Arquivo da Categoria: Ciência

Com apoio da Fapeam, Manaus sedia o IX Congresso Brasileiro de Micologia

As temáticas  relevantes e atuais da área de micologia serão debatidas durante o IX Congresso Brasileiro de Micologia, que iniciou nesta segunda-feira (24/6) e segue até o dia 27 de junho, no Centro de Convenções do Amazonas– Vasco Vasques, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus. O evento é voltado para estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e demais profissionais da área de saúde.

Promovido pela Sociedade Brasileira de Micologia, o congresso conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev) edital Nº 009/2018.

24.06.2019 - IX Congresso Brasileiro de Micologia   - Fotos Érico Xavier-71

Temáticas relevantes e atuais da área de micologia serão debatidas durante o IX Congresso Brasileiro de Micologia. Foto: Érico Xavier

Durante abertura do congresso, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, destacou o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação, para ações voltadas à popularização e difusão da ciência no Estado, bem como para  formação de recursos humanos, pesquisa e inovação.

No dia 14 de junho a Fapeam lançou seis editais de apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), dentre eles o Parev 2019. A nova edição do Programa conta com investimento da ordem de R$2,2 milhões. Um aumento de 60% em comparação a 2018, para apoiar à realização de eventos regionais, nacionais e internacionais sediados no Amazonas, relacionados à CT&I.

“Os eventos científicos permitem diálogos, discussões, interlocuções e faz com que a ciência se aproxime  da sociedade, por meio dos resultados que são divulgados. Queremos cada vez fortalecer essa linha da Fapeam de fomento à popularização e difusão da CT&I no Amazonas”, disse Márcia Perales.

24.06.2019 - IX Congresso Brasileiro de Micologia   - Fotos Érico Xavier-67

IX Congresso Brasileiro de Micologia conta com apoio da Fapeam, por meio do Parev. Foto: Érico Xavier

Para a presidente da Comissão Organizadora do Congresso, Maria Aparecida de Jesus, o evento contribui com o intercâmbio de pesquisadores de diferentes instituições de ensino e pesquisa que atuam na área de Micologia.

“Na Amazônia temos uma diversidade tanto de plantas quanto de fungos. Acredito que o evento traz um intercâmbio de conhecimentos entre pesquisadores em nível regional, nacional e internacional”, comentou.

Programação

O evento conta com uma programação diversificada com conferências, simpósios, mesas-redondas, palestras, minicursos, oficinas, reuniões, excursões e o Prêmio Augusto Chaves Batista, destinado aos melhores artigos científicos de estudantes de graduação, pós-graduação e recém-doutores, que poderão ter trabalhos publicados no livro de resumo do CBMy.

24.06.2019 - IX Congresso Brasileiro de Micologia   - Fotos Érico Xavier-99

IX Congresso Brasileiro de Micologia ocorre até o dia 27 de junho. Foto: Érico Xavier

PAREV

O Parev está com edital Nº007/2019 aberto para submissão de propostas. A primeira chamada contempla eventos a serem realizados de março a junho de 2020 e podem ser submetidas até o dia 16 de agosto deste ano.  A segunda chamada recebe propostas até o dia 31 de janeiro para eventos ocorrentes de julho a dezembro de 2020.

Edital Parev N°007/20019

Programação IX Congresso Brasileiro de Micologia

 

Por Jessie Silva

O post Com apoio da Fapeam, Manaus sedia o IX Congresso Brasileiro de Micologia apareceu primeiro em FAPEAM.

Fapeam encerra ciclo de oficinas do PCE para professores

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) encerrou nesta sexta-feira (17/5) o ciclo de oficinas preparatórias para elaboração de projetos do Programa Ciência na Escola (PCE). A última oficina foi realizada para professores de escolas estaduais de Manaus, no auditório do Centro de Formação Profissional Pe. José Anchieta (Cepan), da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc-AM), localizado bairro Japiim, zona Centro-Sul de Manaus.

Quase 300 professores  participaram da capacitação, cujo objetivo foi orientá-los sobre assuntos relacionados ao  novo edital  do PCE, que recebe propostas até o dia 29 de maio.

17.05.2019 - PALESTRA SEDUC - EDITAL PCE - FOTOS ÉRICO X._-8

Última oficina do PCE foi realizada para professores de escolas estaduais de Manaus. Foto: Érico Xavier

A oficina foi ministrada pela professora Maria Fulgência Bandeira, em conjunto com a professora Geisy Rebouças, e abordou temas como montar e executar um projeto de pesquisa e como submeter propostas ao programa, por meio do sistema da Fapeam, dentre outros assuntos.

“A ideia é fazer os docentes pensarem como professor cientista para orientar e estimular seus alunos à iniciação científica. Nas oficinas, os professores foram bem participativos e esclareceram dúvidas referentes ao  PCE. Os questionamentos são relacionados à parte técnica do edital, mas os professores também entendem que existe um rigor científico por parte do programa. Isso é algo muito bom, porque faz com que o professor busque algo além do que ele já faz na sala de aula”, comentou Maria Fulgência.

17.05.2019 - PALESTRA SEDUC - EDITAL PCE - FOTOS ÉRICO X._-62

Oficina tem objetivo de orientar os professores sobre assuntos relacionados ao novo edital do PCE. Foto: Érico Xavier

PCE

Desenvolvido pela Fapeam, em parceria com a Seduc/AM e Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed), o programa tem como objetivo despertar a vocação científica e incentivar talentos entre os estudantes de ensino público, bem como contribuir para o processo de formação continuada dos professores.

O PCE apoia a participação de professores do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª à 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus.

Acesse o edital do Programa Ciência na Escola

Por Jessie Silva

O post Fapeam encerra ciclo de oficinas do PCE para professores apareceu primeiro em FAPEAM.

Oficina de elaboração e submissão de projeto no edital do PCE

Professores de municípios do Amazonas serão os primeiros a receberem a oficina de orientação sobre elaboração e submissão de projeto no Programa Ciência na Escola (PCE) que ocorre nesta sexta-feira,10/5,  por meio do Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc/AM).

Durante a oficina ministrada pela professora doutora, Maria Fulgência Bandeira, será feito um panorama sobre o edital, desde objetivo do PCE, bem como apresentado aos professores o passo a passo para submeter propostas ao programa. Também serão reforçados pontos como requisitos exigidos no edital, critérios usados para seleção e avaliação, além de compromissos do coordenador e bolsista.

Desenvolvido pela Fapeam, em parceria com a Seduc/AM e Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed), o PCE está com edital aberto e recebe propostas até o dia 29 de maio. O programa tem o objetivo de despertar a vocação científica e incentivar talentos entre os estudantes de ensino público, bem como contribuir para o processo de formação continuada dos professores.

A próxima oficina será realizada no sábado, 11/5, para professores de escolas municipais de Manaus na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM)/ Gerência de Tecnologia Educacional (GTE),  no bairro Nossas Senhoras da Graças.

PCE

 A nova edição do PCE estima apoiar até 600 projetos, sendo até 200 projetos de escolas estaduais e municipais de Manaus e 400 projetos de escolas estaduais do interior do Amazonas.

Pioneiro no país, o PCE completa 15 anos de criação em 2019. Em comemoração a data haverá premiação para os melhores projetos deste ano. No final do programa os professores também poderão publicar artigos científicos em revista especial do PCE.

 O PCE apoia a participação de professores do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª à 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus.

 

Acesso o edital do Programa Ciência na Escola

Por Esterffany Martins

O post Oficina de elaboração e submissão de projeto no edital do PCE apareceu primeiro em FAPEAM.

Wilson Lima anuncia investimento no Programa Ciência na Escola

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), lançou edital do Programa Ciência na Escola (PCE), nesta segunda-feira, 15/4. A solenidade ocorreu na sede da Fundação, no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Na ocasião, o governador Wilson Lima anunciou aumento no investimento para o PCE 2019, que contará com recursos financeiros da ordem de R$ R$3.366.000,00 (três milhões, trezentos mil e sessenta e seis reais), um aumento de 36,52% em relação à edição anterior.

15.04.2019 - Lançamento Edital PCE- Fotos Erico X-73

Governador Wilson Lima anunciou aumento no investimento no PCE 2019. Foto: Érico Xavier

Um investimento justificado pelo acréscimo no número de projetos e bolsas para professores e estudantes, bem como nos valores dessas bolsas.

O governador reforçou ainda que o investimento beneficiará até 1.800 estudantes no Amazonas. Para eles a bolsa saiu de R$120,00 (em 2018) para R$150,00 (em 2019).

Para professores a bolsa salta de R$ 461 (em 2018) para R$560,00 (em 2019).

O número de projetos salta para 600, sendo 200 em escolas públicas de Manaus e 400 a serem distribuídos a projetos de professores de escolas estaduais do interior do Estado.

“É importante trabalharmos com ciência e fazer essa introdução nas séries iniciais do ensino, porque estamos plantando uma semente, para que os alunos comecem a ter consciência e noção da importância da pesquisa, da ciência e da tecnologia. Estamos dando um upgrade, aumentando o valor investido no Programa Ciência na Escola. Tenho certeza de que no futuro vamos colher os frutos desse investimento”, disse.

15.04.2019 - Lançamento Edital PCE- Fotos Erico X-23

Diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, disse que em comemoração aos 15 anos do PCE esta edição será especial com premiação para os melhores projetos. Fotos: Érico Xavier

Outra novidade foi anunciada pela diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, que destacou a relevância desta edição do PCE, que completa 15 anos.  Em comemoração à data, a que ela chamou de edição ouro do PCE, haverá premiação para os melhores projetos de 2019.

“É um programa pioneiro no Amazonas e referência no país. Com base no PCE, muitas outras fundações de amparo à pesquisa  iniciaram programas semelhantes em seus estados. Os estudantes que participam de projetos do PCE recebem formação científica no âmbito da educação básica. Isso favorece a construção de uma carreira mais promissora, pautada no conhecimento, na transformação do pensar e no agir. Ao ingressarem no ensino superior, os alunos levam essa experiência como diferencial”, ressaltou.

Participaram da cerimônia de lançamento, o governador Wilson Lima, o secretário de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc) Luiz Castro, a secretária Municipal de Educação (Semed) Kátia Schweickardt e a diretora-presidente da Fapeam Márcia Perales.

cornograma

 Submissão de propostas

 As propostas podem ser enviadas pelos professores até o dia 29 de maio e deverão ser apresentadas em Formulário online específico e enviadas por meio eletrônico, via Sistema de Gestão da Informação da Fapeam (SIGFapeam), disponível no endereço eletrônico: http://www.fapeam.am.gov.br. Além do envio do Formulário online, a submissão do projeto requer a apresentação de documentação complementar, a ser anexada no sistema, como detalhado no edital.

Clique aqui para acessar o edital do PCE

Cada proposta aprovada no PCE será contemplada com uma bolsa para professor, pelo período de seis meses, e três bolsas para estudantes, pelo período de cinco meses.

PCE

Desenvolvido pela Fapeam em parceria com a Seduc e Semed Manaus, o programa tem como objetivo despertar a vocação científica e incentivar talentos entre os estudantes de ensino público, bem como contribuir para o processo de formação continuada dos professores.

O PCE apoia a participação de professores do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª à 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa a serem desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus.

 

Clique aqui para acessar o edital do PCE

 

Por Esterffany Martins e Jessie Silva

 

 

 

 

O post Wilson Lima anuncia investimento no Programa Ciência na Escola apareceu primeiro em FAPEAM.

Estudo sobre diversidade microbiana do trato genital feminino é desenvolvida em Manaus

O Papilomavírus Humano (HPV) é um vírus transmitido por meio de contato sexual, apontado como um dos principais agentes causadores do câncer de colo de útero. Segundo a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), Manaus apresentou percentual de 50,3% de jovens infectados pelo HPV (sendo 33,9% de infecções por HPV de alto risco oncogênico).

Diante desse contexto, pesquisa científica apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) desenvolveu estudo com a finalidade de investigar a composição microbiana em pacientes com microbiota autóctone (normal) e microbiota de pacientes com lesões pré-malignas e malignas.

O projeto coordenado pela doutora em Biotecnologia, Cristina Maria Borborema dos Santos, foi desenvolvido no Centro de Apoio Multidisciplinar (CAM) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio do Programa de Apoio à Pesquisa (Universal Amazonas) edital N° 021/2011, da Fapeam.

A pesquisa surgiu com objetivo de responder o porquê que 90% das mulheres infectadas por HPV têm suas infecções resolvidas, ou seja, evoluem para a cura, enquanto 10% têm a infecção persistente com progressão para malignidade.

“Ao realizar esse trabalho surgiram inúmeras perguntas, como por exemplo, se haveria algum fator característico, próprio de cada mulher que estivesse interferindo para persistência do vírus. Se estaria esse fator relacionado ao microambiente vaginal. Queríamos saber o que havia de diferente entre os grupos de mulheres em diferentes condições clínicas. E partimos em busca de uma metodologia por meio de uma busca bibliográfica e no diálogo com pesquisadores com a finalidade de que conseguíssemos obter as respostas às nossas indagações,” disse.

Dra. Cristina Barbosa - UFAM - Fotos Érico X-12

Estudo foi coordenado pela doutora em Biotecnologia, Cristina Maria Borborema dos Santos, na Ufam.

Resultados

Um total de 187 mulheres residentes em Manaus participou do estudo. A maioria atendida em Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor Mendonça de Freitas, da zona Oeste de Manaus. Também participaram da pesquisa mulheres atendidas na FCecon, centro de referência na rede pública para mulheres que apresentam lesões pré-malignas e malignas do colo do útero.

O diagnóstico molecular do HPV foi realizado em todas as mulheres participantes do estudo, revelando uma alta prevalência do HPV16, tipo oncogênico de alto risco para o desenvolvimento do câncer de colo do útero, como pode ser conferido no artigo científico Prevalence of human papillomavirus, Chlamydia trachomatis, and Trichomonas vaginalis infections in Amazonian women with normal and abnormal cytology, publicado pelo grupo de pesquisa, como parte dos resultados gerados pela pesquisa.

Integrante do grupo de pesquisa, a doutoranda em Biotecnologia, Évelyn Costa, explicou que o gênero Ureaplasma (gênero que abrange bactérias pleomórficas, desprovida de parede celular e envolvida em infeções urogenitais) foi detectado em maior abundância no grupo de mulheres que apresentavam lesões pré-malignas do colo do útero.

Dra. Evellyn Costa - UFAM - Fotos Érico X

Doutoranda em Biotecnologia, Évelyn Costa, integrante do grupo de pesquisa.

Após a coleta, o DNA genômico total foi isolado e, em seguida, foram amplificadas as regiões V1-V2 do gene 16S rRNA. Os produtos foram então sequenciados e analisados por bioinformática, em parceria com a Dra. Tainá Raiol da Fiocruz de Brasília, para este fim.

Evelyn ressalta a necessidade de continuação da pesquisa, pioneira no âmbito nacional, que se encontra ainda no início, podendo trazer grande colaboração científica.

Grupo de Pesquisa

A pesquisa também contou com a colaboração de vários pesquisadores  dentre eles Prof. Dr. Spartaco Astolfi Filho da Ufam, a Dra. Enedina Assunção, Msc. Roberto Alexandre Barbosa Filho e dos alunos de graduação Lucas Munareto, Priscila Rocha e Arine Heloíse.

 Câncer de colo de útero

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), no biênio 2018/2019, estima-se para o Brasil 16.370 casos novos de câncer de colo uterino, uma taxa bruta de 15,43 a cada 100 mil mulheres. Para o Amazonas, estima-se cerca de 840 casos novos de câncer de colo uterino, uma taxa bruta de 40,97 a cada 100 mil mulheres. Desses casos novos do estado, cerca de 640 serão mulheres residentes em Manaus.

Atualmente, o câncer de colo de útero é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo inteiro com 70% dos novos casos ocorrendo nos países em desenvolvimento.

Dra. Evellyn e Dra. Cristina  - UFAM - Fotos Érico X-5

Por Jessie Silva

Fotos-Érico Xavier

 

O post Estudo sobre diversidade microbiana do trato genital feminino é desenvolvida em Manaus apareceu primeiro em FAPEAM.

PROPG-Capes-Fapeam recebe propostas até o dia 13 de maio

Apoiar a formação de recursos humanos em áreas estratégicas nas quais o Estado do Amazonas ainda não possui programas de pós-graduação em nível de mestrado ou doutorado é o objetivo do Programa de Bolsas de Pós-Graduação em Instituições Fora do Estado do Amazonas (PROPG-Capes/Fapeam)-edital N°001/2019, que recebe propostas até o dia 13 de maio. O programa é desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O programa disponibiliza 50 bolsas via Capes, sendo 25 bolsas para mestrado e 25 para doutorado, para alunos residentes no Amazonas, matriculados em cursos de pós-graduação stricto sensu, credenciados pela Capes.

Clique aqui para acessar o edital

propg 2019 alterado-01 (1)

 

A bolsa de mestrado corresponde ao valor de R$1.500, com prazo máximo de 24 meses.  Para doutorado, o valor será de R$2.200, com vigência máxima de 48 meses.

Propostas

As propostas podem ser enviadas até o dia 13 de maio, em formulário online específico, por meio do Sistema de Gestão da Informação da Fapeam (SIGFapeam), disponível no portal da Fapeam. A submissão da proposta requer também a apresentação de documentação complementar a ser anexada ao sistema, conforme o edital.

A implementação da bolsa depende da entrega da documentação solicitada no edital, bem como da portaria de liberação, caso o bolsista tenha vínculo empregatício ou funcional com instituição pública.

A previsão é que o resultado das propostas aprovadas seja divulgado no mês de junho/2019.

Edital PROPG-Capes-Fapeam

 

Por Jessie Silva

Arte- Barbara Brito

O post PROPG-Capes-Fapeam recebe propostas até o dia 13 de maio apareceu primeiro em FAPEAM.

Atuação da Fapeam no fomento a CT&I no Amazonas é abordada em palestra

O fomento e a produção científica para o desenvolvimento do Amazonas foi o tema da palestra ministrada pela diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Márcia Perales, nesta sexta-feira, 29/3, durante o 1° Congresso Internacional de Fauna e Flora da Amazônia. O evento ocorreu no auditório da Ciência, no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus.

Na palestra, Márcia apresentou os investimentos e alguns programas desenvolvidos pela Fapeam ao longo de 10 anos (2008-2018). Destacou a missão da Fundação de financiar e difundir a pesquisa científica, tecnológica e de inovação no Estado, mediando processos que favoreçam o progresso e a geração de mais produtos frutos dessas iniciativas e apoiando a formação de recursos humanos.

Congresso Internacional de Fauna e Flora da Amazônia- Fotos EX_-27

Diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, apresentou os investimentos e alguns programas desenvolvidos pela Fapeam ao longo de 10 anos (2008-2018)

Na oportunidade, evidenciou as cinco linhas de ação da Fapeam: Formação e Capacitação de Recursos Humanos para CT&I; Pesquisa, Tecnologia e Inovação; Infraestrutura e Organização Institucional para CT&I; Popularização e Difusão da CT&I e Intercâmbio e Cooperação Interinstitucional, Nacional e Internacional.

Dentre os programas desenvolvidos pela Fapeam, a diretora-presidente destacou a importância do Programa Ciência na Escola (PCE). Desenvolvido pela Fapeam, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed), direcionado a professores e estudantes da educação básica de escolas públicas do Amazonas.

“Neste ano, o PCE completa 15 anos, e ao longo desse tempo tem apresentado resultados expressivos no Estado, com alunos que participaram do programa ainda na educação básica e hoje estão no mestrado e doutorado. Esse apoio tem incentivado uma trajetória acadêmica, que levou estudantes da escola pública a níveis elevados de formação e qualificação”, disse.

Prospecção para 2019

Na oportunidade, a diretora-presidente da Fapeam também falou sobre a prospecção da Fundação para 2019, com o lançamento de vários editais como: Programa de Bolsas de Pós-Graduação em Instituições Fora do Estado do Amazonas, Programa de Apoio à Iniciação Científica, Programa Centelha, Programa de Cooperação para a Consolidação da Pós-Graduação e Formação de Recursos Humanos no Amazonas Capes/ Fapeam e do PCE cujo edital está previsto para o início de abril.

Por Esterffany Martins

Fotos- Érico Xavier

O post Atuação da Fapeam no fomento a CT&I no Amazonas é abordada em palestra apareceu primeiro em FAPEAM.

Lançado o terceiro vídeo da série Lugar de Mulher é Onde ela quer Estar

A Fundação de Amparo à  Pesquisa do Estado Amazonas (Fapeam), por meio do Departamento de Comunicação e Difusão do Conhecimento (Decon), lança nesta sexta-feira, 22/3, o terceiro vídeo da série Lugar de Mulher é Onde ela quer Estar.

Neste terceiro vídeo foi entrevistada a pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Elizabeth Gusmão, que fala de suas conquistas e como foi ingressar na pesquisa.

A série Lugar de Mulher é Onde ela quer Estar apresenta vídeos que contam a história de mulheres que atuam na produção do conhecimento científico no Amazonas. Os vídeos são publicados às sextas-feiras do mês de março nas redes sociais e no portal da Fapeam, em celebração ao mês da mulher.

Produção- Jessie Silva

Imagens- Érico Xavier e Esterffany Martins

Edição de Vídeo:  Érico Xavier

O post Lançado o terceiro vídeo da série Lugar de Mulher é Onde ela quer Estar apareceu primeiro em FAPEAM.

Comitê alinha detalhes para a formulação do novo edital do Programa Ciência na Escola, edição 2019

Com o objetivo de alinhar os últimos detalhes para o lançamento do edital do Programa Ciência na Escola (PCE) edição 2019, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) realizou reunião com o Comitê de Análise, Acompanhamento e Avaliação do PCE,  na tarde da segunda-feira, 18/3, na sede da Fundação, no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

Na ocasião, estiveram presentes representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e do Conselho Estadual de Educação (CEE), além da diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos, e chefe do Departamento de Análise de Projetos (Deap), Michele Brito.

Pioneiro no país, o PCE apoia a participação de professores e estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, da 1ª à 3ª série do ensino médio e suas modalidades: Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Indígena, Atendimento Educacional Específico e Projeto Avançar, em projetos de pesquisa desenvolvidos em escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus.

18.03.2019 - REUNIÃO DE ALINHAMENTO COM PCE  - FOTOS ÉRICO XAVIER._-2

Reunião foi alinhar os últimos detalhes para o lançamento do edital do Programa Ciência na Escola (PCE) edição 2019

NOVO EDITAL

Durante a reunião foram discutidos pontos do novo edital como critérios para concorrer ao programa, calendário previsto que inclui: abertura do edital, previsão de lançamento, enquadramento de propostas, análise de mérito, resultado e implementação dos projetos. A previsão é que o edital seja lançado no mês de abril.

Também foi apresentado um panorama da edição 2018. A última edição do PCE contou 526 projetos aprovados em 27 municípios. Desse total, 324 projetos foram desenvolvidos por escolas estaduais e municipais de Manaus e 202 projetos em escolas estaduais do interior.

PROGRAMA ESTRATÉGICO

Márcia Perales, reforçou que o PCE é um programa estratégico para o Estado do Amazonas, por incentivar desde cedo o estudante à vocação científica. Destacou ainda a importância da parceria firmada com os órgãos que atuam na área de educação no Estado, para o apoio na execução do programa.

“A Fapeam apoia o que é considerado estratégico para o avanço da Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado, e o PCE é um programa que tem como objetivo contribuir para a formação científica de estudantes e incentivar o envolvimento de professores da educação básica em projetos de pesquisa. É um importante programa que oferecemos em parceria com instituições como a Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Seduc, Semed e o CEE”, disse.

Marne Vasconcellos explicou que a reunião com o comitê foi para reiterar a importância das parcerias para a realização do PCE, além de possibilitar ouvir os órgãos parceiros para a elaboração do novo edital do programa.

Por Esterffany Martins

Fotos-Érico Xavier

O post Comitê alinha detalhes para a formulação do novo edital do Programa Ciência na Escola, edição 2019 apareceu primeiro em FAPEAM.

Do laboratório para a Sociedade

TV FAPEAM-  Extratos do jucá (Libidibia ferrea), maracujá do mato (Passiflora nitida), piquiá (Caryocar vilosum) e breu-branco (Protium sp.), frutas e plantas amazônicas, apresentam substâncias bioativas que podem ser aplicadas na indústria cosmética e farmacêutica. Os resultados são de uma pesquisa científica, apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), que teve como objetivo descobrir novos bioativos com aplicação no mercado.

Coordenado pelo doutor em Farmácia, Emerson Lima, o estudo foi realizado no Laboratório de Atividade Biológica da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), no âmbito do Programa de Apoio à Núcleos Emergentes de Pesquisa (Pronem), edital N°009/2011.

Assista ao vídeo produzido pela TV FAPEAM

Imagens e edição de imagens- Érico Xavier e Esterffany Martins

Arte- Suellen Sousa

 

O post Do laboratório para a Sociedade apareceu primeiro em FAPEAM.

Todas as notícias em um só lugar