Arquivo da Categoria: Curso de Especialização

Projeto QualificaSUS da Fiocruz Amazônia inicia especialização em Saúde em Tabatinga (AM)

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) iniciou no dia 19/8, o primeiro curso realizado pelo Projeto QualificaSUS. Trata-se da pós-graduação Lato Sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde voltado para profissionais de nível superior que atuam na tríplice fronteira Brasil – Colômbia – Peru, região do Alto Solimões.

Esta é a segunda turma do curso de especialização em Tabatinga. A nova turma inicia com 53 alunos dos três países, sendo 22 brasileiros e 31 estrangeiros. O curso acontece nas dependências do Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

São parceiros do ILMD/Fiocruz Amazônia nesta atividade a Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde do Ministério da Saúde (Aisa-MS), Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Organização Panamericana de Saúde (Opas), o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems-AM) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

‘Nosso sentimento é de agradecimento a todas as instituições que contribuem para criar condições para que a gente tenha melhorias na saúde no Amazonas. Este curso inaugura uma série de outros cursos que estão sendo viabilizados por meio do Projeto QualificaSUS, da Fiocruz Amazônia, uma ação que permitirá a realização de cursos em todos os 62 municípios, entre cursos de atualização, especialização e mestrado, este, a acontecer em Manaus. O curso de Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde une profissionais de saúde que atuam nessa região de fronteira para capacitá-los a agir e pensar na resolução dos problemas de saúde enfrentados nessa região, portanto, sejam todos bem-vindos”, disse Sérgio Luz, diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia durante a abertura do curso.

Para Rawlinson Dias Rodrigues, chefe da Divisão de Cooperação Internacional da AISA-MS, “o sistema nacional de saúde na região de fronteira não pode pensar única e exclusivamente pelo nosso lado, haja vista que a doença não tem fronteira, então, realizar pela segunda vez um curso nessa região é uma importante iniciativa para que os sistemas de saúde dos países possam dar o passo subsequente que é o de melhoria da saúde nessa área. Fico muito feliz porque é a Fiocruz que está fazendo isso aqui, uma instituição que tem essa capacidade de desenvolver esse tipo de atividade em caráter regional”.

Participaram da mesa de abertura do curso, o presidente do Cosems-AM, Januário Carneiro da Cunha Neto, o secretário municipal de saúde de Tabatinga, Marlen Riglison Silva Ferreira, o secretário de saúde Departamental do Amazonas da Colômbia, Jose Hernan Espejo, os representantes do Hospital de Guarnição de Tabatinga, Major Marcelo dos Santos Storch, do Ifam-Campus Tabatinga, Geasi Pavão Soares, a diretora vice-diretora de Ensino Comunicação e Informação do ILMD/Fiocruz Amazônia, Claudia Ríos Velasquez e a coordenadora do curso, Maria Luiza Garnelo, além de Rawlinson Dias Rodrigues e Sérgio Luz.

 

NOVA TURMA

Alunos egressos do curso prestigiaram o evento e aproveitaram para encorajar a nova turma a seguir em frente, pois o curso lhes proporcionou conhecimentos que são aplicados no dia a dia de trabalho, além da integração entre os profissionais de saúde dos países da tríplice fronteira.

Para o médico peruano Róger Reátegui Gomes, que atua na atenção primaria à saúde em Loreto-Peru, a expectativa com o curso é adquirir novos conhecimentos com os profissionais de saúde da Colômbia e do Brasil. “A parte da atenção primária à saúde, a preventiva e de gestão nos interessam bastante para fortalecer a capacidade que temos que ter todos os médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde”, disse o novo aluno.

Sonia Valencia Rodrígues, bacterióloga, laboratorista clínica e epidemióloga da Colômbia, destacou que pretende adquirir muitos conhecimentos sobre atenção primária à saúde. “Todos que viemos da Colômbia trabalhamos com saúde pública e queremos fortalecer nossos conhecimentos e alcançar novos para aplicá-los em nossas atividades diárias”, comentou.

Da mesma forma, a enfermeira brasileira, Cristiane Ferreira da Silva, que atua há 14 anos na saúde indígena no Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Solimões (AM), disse que participar deste curso lhe proporciona muita alegria, pois não conseguiu inscrever-se na primeira turma, e agora quer aproveitar muito a nova oportunidade. “Pra gente que atua na saúde indígena o curso é muito importante. Espero atualizar meus conhecimentos e compartilhar experiências com colegas que atuam nos outros países”.

O curso terá duração de um ano e será realizado presencialmente, com módulos a acontecerem uma vez ao mês.

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotarão modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos serão ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do Cosems-AM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Marlúcia Seixas

Fiocruz Amazônia divulga resultado final do processo seletivo para o curso de especialização em Vigilância em Saúde

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulgou nesta terça-feira 6/8, o resultado final do processo seletivo da Chamada Pública Nº004/2019 – para o Curso de Especialização em Vigilância em Saúde na Rede de APS, realizado em Tabatinga (AM).

O curso é modular e será realizado em Tabatinga(AM). Para esta edição estão sendo oferecidas 50 vagas, distribuídas entre profissionais de saúde do Brasil, Peru, Colômbia e Equador. As vagas destinadas aos candidatos estrangeiros são de responsabilidade exclusiva da Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde doo Ministério da Saúde (Aisa-MS).

Acesse o resultado AQUI

Os candidatos aprovados devem, no primeiro dia de aula, apresentar os documentos originais, conforme solicitado no item 8 do edital, para conferência e autenticação. As aulas iniciam no dia 19/8.

A oferta do curso integra as ações de Educação definidas no Projeto QualificaSUS, do ILMD/Fiocruz Amazônia, e nesta atividade conta com em parceria da Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde do Ministério da Saúde (Aisa-MS), Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Organização Panamericana de Saúde (Opas), do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotarão modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos serão ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria Cosems-AM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Fiocruz Amazônia promove aula inaugural do curso de especialização em saúde pública

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 26/7, às 9h, a aula inaugural do curso de especialização em saúde pública. Com o tema “ Que tipo de sanitaristas o SUS precisa? ”, a aula magna será ministrada pelo Prof. Dr. Emerson Elias Merhy, professor do mestrado profissional em APS e professor permanente da Pós Graduação do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do rio de Janeiro (UFRJ).

Na oportunidade, ocorrerá a assinatura interinstitucional do Acordo de Cooperação Técnica para atividades de Ensino entre a Fiocruz Amazônia e a Secretaria Municipal de Saúde. O evento visa também apresentar o curso de Especialização em Saúde Pública, objetivos, estrutura curricular e cronograma aos especializandos.

A abertura ocorrerá no Salão Canoas, auditório da Instituição, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Emerson Merhy é graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo, mestre em Medicina (Medicina Preventiva) pela Universidade de São Paulo e doutor em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas. É também livre-docente em Planejamento e Gestão em Saúde, pela Unicamp e professor Titular de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 2012, Campus-Macaé.

Atualmente é professor do Mestrado Profissional em APS e professor permanente da Pós Graduação do Instituto de Psicologia da UFRJ . Tem desenvolvido estudos no campo da psicossociologia crítica, comunidades ativas e a produção cotidiana como território de construção das redes vivas de existências, dando foco aos processos de subjetivação e os devires-vidas, humanas e não-humanas.

Coordenador dos Grupos de Pesquisa Micropolítica, Cuidado e Saúde Coletiva, e Rede de Observatórios de Políticas Públicas, Educação e Cuidado em Saúde, que se estendem às UFMG, UFF, UNIRIO, UFES, UFPB, USP, UNICAMP, UFMS, UERJ, UEL, entre outras. Mantém vinculo de ensino e pesquisa com o Instituto de Salud Colectiva – Universidade Nacional de Lanus, Argentina e Universidade de Barcelona através do Grupo Profa Margarida Pla Consuegra. Tem tido relações de intercambio científico com a Universidade de Bolonha pelo Centro de Saúde Internacional.

SOBRE O CURSO

O curso é gratuito e destina-se a profissionais com formação superior completa e que estejam atuando na área da saúde, preferencialmente, em Unidades Básicas de Saúde, Núcleos Ampliados de Atenção à Saúde da Família e Atenção Básica, Centros de Especialidades Odontológicas, Policlínicas Municipais e Centros de Atenção Psicossocial.

A atividade conta com parceria da Semsa-Manaus, por meio da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap/Semsa) e com a Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (Redescola).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Último dia de inscrição no curso de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde

As inscrições para o curso de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde, oferecido pelo Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), encerram nesta terça-feira, 9/7.

O curso é modular e será realizado em Tabatinga(AM). Para esta edição estão sendo oferecidas 50 vagas, distribuídas entre profissionais de saúde do Brasil, Peru, Colômbia e Equador. As vagas destinadas aos candidatos estrangeiros são de responsabilidade exclusiva da Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde doo Ministério da Saúde (Aisa-MS).

As inscrições podem ser feitas presencialmente ou por e-mail. Presencialmente, estão sendo recebidas no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam/Campus Tabatinga), que fica no bairro Vila Verde, na sala de Departamento de Administração e Planejamento – DAP, no horário de 8h30 às 12h e de 14h às 17h, por Valderice Mendes, secretária do curso, no município. Por e-mail, devem ser enviadas para inscriçaolato.ilmd@fiocruz.br.

Acesse o edital do curso em no site da Fiocruz Amazônia em  https://amazonia.fiocruz.br  ou clique.

A oferta do curso integra as ações de Educação definidas no Projeto QualificaSUS, do ILMD/Fiocruz Amazônia, e nesta atividade conta com em parceria da Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde do Ministério da Saúde (Aisa-MS), Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Organização Panamericana de Saúde (Opas), do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Esclarecimentos sobre os documentos e envio da inscrição podem ser solicitados somente pelo e-mail duvidaslato.ilmd@fiocruz.br

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotarão modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos serão ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria Cosems-AM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

 

Fiocruz Amazônia oferece vagas em Curso de Especialização em Saúde Pública para profissionais da Semsa-Manaus

Até sexta-feira, 28/6, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus  (Semsa) podem se inscrever no Curso de Especialização em Saúde Pública, do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

O curso é gratuito e destina-se a profissionais com formação superior completa e que estejam atuando na área da saúde, preferencialmente, em Unidades Básicas de Saúde, Núcleos Ampliados de Atenção à Saúde da Família e Atenção Básica, Centros de Especialidades Odontológicas, Policlínicas Municipais e Centros de Atenção Psicossocial. Para esta chamada estão sendo oferecidas 35 vagas. As inscrições são online e devem ser feitas no endereço eletrônico: https://www.amazonia.fiocruz.br/sistemas/saudepublica.

A oferta do curso integra as ações de Educação definidas no Projeto QualificaSUS, do ILMD/Fiocruz Amazônia, que nesta atividade conta com em parceria da Semsa, por meio da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap/Semsa), da Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (Redescola) e do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems).

DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO

Antes de se inscrever, o candidato deverá ler com atenção o edital da Chamada de Seleção Pública Simplificada Nº 005/2019, que está disponível no site da Fiocruz Amazônia, ou acesse em https://amazonia.fiocruz.br/doc/saudepublica.pdf

Para se inscrever, o candidato deverá apresentar a seguinte documentação:  Formulário de inscrição para o processo seletivo; Carteira de Identidade Civil ou Militar ou Carteira do Conselho de Classe; CPF; Diploma do curso de graduação devidamente reconhecido pelo MEC; Certidão de casamento; Histórico Escolar do curso superior; Carta de liberação para cursar a especialização emitida pela chefia imediata; Declaração ou Certidão de Tempo de Serviço na Semsa/Manaus; e Memorial Descritivo.

Esclarecimentos sobre os documentos e envio da inscrição podem ser solicitados somente pelo e-mail duvidaslato.ilmd@fiocruz.br

A seleção dos alunos será feita por uma Comissão de Seleção que divulgará os resultados no site da Fiocruz Amazônia (https://amazonia.fiocruz.br) e no site da Semsa – Manaus  (https://semsa.manaus.am.gov.br/).

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotarão modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos serão ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

Inscrições para a segunda turma do curso de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde começam na segunda-feira, 10/6

De 10 a 25 de junho estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Curso de Especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde, oferecido pelo Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).  O curso está em sua segunda edição, e assim como a primeira, será realizado no município de Tabatinga (AM).

O curso é gratuito e destina-se a profissionais de nível superior que atuam em unidades básicas de saúde ou em unidades de saúde da família na região amazônica. Serão ofertadas 50 vagas, distribuídas entre Brasil (20), Colômbia (10), Equador (10) e Peru (10). Os candidatos estrangeiros devem ser indicados pelos órgãos competentes de seus países.

A segunda edição do curso é resultado ​de parceria entre Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde do Ministério da Saúde (Aisa-MS), Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Organização Panamericana de Saúde (Opas), e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O curso será realizado em período integral (matutino e vespertino), em sistema modular, uma semana por mês, de segunda a sábado. A carga horária total do curso é de 440 horas, sendo 360h presenciais e 80h dedicadas ao trabalho de conclusão de curso.

O objetivo do curso é qualificar profissionais que atuam em cuidados primários de saúde para implantação e desenvolvimento de ações de Vigilância em Saúde no plano territorial-local, promovendo a integração entre oferta de cuidados de APS e ações de vigilância na rede básica de serviços de saúde.

Para se inscrever o candidato deve acessar a Plataforma Siga, da Fiocruz. São necessários os seguintes documentos: ficha de inscrição (disponível na Siga); currículo; carta de liberação para cursar a pós-graduação lato sensu (fornecida pela chefia imediata do candidato); declaração de disponibilidade do candidato para cursar a pós-graduação; passaporte com prazo de validade (no caso de alunos estrangeiros); histórico escolar do curso de graduação; e certidão de nascimento ou casamento.

O edital estará disponível a partir da segunda-feira, 10/6, no link http://www.sigals.fiocruz.br/inscricao/cadastro.do?acao=telaInicial&codCL=20584&codECL=18862&codI=625.

PÚBLICO-ALVO

O curso destina-se aos profissionais de nível superior que desempenham suas funções e/ou atividades em unidades básicas de saúde e/ou unidades de saúde da família, ou equivalente, na região amazônica.

INSCRIÇÃO   

As inscrições são feitas online e ocorrem de 10 a 25 de junho de 2019. Antes de se inscrever o candidato deve ler com atenção o edital.

Para mais informações, envie mensagem para seca.ilmd@fiocruz.br ou telefone para (92) 3621-2350

A primeira turma de especialização de Vigilância em Saúde na Rede de APS do Alto Solimões encerrou em novembro do ano passado, com a realização de um simpósio onde foram apresentados os trabalhos nas modalidades de pôsteres e comunicações orais. O curso aconteceu na sede do Instituto Federal do Amazonas (Ifam/Campus Tabatinga).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Foto arquivo Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas