Arquivo da Categoria: Centro de Estudos

Palestra na Fiocruz Amazônia irá abordar métodos de estudo de comunidades microbianas e aplicações

O estudo da composição e estrutura de comunidades microbianas não é uma questão trivial.  As metodologias disponíveis para identificação taxonômica de microrganismos sejam elas baseadas em métodos dependentes ou independentes de cultivo possuem limitações. Em termos de cultivo bacteriano, é ainda mais difícil prover todas as condições apropriadas para indução do crescimento de microrganismos fastidiosos.

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 12/7, na sala de aula 1, prédio anexo, a palestra “Métodos de estudo de comunidades microbianas e aplicações”, a ser ministrada pela pesquisadora, Lorena Nacif, professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A palestra trará como estudo de caso o tema de pesquisa do Laboratório de Biologia Molecular/ICB da Ufam: Microrganismos associados a abelhas nativas da Amazônia. Segundo a palestrante, o desenvolvimento de técnicas independentes de cultivo, ultrapassou a necessidade de isolamento prévio do microrganismo representando um grande avanço para os estudos de diversidade microbiana.

“Recentemente, as tecnologias de Sequenciamento de Nova Geração (SNG) revolucionaram os estudos de diversidade microbiana com a possibilidade de se analisar milhões de fragmentos de DNA. A alta cobertura dessas tecnologias permite que a estrutura microbiana de uma dada amostra  seja revelada minuciosamente, incluindo os microrganismos menos abundantes. Mesmo com tantos avanços, as diferentes técnicas de estudo de comunidades microbianas possuem viés diferentes que devem ser considerados para um adequado desenho experimental”, explicou Nacif.

SOBRE A PALESTRANTE

Lorena é bacharel em Ciências Biológicas e mestre em Biologia Celular e Estrutural pela Universidade Federal de Viçosa (UFV-MG), doutora em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam)

Possui experiência nas áreas de Microbiologia e Biologia Celular e Molecular atuando principalmente no estudo da microbiota associada à abelhas nativas da Amazônia, com interesse nas relações entre insetos sociais e micro-organismos simbiontes, prospecção de bioativos e catalogação da biodiversidade Amazônica.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Centro de Estudos irá abordar vigilância genômica, epidemiológica e digital do vírus chikungunya nos estados de Roraima e Amazonas

Na próxima sexta-feira, 5/7, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Vigilância Genômica, epidemiológica e digital do vírus chikungunya nos estados de Roraima e Amazonas, Brasil”, a ser ministrada pelo pesquisador, Felipe Gomes Naveca, Vice-Diretor de Pesquisa e Inovação do Instituto

Segundo o pesquisador, “desde a primeira detecção nas Américas em 2013, o vírus chikungunya (CHIKV) foi encontrado em 51 países. A transmissão local na Amazônia Brasileira foi identificada em agosto de 2014, sendo os primeiros casos identificados como pertencentes ao genótipo asiático. No entanto, em julho de 2015, os primeiros casos autóctones no estado do Amazonas foram identificados no Instituto Leônidas e Maria Deane como pertencentes ao genótipo Centro-Sul-Leste Africano (ECSA), o mesmo que causava uma epidemia no nordeste brasileiro”, explicou.

O encontro irá abordar estudos que utilizaram dados genéticos, epidemiológicos e de buscas na internet, usados para melhor compreender como se deu a dinâmica de transmissão do CHIKV nos estados de Roraima e Amazonas. “Nossos dados sugerem que 39% da população de Roraima foi infectada pelo CHIKV em apenas um ano. Houve concordância entre a busca pelo termo “chikungunya” em ferramentas de busca online e o pico de casos notificados/confirmados. Por fim, a análise dos dados genéticos sugere que houve uma substituição do genótipo Asiático pelo ECSA, o qual foi responsável pela epidemia em Roraima 2016-2017”, destacou Naveca.

A apresentação ocorrerá no Salão Canoas, auditório da Instituição, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

 SOBRE O PALESTRANTE

Felipe Naveca é bacharel em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Ciências Biológicas e Doutor em Ciências (Microbiologia/UFRJ). É Pesquisador em Saúde Pública (Titular II) do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD), unidade técnico-científica da Fiocruz no estado do Amazonas.

É gerente das subunidades de PCR em Tempo Real (RPT09G) e Genômica (RPT01H) da Rede de Plataformas Tecnológicas do Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Insumos para Saúde (PDTIS-Fiocruz) e membro da Câmara Técnica de Pesquisa da Vice-Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas da Fiocruz (VPPCB).

É docente permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Imunologia Básica e Aplicada (PPGIBA – UFAM, área CAPES: Ciências Biológicas III, nota 4) desde 2009. Também é docente permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Biologia da Interação Patógeno Hospedeiro (Bio-Interação – ILMD/Fiocruz, área CAPES: Ciências Biológicas III, nota 3) e Biologia Celular e Molecular (PGBCM – IOC/Fiocruz, área CAPES: Ciências Biológicas II, nota 7). É Membro da Rede Nacional de Especialistas em Zika e Doenças Correlatas – RENEZIKA, DECIT, Ministério da Saúde.

Possui experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Virologia, Biologia Molecular, Biotecnologia e Bioinformática. Atua principalmente nos seguintes temas: Epidemiologia Molecular, Genômica e Evolução de Arbovírus; Desenvolvimento Diagnóstico; Tipagem Molecular de Agentes Infecciosos Virais e Bacterianos; Imunogenética.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Bionegócios: Palestra do Centro de Estudos aborda potencialidades de pesquisas para geração de produtos

A biodiversidade amazônica é o elemento chave na geração de bionegócios. Um mercado promissor em tempos de crise econômica, que tem avançado por meio de parceiras entre empreendedor, incubadoras de tecnologia e centros acadêmicos. O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promoveu na última sexta-feira, 28/6, no Salão Canoas, auditório da Instituição, a palestra “Oportunidades disfarçadas”, ministrada por Maria Katherine Oliveira, pesquisadora do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) e da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi).

A apresentação abordou as possibilidades de novas oportunidades no campo científico, para estudos que apresentem potencial para o desenvolvimento de produtos, na Amazônia. Na oportunidade, a palestrante falou sobre o desenvolvimento de negócios da floresta, além de destacar a importância e viabilidade para a região da bioeconomia sustentável.

“Acredito que com a necessidade da mudança da matriz econômica de Estado, por bionegócio, precisa virar realidade na nossa rotina. Nós como pesquisadores, precisamos olhar um pouco mais para o mercado, buscando entender como a matéria prima regional pode estar sendo inserida nos produtos básicos como: panificação, confeitaria, massas alimentícias, até mesmo as próprias enzimas”, Sugeriu.

SOBRE A PALESTRANTE

Maria Katherine é graduada em Química, mestre em Tecnologia de Alimentos e doutora em Biotecnologia, pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Atualmente, colabora com o grupo de pesquisa e desenvolvimento da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UFAM.

Tem experiência nas áreas de Tecnologia de Alimentos, Aproveitamento de Resíduos Agroextrativistas da Amazônia e na Implantação de Sistemas de Gestão da Qualidade e Segurança de Alimentos. Lidera projetos de desenvolvimento tecnológico na Amazônia, apoiando empreendimentos (associações, cooperativas e empresas) que necessitam otimizar processos e produtos industriais destinados à mercados que valorizam os produtos orgânicos, o comércio justo, ético e solidário (veganos e Fair Trade).

Foi agraciada com dois prêmios nacionais na área de tecnologia: Prêmio FUCAPI/CNPq de Tecnologia, edição 1999; Prêmio Samuel Benchimol de Inovação Tecnológica (primeiro lugar), edição 2011. No Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), entre 2012 e 2015, coordenou ações para o desenvolvimento tecnológico de bioprodutos no projeto Avaliação Tecnológica de Matérias-Primas Amazônicas para fabricação de produtos industriais.

Entre 2016 e 2018 desenvolveu projeto relacionado com a obtenção de matérias-primas e extratos secos padronizados. Atualmente, desenvolve pesquisas aplicadas, cujo objetivo é agregar valor aos recursos naturais da Amazônia por meio da aplicação das substâncias bioativas (extratos) em formulações alimentícias e cosméticas de elevado valor comercial.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Foto: Eduardo Gomes

Palestra do Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia aborda desenvolvimento e aplicações da tecnologia do DNA recombinante

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promoveu nesta sexta-feira, 14/6, a palestra “Desenvolvimento e aplicações da tecnologia do DNA recombinante”, ministrada pelo pesquisador, Luis André Moraes Mariuba, pesquisador e coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Fiocruz Amazônia.

Na ocasião, Mariuba também explanou sobre as atividades desenvolvidas na Fiocruz Amazônia, no âmbito do NIT, em especial sobre depósito de patentes e aplicações de tecnologias que beneficiam diretamente a sociedade. “A gente tem trabalhado muito com o desenvolvimento de imunoensaios, voltados principalmente para malária e também em outras linhas que atuam com outras doenças”, pontuou.

Os imunoensaios são técnicas para a detecção e/ou quantificação de antígenos e anticorpos, ou outras substâncias que desempenhem o papel de antígeno no ensaio, tais como drogas, hormônios, DNA, RNA e citocinas. Durante a apresentação, o pesquisador apresentou também projetos que receberam recursos para serem executados, assim como destacou algumas alternativas desenvolvidas nos laboratórios, publicações e patentes depositadas pelo Instituto.

SOBRE O PALESTRANTE

Mariuba é graduado em Ciências Biologicas pela Faculdade São Lucas, mestre em Biologia Experimental pela Universidade Federal de Rondônia e doutor em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas.

Atualmente, trabalha com biologia molecular, mais especificamente com a produção de proteínas recombinantes e Imunologia aplicada como tecnologista no Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia). Possui colaboração com diferentes institutos de pesquisa dentro e fora do Estado/País, nas áreas de desenvolvimentos de OGM e de testes para diagnóstico rápido de doenças infecciosas.

Realiza estudos com foco no desenvolvimento de novos veículos vacinais e diagnóstico para malária, e desenvolvimento de anticorpos IgY para tratamento e controle de doenças. Mariuba é colaborador em projetos que buscam desenvolver ferramentas moleculares e metodologia para estudo em nanocristais de celulose, piscicultura, hepatite, entomologia, microbiologia, dentre outros.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

Novas abordagens para descoberta de alvos moleculares contra malária serão apresentadas no Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 14/6, às 10h, a palestra “Novas abordagens para descoberta de alvos moleculares contra malária”, a ser ministrada pelo pesquisador, Fábio Trindade Maranhão Costa, professor associado do Instituto de Biologia (IB) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

A apresentação ocorrerá no Salão Canoas, auditório da Instituição, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Fábio é biólogo graduado pela Universidade de Brasília, mestre e doutor em microbiologia, imunologia e parasitologia pela Universidade Federal de São Paulo e livre docente em Parasitologia pela Universidade Estadual de Campinas.

Atualmente é professor associado do Instituto de Biologia (IB) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde desenvolve pesquisa translacional em doenças tropicais, com ênfase no entendimento de aspectos imunopatológicos da Malária e ZIKA, bem como na descoberta de novas drogas. É coordenador de ações internacionais do IB, membro da coordenação de área Saúde IV da FAPESP e Editor acadêmico das revistas PLoS One e Frontiers in Immunology.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra na Fiocruz Amazônia abordará pesquisas sobre serpentes peçonhentas, antivenenos, tratamentos alternativos e imunodiagnóstico

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 7/6, às 10h, a palestra “Serpentes peçonhentas, antivenenos, tratamentos alternativos e imunodiagnóstico”, a ser ministrada por Maria Cristina dos Santos, professora Titular da Universidade Federal do Amazonas

A apresentação ocorrerá na sala de aula 101, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Maria Cristina é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade de Santo Amaro, mestre em Bioquímica e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais e Doutora em Imunologia pela Universidade de São Paulo.

Atualmente é professora Titular da Universidade Federal do Amazonas e ministra disciplinas na Graduação (Imunologia Médica e Psiconeuroimunologia) e na Pós-graduação nos seguintes Programas: Biotecnologia, Ciências Pesqueira nos Trópicos e Imunologia Básica e Aplicada.

Possui experiência na área de Imunologia, com ênfase em Imunologia Aplicada e Imunoquímica, atuando principalmente nos seguintes temas: caracterização das atividades biológicas dos venenos de serpentes e de arraias Amazônicas; validação de espécies vegetais utilizadas com antiofídicas; produção experimental de imunobiológicos para o tratamento de acidentes por animais peçonhentos; Ofidismo na Amazônia. É uma das idealizadoras e Editora da Revista Eletrônica Scientia Amazonia.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Vigilância em saúde do trabalhador em postos flutuantes de revenda de combustíveis em Manaus será tema do Centro de Estudos

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 31/5, às 10h, a palestra “Vigilância em Saúde do Trabalhador em Postos Flutuantes de Revenda de Combustíveis em Manaus”, a ser ministrada por Sílvio Orlon, fiscal de saúde do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus.

A apresentação ocorrerá na sala de aula 101, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Sílvio é graduado em Medicina Veterinária e especialista em Vigilância Sanitária de Alimentos pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), especialista em Vigilância Sanitária e mestrando em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz. Atualmente é Fiscal de Saúde do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) de Manaus.

Em sua trajetória acadêmica, desenvolveu estudos nas seguintes áreas: Erliquiose canina, Relevância Sanitária de Listeria Monocitógenes em Carnes e Produtos Cárnicos, Reprocessamento de Produtos para Saúde em Serviços de Hemodinâmica, Vigilância em Saúde do Trabalhador em Postos Flutuantes de Revenda de Combustíveis em Manaus.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Centro de Estudos irá abordar competência vetorial de Aedes aegypti ao Zika vírus

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 24/5, às 10h, a palestra “Competência vetorial de Aedes aegypti ao Zika vírus”, a ser ministrada por Bárbara Chaves, pesquisadora da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD)

A apresentação ocorrerá na sala de aula 101, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Bábara é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, com graduação sanduíche pela Universidade de Évora (Portugal), doutora em Doenças Tropicais e Infecciosas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em parceria com a Fundação de Medicina Tropical (FMT), com doutorado sanduíche pela John Hopkins Bloomberg School of Public Health.

Possui experiência em estudos de interação vetor/patógeno e competência vetorial, experiência em vetores de arboviroses e/ou outras doenças transmitidas por vetores, produção e manutenção de insetos, técnicas de Biologia Molecular e Imunoensaio.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia irá abordar o uso das mídias sociais na divulgação científica

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 17/5, às 10h, a palestra “Compartilhe! o uso de mídias sociais na divulgação científica”, a ser ministrada por Monique Freire dos Reis, pesquisadora da Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCECON).

A palestra irá abordar a utilização de mídias sociais como ferramentas de divulgação científica, estratégia que vem sendo utilizada por vários pesquisadores para alcançar um número maior de pessoas e dar visibilidade aos estudos e descobertas, de forma mais acessível.

A apresentação ocorrerá na sala de aula 101, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Monique Reis é graduada em Medicina pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), especialista em Saúde da Família pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e residência médica em Patologia, pelo Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV).

Atualmente é pesquisadora da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas, e doutoranda do Programa de pós-graduação em Medicina Tropical da UEA em parceria com a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado.

Possui experiência na área de Medicina, com ênfase em Patologia, atuando principalmente nos seguintes temas: HIV/Aids, câncer de colo do útero e controle de qualidade em laboratórios de Patologia.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia vai abordar revisões sistemáticas e metanálise

O Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 10/5, às 10h, a palestra “Revisões Sistemáticas e Metanálise”, a ser ministrada por Fernando Herkrath, pesquisador do Laboratório de Situação de Saúde e Gestão do Cuidado de Populações Indígenas e outros grupos vulneráveis (SAGESPI), da Fiocruz Amazônia.

“Iremos abordar um tipo de estudo que tem por objetivo sintetizar a literatura disponível, para produzir a melhor evidência científica. A intenção é apresentar o modelo para os alunos, visto que muitos não conhecem, e dar ferramentas para que eles possam desenvolver este tipo de estudo, principalmente os alunos de pós-graduação”, explicou Herkrath.

A apresentação ocorrerá na sala de aula 101, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Fernando Herkrath é graduado em odontologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru, da Universidade de São Paulo, especialista em ortodontia pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, da Universidade de São Paulo, especialista em bioestatística pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, mestre em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e doutor em Saúde Coletiva, área de concentração Epidemiologia, pelo Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Atualmente é Pesquisador em Saúde Pública na Fiocruz Amazônia e professor adjunto da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento