Arquivo da Categoria: CTI

Economia Comportamental foi tema da I Jornada de Economia do Amazonas

Discussões sobre decisões financeiras, preferências sociais, consumo irracional, poupança, escolha intertemporal e economia comportamental  foram os temas abordados na I Jornada de Economia.  O evento ocorreu no período de 7 a 10 de outubro, no auditório Rio Amazonas,  da Faculdade de Estudos Sociais da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e no auditório da Escola Superior de Ciências Sociais (ESO), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev), o evento foi organizado por meio dos cursos de Ciências Econômicas da Ufam e UEA.  O evento integrou  a 8ª Semana do Curso de Economia da Ufam.

A jornada teve o objetivo de promover o intercâmbio técnico-científico entre a comunidade acadêmica dos cursos de economia com especialistas da área. Participaram cerca de 300 pessoas e 22 palestrantes regionais e locais.

I JORNADA DE ECONOMIA DO AMAZONAS - UFAM - 10.10.2019_-14

Segundo a coordenadora do evento, Rosana Zau Mafra, professora da Ufam, a maioria das pessoas tem interesse em investimentos, ações, mercado financeiro, mas para justificar esse tema foi aprofundado na literatura e foi descoberta uma nova área do conhecimento que se chama Economia Comportamental considerada uma disciplina relativamente nova no campo das teorias econômicas.

“A Ecomomia Comportamental enxerga uma realidade formada por hábitos, experiências pessoais fortemente influenciadas pela emoção e não a razão, ou seja o ser humano age primeiramente pela emoção e por último pela razão”, contou.

Rosana Mafra destacou que o apoio da  Fapeam foi essencial para a realização do evento e que a partir de uma pesquisa de satisfação na universidade identificou-se o tema  como  uma demanda solicitada pelos próprios alunos. Com o evento, eles trocaram experiências sobre economia comportamental, empreendedorismo, mercado financeiro. “A jornada trouxe uma compreensão melhor sobre a educação financeira, que as pessoas possam se proteger do consumo excessivo, do endividamento elevado, para não se tornarem reféns das dívidas e juros de cartões e bancos ”,relata.

I JORNADA DE ECONOMIA DO AMAZONAS - UFAM - 10.10.2019_-2

Parev

O Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev) da Fapeam tem o objetivo de apoiar a realização de eventos locais, regionais, nacionais e internacionais sediados no Estado do Amazonas  relacionados à Ciência, Tecnologia e Inovação, como congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclo de palestras, conferências e oficinas de trabalho, visando divulgar resultados de pesquisas científicas e contribuir para a promoção do intercâmbio científico e tecnológico.

A segunda chamada do programa recebe propostas até o dia 31 de janeiro, online, via SIGFapeam,   de interessados em realizar eventos  de CT&I no período de  julho a dezembro de 2020.

Acesse aqui o edital do PAREV N° 007/2019

Texto e fotos: Jessie Silva

O post Economia Comportamental foi tema da I Jornada de Economia do Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Ideias inovadoras podem ser inscritas no Centelha Amazonas durante a 41ª Expoagro

Os interessados em  conhecer de perto e já realizar a inscrição e submissão de ideias inovadoras no Programa Centelha Amazonas podem comparecer a 41ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), que ocorre na área externa do Centro Universitário Nilton Lins, zona centro-sul de Manaus. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam)  está com estande sobre o Programa  até o próximo domingo (6/10), no horário de 17h as  22h,  e conta com  equipe técnica  para  orientar a população em relação ao Programa, bem como sobre  a  inscrição.

O Programa Centelha é realizado pela Fapeam, em parceria com a Financiadora de Inovação de Pesquisa (Finep), com objetivo de transformar ideias em negócios de sucesso, oferecendo aos participantes, capacitação e suporte para alavancar o negócio e ampliação do networking.  O Programa recebe inscrição de forma gratuita até o dia 29 de outubro, por meio do site www.programacentelha.com.br.

As propostas concorrem a até R$ 65 mil para permitir aos novos empreendedores iniciar um novo negócio. O investimento é por meio de subvenção econômica, ou seja, recurso não reembolsável, para apoiar até 28 projetos de inovação apenas no Amazonas.

03.10.2019 - PROGRAMA CENTELHA NA EXPOAGRO -  FOTOS ÉRICO X._-20

Quem pode participar?

Podem participar pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital e faturamento bruto anual de até R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais), sediadas no Amazonas.

 Os projetos terão prazo de execução de até 12 meses, não prorrogáveis, contados a partir da data do Termo de Outorga.

Sobre o Centelha

O Programa Centelha é realizado em 21 estados. No Amazonas, a iniciativa será executada pela Fapeam, sendo promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.

O post Ideias inovadoras podem ser inscritas no Centelha Amazonas durante a 41ª Expoagro apareceu primeiro em FAPEAM.

Programa Centelha é apresentado em Feira de Empreendedorismo

Com inscrições abertas até o dia 29 de outubro para a submissão de ideias inovadoras, o Programa Centelha foi apresentado nesta sexta-feira (4/10) pela equipe da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) durante a Feira do Servidor Empreendedor. O evento promovido pela Secretaria Municipal de Administração (Semad) ocorreu na  própria sede da instituição, no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus.  

Foto sala

Programa Centelha é apresentado para servidores da Semad.

Realizado pela Fapeam, em parceria com a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), o Programa  é uma iniciativa de promoção do empreendedorismo inovador que visa transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, oferecendo aos participantes, capacitação e suporte para alavancar o negócio e ampliação do networking. 

O Centelha Amazonas apoiará 28 projetos de inovação no Amazonas. Cada proposta poderá receber até R$65 mil, por meio de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis). Os interessados podem submeter  ideias, gratuitamente, por meio do site www.programacentelha.com.br.

Jamile

Diretora de Planejamento da Semad, Jamile Ballut.

A diretora de planejamento da Semad, Jamile Ballut, acredita que o Programa Centelha atende perfeitamente ao projeto piloto de empreendedorismo da Semad, que é o de fomentar ideias criativas e fazer com que o próprio servidor busque novas oportunidades.

Quem pode participar do Centelha

Podem participar pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital e faturamento bruto anual de até R$ 4.800.000, 00 (quatro milhões e oitocentos mil reais), sediadas no Amazonas. Os projetos terão prazo de execução de até 12 meses, não prorrogáveis, contados a partir da data do Termo de Outorga.

Etapas

A submissão, avaliação e seleção das propostas serão realizadas em três fases distintas e eliminatórias, sendo elas, Fase 1: Ideias Inovadoras; Fase 2: Projeto de Empreendimento e Fase 3: Projeto de Fomento. Durante as três fases de seleção, os proponentes receberão capacitação gratuita online ou presencial, ministrada pela Fundação Certi, com o intuito de alinhar alguns conceitos importantes, para aprimorar suas ideias e projetos.

Sobre o Centelha

O Programa Centelha será realizado em 21 estados. No Amazonas, a iniciativa será executada pela Fapeam, sendo promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.

 

Acesse o edital do Programa Centelha Amazonas

Por: Helen de Melo

Fotos: Érico Xavier

O post Programa Centelha é apresentado em Feira de Empreendedorismo apareceu primeiro em FAPEAM.

Fomento à CT&I no Amazonas é apresentado em audiência pública

O fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Amazonas realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) foi apresentado na segunda-feira (16/9) pela diretora-presidente, Márcia Perales, durante audiência pública realizada no Auditório Belarmino Lins na Assembleia Legislativa do Estado Amazonas (Aleam), bairro Flores, zona Centro Sul de Manaus.

O debate foi uma iniciativa do presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação, Informática e Inovação da Aleam, deputado estadual Serafim Corrêa (PSB),  e trouxe como tema “A Amazônia não tem solução fora da ciência e tecnologia”.

Segundo Serafim Corrêa, o objetivo da reunião foi colocar as instituições de ensino, pesquisa e CT&I para conversarem, e a audiência permitiu esse diálogo entre os órgãos e o Parlamento, em conjunto com a sociedade.

Comissão de CTi - ALEAM   - Fotos Érico Xavier_-4

Durante a audiência pública, Márcia Perales, apresentou o panorama dos investimentos realizados pela Fapeam ao longo de 10 anos (2008-2018) e evidenciou que o investimento para a CT&I no Amazonas tem retomado crescimento em 2019. De janeiro a agosto deste ano, a Fapeam já lançou 13 programas para apoiar a formação de recursos humanos, pesquisa, inovação, difusão e popularização da ciência no Estado.

Para 2019 estão provisionados de fomento à CT&I pela Fapeam investimentos da ordem de R$85.671.650,00 muito mais do que nos anos de 2017 e 2018, R$39.213.917,00 e R$ 63.355.350, 00 respectivamente.

“A Ciência tem sido a principal mola propulsora de todas as transformações societárias produtivas, tecnológicas e culturais, com um papel muito grande em todos os processos da nossa vida, inclusive no nosso cotidiano. Por exemplo, todas às vezes que entramos numa farmácia ali está o resultado de uma pesquisa. Manter os investimentos em CT&I para o Amazonas tem sido uma prioridade do Governo do Estado, para que essa produção tecnológica e científica contribua no desenvolvimento social, econômico e ambiental do nosso Estado. A ciência tem que estar a serviço da sociedade” disse a diretora-presidente.

Comissão de CTi - ALEAM   - Fotos Érico Xavier_-10

Atualmente, a Fapeam conta com três editais abertos. Na área de inovação e empreendedorismo tem o Programa de Apoio à Incubadoras (Pró-Incubadoras), que recebe propostas até o dia 21 de outubro, e o Programa Centelha Amazonas, que recebe inscrição até o dia 29 de outubro.  Já o Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev) recebe propostas de interessados, em realizar eventos no segundo semestre de 2020, até o dia 31 de janeiro de 2020.

Além da Fapeam, participaram ainda da audiência pública representantes do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti) e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

 

Por: Esterffany Martins

Fotos: Érico Xavier

 

 

O post Fomento à CT&I no Amazonas é apresentado em audiência pública apareceu primeiro em FAPEAM.

Programa Centelha Amazonas é apresentado no 2º Confex Roda de Conversa com a Rami

Transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso, esse é o objetivo do Programa Centelha Amazonas apresentado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) durante o 2º Confex na Roda com a Rede de Inovação e Empreendedorismo da Amazônia (Rami), no sábado (14/06), no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, bairro Crespo, zona Sul de Manaus.

A Rami é uma das 26 instituições parceiras do Programa Centelha Amazonas, a iniciativa visa transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, oferecendo aos participantes, capacitação e suporte para alavancar o negócio e ampliação do networking.

II CONFEX NA RODA COM A RAMI  - Fotos Érico Xavier_-7

Na oportunidade, a coordenadora do Centelha Amazonas pela Fapeam, Kathya Thomé, destacou que  o Programa conta  com investimento de R$ 1.820.000,00 (um milhão oitocentos e vinte mil reais) para apoiar, por meio de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis),  até 28 projetos de inovação no Amazonas, no valor unitário de até R$ 65.000,00 (sessenta e cinco mil reais).

“O Centelha é um incentivo ao empreendedorismo inovador, visando empreendimentos de sucesso ao final do programa, que recebe até o dia 29 de outubro as propostas de interessados em inscrever ideias inovadoras, por meio do site: www.programacentelha.com.br/am”, destacou, informando que com o cadastro na plataforma a pessoa já tem acesso aos vídeos de capacitação.

O Programa Centelha será realizado em 21 estados. No Amazonas, a iniciativa será executada pela Fapeam, sendo promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.

Outro programa de fomento na área de empreendedorismo e inovação da Fapeam destacado foi o Programa de Apoio à Incubadoras (Pró-Incubadoras), cujo o objetivo é fomentar a estruturação de novas incubadoras e o desenvolvimento de incubadoras de empresas alinhadas ao Modelo de Centros de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne), de forma a ampliar o número e a qualidade de empreendimentos inovadores no Amazonas.  O Pró-Incubadoras recebe propostas até o dia 21 de outubro, via SigFapeam disponível em www.fapeam.am.gov.br.

Roda de Conversa – Além da Fapeam, participaram da Roda de Conversa com a Rami o  Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) e o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT), que apresentaram parte do trabalho desenvolvido nas suas instituições.

A presidente da Rami, Olinda Marinho, disse que o evento é itinerante,  e tem o intuito de fomentar a inovação e empreendedorismo no ecossistema da Região Norte, com apresentações de pitchs de startups e empresas selecionadas da região a investidores convidados.

II CONFEX NA RODA COM A RAMI  - Fotos Érico Xavier_

Edital do Pró-Incubadoras

Acesse ao edital do Programa Centelha Amazonas 

Por: Esterffany Martins

Fotos: Érico Xavier

 

O post Programa Centelha Amazonas é apresentado no 2º Confex Roda de Conversa com a Rami apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam participa da 12ª Reunião do Fórum de Gestores de Instituições de Ensino e Pesquisa do Amazonas

Fortalecer a colaboração entre as instituições de ensino e pesquisa no Amazonas em favor do desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) foi o objetivo da 12ª Reunião do Fórum de Gestores de Instituições de Ensino e Pesquisa do Amazonas realizada na terça-feira (28/05) na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Promovido pela Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), o Fórum reuniu reitores de universidades públicas e particulares e gestores de instituições de ciência, tecnologia e inovação no Amazonas, com intuito de trocar informações, experiências e cooperação técnica.

29.05.2019 - REUNIÃO DO FÓRUM DE GEST. DE INST. DE ENS. E PESQ DO AMAZ - FOTOS ÉRICO X._-58

12ª Reunião do Fórum de Gestores de Instituições de Ensino e Pesquisa do Amazonas. Foto: Érico Xavier

A diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, destacou a importância do Fórum e do diálogo entre as instituições de ensino e pesquisa para o fortalecimento da CT&I do Amazonas.

Durante o encontro, Márcia Perales apresentou os investimentos e principais programas desenvolvidos pela Fapeam ao longo de 10 anos (2008-2018), bem como os novos editais lançados e com previsão de lançamento ainda  em 2019.

“A Fapeam interage com todas as instituições de ensino e pesquisa do Estado e o Fórum tem o intuito de aproximar ainda mais as instituições para que possam atuar de forma conjunta para o desenvolvimento da CT&I no Amazonas, com uma agenda convergente, que contemple as reivindicações e demandas institucionais”, comentou.

29.05.2019 - REUNIÃO DO FÓRUM DE GEST. DE INST. DE ENS. E PESQ DO AMAZ - FOTOS ÉRICO X._-57

Márcia Perales – Diretora-presidente da Fapeam. Foto: Érico Xavier

O Programa Centelha foi um dos destaques apresentado pela Fapeam, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), que será executado no Amazonas pela Fundação.

Dentre os programas desenvolvidos pela Fapeam, a diretora-presidente evidenciou a importância do Programa Ciência na Escola (PCE), desenvolvido pela Fapeam, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc-AM) e Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed), direcionado a professores e estudantes da educação básica de escolas públicas do Amazonas, que esse ano completa 15 anos.  Em comemoração à data, o programa contará com premiação para os melhores projetos de 2019.

29.05.2019 - REUNIÃO DO FÓRUM DE GEST. DE INST. DE ENS. E PESQ DO AMAZ - FOTOS ÉRICO X._-3

Tatiana Schor- Secretária executiva de CT&I. Foto: Érico Xavier

A secretária executiva de CT&I, Tatiana Schor, destacou a retomada do Fórum e a importância da participação das instituições para garantir a estruturação e o fortalecimento das políticas públicas de ciência e tecnologia.

“No fórum conseguimos reunir forças, pensar juntos e tentar fazer com que essa área da CT&I no Amazonas se fortaleça. Então, a retomada do fórum é extremamente importante, essa é a 12ª reunião, sendo que a 11ª foi em 2014, 5 anos atrás”, pontuou.

29.05.2019 - REUNIÃO DO FÓRUM DE GEST. DE INST. DE ENS. E PESQ DO AMAZ - FOTOS ÉRICO X._-17

Cleinaldo Costa – reitor da UEA. Foto: Érico Xavier

Segundo o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa, a retomada do Fórum faz jus ao papel estratégico que o estado tem na área de ciência e tecnologia.

“É um Fórum colaborativo em que as universidades, instituições de pesquisa trabalham juntas e contribuem para o crescimento do Amazonas no cenário de ciência e tecnologia nacional e internacional. Esse fórum tem esse foco, esse objetivo e eu parabenizo essa ação tão importante”, comentou.

Pauta

Dentre as pautas discutidas na reunião pela Seplancti foi destacada a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, evento tradicional do calendário de popularização e divulgação da ciência. A previsão é que seja uma expoxição ,Expo- CTI, um evento com maior participação de diversos segmentos da sociedade, a ser realizado em novembro, no Centro de Convenções Vasco Vasques, com transmissões via Central de Mídias da Seduc.

Outro tema discutido durante o Fórum foi a futura parceria do Governo do Amazonas com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que conforme a chefe do departamento de políticas públicas da Seplancti, Nina Best, a proposta  está em trâmite para firmar parceria.

 Calendário

 As próximas reuniões do Fórum de Gestores foram definidas para os dias 27 de agosto, 12 de novembro e 18 de fevereiro de 2020.

Por Jessie Silva

O post Fapeam participa da 12ª Reunião do Fórum de Gestores de Instituições de Ensino e Pesquisa do Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Programa Centelha é apresentado a pesquisadores e alunos da Fiocruz Amazônia

Você tem uma ideia inovadora que possa impactar positivamente a vida das pessoas e acredita valer a pena empreender com ela? Então, fique atento ao Programa Centelha, que deve ser lançado, em junho deste ano.

A iniciativa, que no Amazonas será executada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e  Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação Certi.

Para falar sobre o Programa Centelha, esteve hoje, 23/5, na sede do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), a diretora técnico-científica da Fapeam, Marne Vasconcellos, que, na oportunidade, apresentou em linhas gerais o programa, seus objetivos e forma de participação.

“Dentre as instituições visitadas, a Fiocruz tem como diferencial trabalhar com conhecimentos e tecnologias voltados para a saúde, especialmente para o Sistema Único de Saúde (SUS). Então, nossa expectativa é de que pelo Amazonas sejam submetidas ao Programa Centelha boas ideias para a área da Saúde”, comentou Marne Vasconcellos.

Sérgio Luz, diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, vê com bons olhos a oportunidade que será dada pelo Programa Centelha a pesquisadores, estudantes e demais grupos. “Essa iniciativa vem ao encontro de outras já apresentadas pela Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, como o Programa Inova Fiocruz, que apoia projetos tecnológicos e inovadores em Saúde, nas áreas de atuação da Fundação Oswaldo Cruz”, explicou.

Participaram do encontro com a diretora técnico-científica da Fapeam, estudantes, pesquisadores e equipe do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT-ILMD/Fiocruz Amazônia).

Fonte: Programa Centelha.

O Programa Centelha será lançado em 21 estados. Para o Amazonas estão previstos R$ 1.820.000,00 (um milhão, oitocentos e vinte mil reais) em subvenção econômica, sendo uma parte verba federal e, outra, do estado. Estão entre os objetivos do Programa, gerar novas empresas, a partir do conhecimento concebido nas instituições de ciência, tecnologia e inovação; gerar inovações de interesse direto da sociedade e de empresas; formar cultura e fortalecer ecossistema de empreendedorismo inovador.

A expectativa é que pelo Amazonas sejam submetidas ao menos 1.000 novas ideias e que este seja o mesmo número de empreendedores a serem capacitados no Estado. Vão poder concorrer ao Programa pessoas físicas ou empresas, que atenderem às exigências do edital.

WORKSHOP

Amanhã, 24/5, às 9h, será realizado o Workshop de Apresentação do Programa Centelha e Construção da Rede de Parceiros, no Salão Tauató, sede da Fapeam, à  rua Sobradinho, n° 100 – Flores.

O evento destina-se a representantes de instituições de ensino e pesquisa e atores envolvidos no ecossistema de inovação e empreendedorismo, e tem como objetivo formar uma rede de parceiros do Programa Centelha, no Amazonas, para difusão e ampliação tanto de instituições parceiras quanto de Agentes Centelha. Na oportunidade, serão definidas as estratégias de atuação desses parceiros.

Para mais informações acesse Programa Centelha e Fapeam.

ILMD/Fiocruz Amazonia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Eduardo Gomes

Estudo sobre diversidade microbiana do trato genital feminino é desenvolvida em Manaus

O Papilomavírus Humano (HPV) é um vírus transmitido por meio de contato sexual, apontado como um dos principais agentes causadores do câncer de colo de útero. Segundo a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), Manaus apresentou percentual de 50,3% de jovens infectados pelo HPV (sendo 33,9% de infecções por HPV de alto risco oncogênico).

Diante desse contexto, pesquisa científica apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) desenvolveu estudo com a finalidade de investigar a composição microbiana em pacientes com microbiota autóctone (normal) e microbiota de pacientes com lesões pré-malignas e malignas.

O projeto coordenado pela doutora em Biotecnologia, Cristina Maria Borborema dos Santos, foi desenvolvido no Centro de Apoio Multidisciplinar (CAM) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio do Programa de Apoio à Pesquisa (Universal Amazonas) edital N° 021/2011, da Fapeam.

A pesquisa surgiu com objetivo de responder o porquê que 90% das mulheres infectadas por HPV têm suas infecções resolvidas, ou seja, evoluem para a cura, enquanto 10% têm a infecção persistente com progressão para malignidade.

“Ao realizar esse trabalho surgiram inúmeras perguntas, como por exemplo, se haveria algum fator característico, próprio de cada mulher que estivesse interferindo para persistência do vírus. Se estaria esse fator relacionado ao microambiente vaginal. Queríamos saber o que havia de diferente entre os grupos de mulheres em diferentes condições clínicas. E partimos em busca de uma metodologia por meio de uma busca bibliográfica e no diálogo com pesquisadores com a finalidade de que conseguíssemos obter as respostas às nossas indagações,” disse.

Dra. Cristina Barbosa - UFAM - Fotos Érico X-12

Estudo foi coordenado pela doutora em Biotecnologia, Cristina Maria Borborema dos Santos, na Ufam.

Resultados

Um total de 187 mulheres residentes em Manaus participou do estudo. A maioria atendida em Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor Mendonça de Freitas, da zona Oeste de Manaus. Também participaram da pesquisa mulheres atendidas na FCecon, centro de referência na rede pública para mulheres que apresentam lesões pré-malignas e malignas do colo do útero.

O diagnóstico molecular do HPV foi realizado em todas as mulheres participantes do estudo, revelando uma alta prevalência do HPV16, tipo oncogênico de alto risco para o desenvolvimento do câncer de colo do útero, como pode ser conferido no artigo científico Prevalence of human papillomavirus, Chlamydia trachomatis, and Trichomonas vaginalis infections in Amazonian women with normal and abnormal cytology, publicado pelo grupo de pesquisa, como parte dos resultados gerados pela pesquisa.

Integrante do grupo de pesquisa, a doutoranda em Biotecnologia, Évelyn Costa, explicou que o gênero Ureaplasma (gênero que abrange bactérias pleomórficas, desprovida de parede celular e envolvida em infeções urogenitais) foi detectado em maior abundância no grupo de mulheres que apresentavam lesões pré-malignas do colo do útero.

Dra. Evellyn Costa - UFAM - Fotos Érico X

Doutoranda em Biotecnologia, Évelyn Costa, integrante do grupo de pesquisa.

Após a coleta, o DNA genômico total foi isolado e, em seguida, foram amplificadas as regiões V1-V2 do gene 16S rRNA. Os produtos foram então sequenciados e analisados por bioinformática, em parceria com a Dra. Tainá Raiol da Fiocruz de Brasília, para este fim.

Evelyn ressalta a necessidade de continuação da pesquisa, pioneira no âmbito nacional, que se encontra ainda no início, podendo trazer grande colaboração científica.

Grupo de Pesquisa

A pesquisa também contou com a colaboração de vários pesquisadores  dentre eles Prof. Dr. Spartaco Astolfi Filho da Ufam, a Dra. Enedina Assunção, Msc. Roberto Alexandre Barbosa Filho e dos alunos de graduação Lucas Munareto, Priscila Rocha e Arine Heloíse.

 Câncer de colo de útero

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), no biênio 2018/2019, estima-se para o Brasil 16.370 casos novos de câncer de colo uterino, uma taxa bruta de 15,43 a cada 100 mil mulheres. Para o Amazonas, estima-se cerca de 840 casos novos de câncer de colo uterino, uma taxa bruta de 40,97 a cada 100 mil mulheres. Desses casos novos do estado, cerca de 640 serão mulheres residentes em Manaus.

Atualmente, o câncer de colo de útero é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo inteiro com 70% dos novos casos ocorrendo nos países em desenvolvimento.

Dra. Evellyn e Dra. Cristina  - UFAM - Fotos Érico X-5

Por Jessie Silva

Fotos-Érico Xavier

 

O post Estudo sobre diversidade microbiana do trato genital feminino é desenvolvida em Manaus apareceu primeiro em FAPEAM.

Projeto do PCE analisa importância da paisagem geográfica de bairro da zona Leste

No Amazonas, professores e estudantes do ensino fundamental (5° ao 9° ano), do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar também são  beneficiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Esse apoio vem por meio do Programa Ciência na Escola (PCE) que dentre seus objetivos visa contribuir para o processo de formação continuada dos professores, despertar a vocação científica e incentivar talentos entre os estudantes do ensino público estadual do Amazonas e municipal de Manaus.

O programa é desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc-AM) e a Secretaria Municipal de Manaus (Semed).

Dentre os projetos selecionados na última edição do PCE, edital N°001/2018, está o intitulado “Geografia e Educação no Contexto Urbano: Moradias em Áreas de Risco Ambiental”, realizado com alunos do ensino médio da Escola Estadual Maria Madalena Santana de Lima, no bairro Armando Mendes, zona Leste de Manaus.

Da escola para a comunidade

O projeto de Iniciação Científica Júnior (IC/JR) trabalhou o ensino da Geografia além da sala de aula, tendo como cunho principal analisar o conceito da disciplina e levar o conhecimento adquirido pelos alunos para a comunidade, em relação com a transformação do bairro.

Professor Márcio - PCE. Fotos EX._-3

Projeto do PCE foi coordenado pelo professor de Geografia, Márcio Silveira. Foto: Érico Xavier

Segundo o coordenador do projeto, o professor de Geografia, Márcio Silveira, a ideia foi analisar a importância da paisagem, que é o entorno em que se vive, para a compreensão do espaço vivido e despertar nos alunos o interesse para o planejamento, conservação, uso e ocupação sustentável dos espaços onde vivem.

Para isso foi adotada cartilha produzida pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM)- Serviço Geológico do Brasil para informar aos moradores que residem em áreas consideradas de risco ambiental sobre práticas seguras e sustentáveis.

“Sabemos que a paisagem está em constante transformação, muitas pessoas não se sentem como atores dessa mudança e colocam a culpa nas autoridades. Mas as pessoas também contribuem para os problemas ocorrerem. Com o projeto, queremos que a comunidade faça uma leitura do bairro e compreenda que os moradores são atores da transformação geográfica do bairro Armando Mendes”, disse.

Os estudantes realizaram pesquisa bibliográfica e de campo no entorno da escola, ações educativas e reconhecimento das diferentes situações de riscos ambientais, utilizando os conhecimentos adquiridos em sala de aula, nas atividades inerentes ao projeto.

Durante o projeto os estudantes entrevistaram os moradores para saber a ideia que eles têm sobre o espaço em que vivem.

WhatsApp Image 2019-03-07 at 13.05.14 (1)

Estudantes realizaram pesquisa bibliográfica e de campo no entorno da escola. Foto: divulgação

 Além da sala de aula

O projeto foi apresentado na Feira de Ciências da Amazônia, durante a última edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A escola também promoveu no bairro o evento “Ciência na Praça”, com objetivo de apresentar à comunidade os projetos de iniciação científica desenvolvidos na escola.

WhatsApp Image 2019-03-07 at 13.04.52

Evento Ciência na Praça apresentou trabalhos de Iniciação Científica Junior para a comunidade. Foto: divulgação

Para um dos colaboradores voluntários do projeto, Anderson Castro, e hoje estudante de Pedagogia, a experiência de participar do projeto de iniciação científica é importante para seguir a formação.

“A primeira coisa que me deparei quando cheguei à faculdade foi com o tripé: ensino, pesquisa e extensão. Isso foi algo que vi em projetos dos PCE. A pesquisa foi viabilizada pela prática, porque fomos ao local e conseguirmos obter um bom resultado. Já a extensão foram os projetos aplicados à comunidade por meio da interação com a escola. É muito gratificante levar essa experiência para minha vida acadêmica”, informou.

Por Esterffany Martins

O post Projeto do PCE analisa importância da paisagem geográfica de bairro da zona Leste apareceu primeiro em FAPEAM.

PAREV recebe propostas até hoje

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) recebe, até hoje (19/02), as propostas de pessoas interessadas em participar da 2ª chamada do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (PAREV), edital N° 009/2018. O programa contempla projetos de eventos que ocorrerão de julho a dezembro de 2019.

O PAREV é uma das ações da Fapeam de fomento a popularização e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) produzida no Amazonas. Para isso, o programa conta com investimento de R$ 750 mil para apoiar a realização de eventos locais, regionais, nacionais e internacionais sediados no Estado relacionados à CT&I.

Dentre os eventos que podem ser apoiados estão: congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclo de palestras, conferências e oficinas de trabalho, com objetivo de divulgar resultados de pesquisas científicas e contribuir para a promoção do intercâmbio científico e tecnológico no Amazonas.

banner_parev1

Para participar do programa, um dos requisitos é ter título de doutor e vínculo empregatício com instituição de pesquisa e ensino superior, centros de pesquisas, órgãos públicos sediados ou com unidade permanente no Estado.

Conforme o edital, a previsão para divulgação do resultado, com os projetos aprovados, será a partir de março no site da Fapeam.

Submissão de propostas

A proposta deverá ser apresentada em versão eletrônica por intermédio do formulário contido no Sistema de Gestão da Informação da Fapeam (SIGFapeam),  disponível na página eletrônica da Fundação. Além do envio do Formulário, a submissão da proposta requer também a apresentação de documentação complementar a ser anexada ao sistema, conforme detalhado no edital.

Mais informações acesse:  Edital N° 009/2018 – PAREV

 

Por Esterffany Martins

Arte- Said Mendonça

O post PAREV recebe propostas até hoje apareceu primeiro em FAPEAM.