da edição 2018 do programa, cujo edital conta com investimento de R$ 2,5 milhões, é com relação ao aumento de projetos contemplados.  O número saltou de 420 para 540. Desse total, 200 serão desenvolvidos na capital e 340 no interior do Estado.

_HORTA ORGÂNICA - PCE FAPEAM - FOTOS ÉRICO XAVIER_-70

Edital do PCE contemplará até 540 projetos. Desse total, 200 serão desenvolvidos na capital e 340 no interior do Estado

O PCE, que objetiva incentivar a aproximação da ciência no ambiente escolar a partir do envolvimento de professores e estudantes em projetos de pesquisa científica e tecnológica, beneficia ainda alunos das modalidades Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar.  A submissão de propostas pode ser feita até o dia quatro de maio deste ano.

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

Fotos- Érico Xavier

O post Fapeam lança editais no valor total de R$ 5,7 milhões para incentivo a pesquisas com impacto econômico e social apareceu primeiro em FAPEAM.

Divulgado novo prazo de inscrição para programas internacionais da CAPES

Os editais para os programas de Professor Visitante (PVE)Pós-doutorado e Doutorado-pleno, chamadas que contemplam bolsas no exterior pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), têm novo prazo de inscrição: até o dia 24 de janeiro. Para estarem aptos, os candidatos deverão observar os requisitos descritos em cada edital.

O novo cronograma foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 18. A publicação também traz alterações no Programa de Doutorado-sanduíche no Exterior (PDSE). O novo texto esclarece que o comprovante de proficiência linguística mínima deverá ser enviado, obrigatoriamente, no momento da concessão da bolsa de estudos. A seleção interna das instituições para o PDSE vai até 9 de fevereiro.

Professor Visitante
Programa tem como objetivo oferecer bolsa no exterior para a realização de estudos avançados após o doutorado e destina-se a pesquisadores ou docentes que possuam vínculo empregatício com instituição brasileira de ensino ou pesquisa. São duas categorias de bolsa: Júnior, para professor ou pesquisador, com vínculo empregatício, que possua até doze anos de doutoramento; ou Sênior, para professor ou pesquisador, com vínculo empregatício, que possua mais de doze anos de doutoramento.

Serão concedidas até 200 bolsas, sendo 100 para cada categoria. A duração da bolsa será definida na concessão, com base na duração aprovada pelas instituições de origem e de destino e o cronograma de execução do projeto proposto, podendo variar entre quatro e 12 meses, prorrogáveis por até seis meses, sem ônus para a CAPES, desde que autorizado pela instituição empregadora e pela CAPES.

Pós-doutorado
Programa oferta bolsas para a realização de estudos avançados fora do Brasil posteriores à obtenção do título de doutor e destina-se a pesquisadores ou docentes com menos de oito anos de formação doutoral e que não possuam vínculo empregatício. Não são aceitas inscrições de estudantes em fase de conclusão de curso.

Para essa modalidade, serão concedidas até 100 bolsas. A duração da bolsa será definida na concessão com base na duração aprovada pela instituição de destino e o cronograma de execução do projeto proposto, podendo variar de seis a 12 meses, prorrogáveis por até seis meses, sem ônus para a CAPES, desde que autorizado pela instituição empregadora e pela CAPES.

Doutorado-pleno
Programa tem a finalidade de oferecer bolsas de doutorado-pleno como alternativa complementar às possibilidades ofertadas pelo conjunto dos programas de pós-graduação no Brasil. Este edital ofertará até 100 bolsas incialmente concedidas por um período de, no máximo, 12 meses. A renovação da concessão é condicionada ao desempenho acadêmico satisfatório do(a) estudante. A duração total da bolsa de doutorado-pleno no exterior será definida com base na duração aprovada pela instituição de destino e cronograma de execução do projeto proposto, não podendo ultrapassar 48meses, com vigência até o mês de defesa da tese.

Para os(as) candidatos(as) selecionados(as) que já estejam realizando o doutorado no exterior, será deduzido da duração total da bolsa o tempo já cumprido com o curso antes da concessão da bolsa, considerando o início das atividades acadêmicas informadas pela instituição à qual estão vinculados. Caso o doutorado não seja concluído dentro do período de concessão, poderá ser requerida pelo bolsista a extensão da permanência no exterior, sem ônus para a CAPES, por no máximo 12 meses. O requerimento será analisado, desde que devidamente fundamentado, e a autorização excepcional da agência para permanência no exterior dependerá de comunicação expressa ao bolsista nesse sentido.

Todos os editais têm previsão de início dos estudos a partir de agosto a novembro de 2018.

Confira o cronograma:

Cronograma

Etapas Datas previstas
Inscrições Até 24 de janeiro de 2018
Resultado Preliminar A partir de 07 de maio de 2018
Resultado final A partir de 14 de junho de 2018
Complementação de Documentos Até 60 dias antes da viagem
Início dos estudos no exterior Agosto a Novembro de 2018

 

Acesse aqui os editais:
Edital 45/2017 – Professor Visitante no Exterior
Edital 46/2017 – Pós-doutorado no Exterior
Edital 48/2017 – Doutorado-pleno no Exterior
Edital 47/2017 – Doutorado-sanduíche no Exterior

Fonte: CCS CAPES

O post Divulgado novo prazo de inscrição para programas internacionais da CAPES apareceu primeiro em FAPEAM.

Manauscult divulga resultado final de apoio a bandas e blocos de rua para o Carnaval 2017

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Cem bandas e blocos de rua receberão apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) para o Carnaval 2017. As bandas foram selecionadas por meio do Edital Nº 09/2016. No total, 164 propostas foram apresentadas. Os eventos deverão ocorrer de 10 de fevereiro a 12 de março.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que os contemplados terão o apoio de som, palco e iluminação e destacou a quantidade de projetos apresentados. “Assim como no Carnaval 2016, o edital deste ano previa o apoio a até 100 bandas ou blocos de rua. Ano passado, 97 propostas foram habilitadas. Este ano, tivemos uma participação maior e um bom número de propostas consistentes a serem habilitadas, de modo que todas as vagas foram preenchidas. A concorrência por meio de edital é a forma mais justa de concedermos apoio a esses eventos”, comentou.

Pelo regulamento, as bandas deveriam atender a requisitos como interesse público e participação popular, histórico, impacto social e relevância cultural, entre outros. Para isso, era necessário comprovar que o evento acontece há pelo menos duas edições, segundo o edital.

O resultado oficial foi divulgado na Edição 4045 do Diário Oficial do Município (DOM), do último dia 13, e também pode ser consultado pelo link: http://bit.ly/edital-blocosderua2017.


Texto: Mônica Figueiredo

Manauscult divulga resultado final de apoio a bandas e blocos de rua para o Carnaval 2017

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Cem bandas e blocos de rua receberão apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) para o Carnaval 2017. As bandas foram selecionadas por meio do Edital Nº 09/2016. No total, 164 propostas foram apresentadas. Os eventos deverão ocorrer de 10 de fevereiro a 12 de março.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que os contemplados terão o apoio de som, palco e iluminação e destacou a quantidade de projetos apresentados. “Assim como no Carnaval 2016, o edital deste ano previa o apoio a até 100 bandas ou blocos de rua. Ano passado, 97 propostas foram habilitadas. Este ano, tivemos uma participação maior e um bom número de propostas consistentes a serem habilitadas, de modo que todas as vagas foram preenchidas. A concorrência por meio de edital é a forma mais justa de concedermos apoio a esses eventos”, comentou.

Pelo regulamento, as bandas deveriam atender a requisitos como interesse público e participação popular, histórico, impacto social e relevância cultural, entre outros. Para isso, era necessário comprovar que o evento acontece há pelo menos duas edições, segundo o edital.

O resultado oficial foi divulgado na Edição 4045 do Diário Oficial do Município (DOM), do último dia 13, e também pode ser consultado pelo link: http://bit.ly/edital-blocosderua2017.


Texto: Mônica Figueiredo

Manauscult divulga resultado final de apoio a bandas e blocos de rua para o Carnaval 2017

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Cem bandas e blocos de rua receberão apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) para o Carnaval 2017. As bandas foram selecionadas por meio do Edital Nº 09/2016. No total, 164 propostas foram apresentadas. Os eventos deverão ocorrer de 10 de fevereiro a 12 de março.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que os contemplados terão o apoio de som, palco e iluminação e destacou a quantidade de projetos apresentados. “Assim como no Carnaval 2016, o edital deste ano previa o apoio a até 100 bandas ou blocos de rua. Ano passado, 97 propostas foram habilitadas. Este ano, tivemos uma participação maior e um bom número de propostas consistentes a serem habilitadas, de modo que todas as vagas foram preenchidas. A concorrência por meio de edital é a forma mais justa de concedermos apoio a esses eventos”, comentou.

Pelo regulamento, as bandas deveriam atender a requisitos como interesse público e participação popular, histórico, impacto social e relevância cultural, entre outros. Para isso, era necessário comprovar que o evento acontece há pelo menos duas edições, segundo o edital.

O resultado oficial foi divulgado na Edição 4045 do Diário Oficial do Município (DOM), do último dia 13, e também pode ser consultado pelo link: http://bit.ly/edital-blocosderua2017.


Texto: Mônica Figueiredo

Manauscult divulga resultado final de apoio a bandas e blocos de rua para o Carnaval 2017

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Cem bandas e blocos de rua receberão apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) para o Carnaval 2017. As bandas foram selecionadas por meio do Edital Nº 09/2016. No total, 164 propostas foram apresentadas. Os eventos deverão ocorrer de 10 de fevereiro a 12 de março.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que os contemplados terão o apoio de som, palco e iluminação e destacou a quantidade de projetos apresentados. “Assim como no Carnaval 2016, o edital deste ano previa o apoio a até 100 bandas ou blocos de rua. Ano passado, 97 propostas foram habilitadas. Este ano, tivemos uma participação maior e um bom número de propostas consistentes a serem habilitadas, de modo que todas as vagas foram preenchidas. A concorrência por meio de edital é a forma mais justa de concedermos apoio a esses eventos”, comentou.

Pelo regulamento, as bandas deveriam atender a requisitos como interesse público e participação popular, histórico, impacto social e relevância cultural, entre outros. Para isso, era necessário comprovar que o evento acontece há pelo menos duas edições, segundo o edital.

O resultado oficial foi divulgado na Edição 4045 do Diário Oficial do Município (DOM), do último dia 13, e também pode ser consultado pelo link: http://bit.ly/edital-blocosderua2017.


Texto: Mônica Figueiredo

Manauscult divulga resultado final de apoio a bandas e blocos de rua para o Carnaval 2017

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Cem bandas e blocos de rua receberão apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) para o Carnaval 2017. As bandas foram selecionadas por meio do Edital Nº 09/2016. No total, 164 propostas foram apresentadas. Os eventos deverão ocorrer de 10 de fevereiro a 12 de março.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que os contemplados terão o apoio de som, palco e iluminação e destacou a quantidade de projetos apresentados. “Assim como no Carnaval 2016, o edital deste ano previa o apoio a até 100 bandas ou blocos de rua. Ano passado, 97 propostas foram habilitadas. Este ano, tivemos uma participação maior e um bom número de propostas consistentes a serem habilitadas, de modo que todas as vagas foram preenchidas. A concorrência por meio de edital é a forma mais justa de concedermos apoio a esses eventos”, comentou.

Pelo regulamento, as bandas deveriam atender a requisitos como interesse público e participação popular, histórico, impacto social e relevância cultural, entre outros. Para isso, era necessário comprovar que o evento acontece há pelo menos duas edições, segundo o edital.

O resultado oficial foi divulgado na Edição 4045 do Diário Oficial do Município (DOM), do último dia 13, e também pode ser consultado pelo link: http://bit.ly/edital-blocosderua2017.


Texto: Mônica Figueiredo