Todos os artigos de Marlúcia Almeida

Fiocruz Amazônia articula a realização de atividades de formação para o SUS em Uarini (AM)

Com o objetivo de se inteirar e contribuir com atividades de formação para o Sistema Único de Saúde (SUS), será realizada nos dias 17 e 18 de março, na comunidade flutuante de São Raimundo do Jarauá – Setor Jarauá, no município de Uarini/AM, a direção do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebeu no dia 14/2, Orivane Cordovil Lopes, secretaria de Saúde de Uarini.

O encontro que foi articulado pelo pesquisador da Fiocruz Amazônia, Marcílio Medeiros, membro do Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (TASS), responsável pela oficina, no Jarauá, de Formação para o Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo ele, a atividade proposta integra o projeto de pesquisa “Atenção à saúde das populações do campo, da floresta e das águas: perspectivas de um sistema de garantias de direitos para as populações ribeirinhas das unidades de conservação ambiental”,  amparado pelo edital Novos Talentos da Fiocruz.

Marcílio explica que a articulação com as comunidades dos municípios de Alvarães, Fonte Boa, Japurá, Jutaí, Maraã, Tonantins e Uarini que compõem a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (RDSM) são feitas desde o ano passado, com a devolutiva de sua pesquisa.

“Na oportunidade, lá fizemos o Curso de Conselheiros Municipais de Saúde e ministramos palestra na Conferência Municipal de Saúde. Em agosto de 2019, nós realizamos em Fonte Boa a Oficina de Trabalho de Apresentação dessa estruturação do Sistema de Garantia de Direitos, reunimos todos os setores dos governos municipais e tivemos a participação do Ministério Público, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) e da Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), no sentido de estar apresentando e corresponsabilizando todos os atores para a construção desse sistema”.

Para o diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, trabalhar de forma articulada com as instituições e organizações sociais nos municípios é imprescindível para o conhecimento da realidade local e para a realização de um trabalho efetivo nas comunidades, o que impacta favoravelmente para o bom desempenho dos trabalhadores do SUS.

“O projeto QualificaSUS, da Fiocruz Amazônia, é uma outra oportunidade de estarmos contribuindo para a qualidade do serviço e efetividade aos usuários do SUS, pois essa iniciativa tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores que atuam na gestão e no atendimento das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e em órgãos parceiros”, comentou.

Orivane Lopes manifestou estar muito otimista e esperançosa para essa parceria do município de Uarini com a Fiocruz Amazônia.

“A gente sabe o quanto é importante a parceria dos municípios com a Fiocruz, especialmente pela facilidade de que as pessoas, profissionais, tanto do nível superior, quanto do médio, podem aproveitar e aprender para melhorar os atendimentos da saúde, tanto nas comunidades ribeirinhas, quanto na própria sede do município. Então, a gente almeja o melhor para a população nesse quesito”, disse.

Marcilio informou ainda que a referida formação no Jarauá antecederá as atividades da XXVIII Assembleia Geral da RDSM que reunirá moradores(as), trabalhadores(as) e lideranças das associações das 200 comunidades da Reserva, além de técnicos e gestores das secretarias municipais e estaduais. A Assembleia acontecerá no período de 19 a 22 de março de 2020, no município de Uarini/AM

Sérgio Luz adiantou que outras iniciativas de saúde podem acontecer nesse período, e que para isso buscará parcerias com outras instituições, para a realização de serviços de saúde durante a Assembleia Geral da RDSM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Marlúcia Seixas

Fiocruz Amazônia abre inscrições para especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde em Manaus

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) lançou processo seletivo para o curso de especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde,  a ser realizado em Manaus(AM). As inscrições são online  e podem ser feitas no  período de 13 a 28 de fevereiro.

O curso se destina a profissionais com nível superior que atuam na área de gestão da Atenção Básica. Para o processo seletivo estão sendo ofertadas 50 vagas.

A especialização acontece no âmbito do Projeto QualificaSUS, que é apoiado por emenda parlamentar da bancada do Amazonas. Para esta atividade, a Fiocruz Amazônia conta com parceria do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-AM).

Confira o edital AQUI

O processo seletivo simplificado para o curso se dará em duas etapas eliminatórias: homologação das inscrições e  análise documental para efeito de pontuação.

Esclarecimentos sobre os documentos e envio da inscrição podem ser solicitados somente através do endereço eletrônico duvidaslato.ilmd@fiocruz.br

Para se inscrever, o candidato deve apresentar a documentação solicitada no edital. Para efetivar a inscrição, o candidato deve enviar toda documentação exigida, digitalizada em um único arquivo, no formato “pdf”, de até 10MB, para o endereço eletrônico inscricaolato.ilmd@fiocruz.br

Acesse o edital.

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia, que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores que atuam na gestão e no atendimento das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e em órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do trabalhador, entendido como sujeito das práticas desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos estão sendo ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com recursos oriundos de emenda parlamentar da bancada do Amazonas e com parceria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM).

Atualmente, a Fiocruz Amazônia, por meio do Projeto QualificaSUS, realiza um curso de mestrado profissional, em Manaus;  mais 4 cursos  de pós-graduação lato sensu, que acontecem nos municípios de Tabatinga, Itacoatiara, Tefé e Maués; e 33 cursos de atualização para profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) no Amazonas.

O edital e demais chamadas públicas da Fiocruz Amazônia estão disponíveis em https://amazonia.fiocruz.br/?page_id=28031

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Fiocruz Amazônia inicia especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde em Maués (AM), por meio do Projeto QualificaSUS

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) iniciou na segunda-feira, 10/2, a segunda turma do curso de especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde, pelo Projeto QualificaSUS . A nova turma acontece em Maués, e vai atender a profissionais de saúde daquela cidade e de municípios do entorno.

A abertura do curso aconteceu no auditório do Hospital Raimunda Francisca Dinelly “Dona Mundiquinha” e contou com a presença de autoridades locais e alunos do curso. As aulas estão sendo realizadas em sala da unidade da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) no município.

Durante o evento, o secretário de Saúde de Maués, Franmartony Firmo, destacou a importância do curso para os profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS), para que possam compreender e colaborar para a melhoria da gestão das unidades de saúde da região.

“É uma grande oportunidade para os profissionais de saúde e para a população de Maués, um curso desse nível oferecido pela Fiocruz Amazônia, aqui. Acho que é um grande ganho para o município, para os profissionais e para as pessoas. Só temos a agradecer à Fiocruz Amazônia, agradecer ao Cosems Amazonas, à Susam e à a Prefeitura de Maués”, comentou Franmartony.

Na oportunidade, o coordenador do curso, Riter Lucas Garcia, falou sobre a metodologia do curso e da importância da participação dos alunos, uma vez que o curso é modular, com aulas que acontecem uma vez por mês durante uma semana.

Giovana Brandão Farias, aluna do curso.

 

Para a aluna do curso, Giovana Brandão Farias, que atua como coordenadora da Atenção Básica  em Saúde, a oportunidade de fazer uma especialização nessa área em Maués, é única. “Eu vi essa oportunidade como única, pois eu tenho a facilidade de fazer a pós-graduação no município onde eu trabalho, sem ter a dificuldade de deslocamento, de gastos e é uma especialização que está na minha rotina de trabalho. Então, eu acredito que não só para mim, como para os meus colegas, temos conhecimento a aprender e colocar em prática”, disse.

Também aluno do curso,  José Eduardo Bragança dos Santos, farmacêutico e bioquímico, concursado do estado e do município disse estar motivado para as aulas. “É uma satisfação muito grande participar do curso,  é o segundo que eu participo, ministrado pela Fiocruz,  e isso engrandece o nosso currículo e a gestão. A gestão, que é algo muito importante, que a gente precisa estar se qualificando e repassando essas informações para a população”, comentou.

 

 

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado profissional  que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos são ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio de emenda da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Marlúcia Seixas

Fiocruz Amazônia realizará curso de  especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde  em Manacapuru

A direção do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebeu nesta terça-feira (4/2) o secretário de Saúde do município de Manacapuru (AM), Rodrigo Balbi, para definir tratativas para a realização de mais um curso de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde, a ser oferecido no âmbito do Projeto QualificaSUS.

O curso será gratuito e destina-se a profissionais de nível superior que atuam em unidades básicas de saúde ou em unidades de saúde da família em Manacapuru e municípios vizinhos. As aulas são realizadas em período integral (matutino e vespertino), em sistema modular, uma semana por mês, de segunda a sábado.

O objetivo do curso é qualificar profissionais que atuam em cuidados primários de saúde para implantação e desenvolvimento de ações de Vigilância em Saúde no plano territorial-local, promovendo a integração entre oferta de cuidados da atenção primária à saúde e ações de vigilância na rede básica de serviços de saúde.

O diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, explica que o Projeto QualificaSUS tem tido um alcance muito grande do Amazonas. “O QualificaSUS possibilitou em 2019 a realização de 48 turmas de cursos de atualização em 29 municípios. Estão andamento 4 turmas de cursos de especialização e uma de mestrado profissional. Só neste início de 2020, estamos com 7 turmas de atualização acontecendo em São Gabriel da Cachoeira (2), Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, Autazes, Careiro da Várzea, e Manaquiri, além de  Manaus (4)”.

Rodrigo Balbi disse estar muito animado com a possibilidade de que o curso se realize em Manacapuru, especialmente por ser uma especialização a ser oferecida pela Fiocruz, uma instituição pela qual tem muito apreço, pois é egresso da pós-graduação da Fiocruz. “Desde que soube desta oportunidade fiquei muito feliz em poder proporcionar para os nossos trabalhadores essa capacitação, pois eu acredito muito e tenho muita fé nesta instituição”, comentou.

O edital está previsto para ser lançado no início do mês de maio e o curso de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde deve iniciar em junho deste ano,  com 50 alunos.

PÚBLICO-ALVO

O curso será destinado aos profissionais de nível superior que desempenham suas funções e/ou atividades em unidades básicas de saúde e/ou unidades de saúde da família, ou equivalente.

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos são ofertados em todos os 61 municípios do Amazonas, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do onselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems-AM).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Marlúcia Seixas

Prorrogadas as inscrições para curso de especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) prorrogou para quarta-feira, 15/01, as inscrições para o processo seletivo do curso de pós-graduação lato sensu em Gestão das Organizações Públicas de Saúde, que será realizado no município de Maués (AM).

Confira aqui a republicação do edital.

O curso é gratuito e podem participar da seleção profissionais com nível superior, que atuam no município de Maués e arredores, desempenhando atividades na área de gestão da Atenção Básica da Saúde.

A especialização é promovida pelo ILMD/Fiocruz Amazônia e acontece no âmbito do Projeto QualificaSUS, Para esta ação, a Fiocruz Amazônia conta com parceria do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-AM).

Para o curso estão sendo ofertadas 50 vagas. A especialização tem duração de 12 meses, tempo em que o aluno deverá cursar 400 horas em disciplinas e realizar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Esclarecimentos sobre os documentos e envio da inscrição podem ser solicitados somente através do endereço eletrônico duvidaslato.ilmd@fiocruz.br. Para se inscrever, o candidato deve apresentar a documentação solicitada no edital. A inscrição é feita apenas por e-mail. Para efetivar sua inscrição, o candidato deve enviar toda documentação exigida, digitalizada em um único arquivo, no formato “pdf” de até 10MB, para o endereço eletrônico inscricaolato.ilmd@fiocruz.br

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores que atuam gestão e no atendimento das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São oferecidos cursos de atualização, especialização e mestrado que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do trabalhador, entendido como sujeito das práticas desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos estão sendo ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com recursos oriundos de emenda parlamentar da bancada do Amazonas. Atualmente, a Fiocruz Amazônia, por meio do Projeto QualificaSUS, realiza um curso de mestrado profissional, em Manaus,  mais 3 cursos  de pós-graduação lato sensu, que acontecem nos municípios de Tabatinga, Itacoatiara e Tefé, além de 33 cursos de atualização para profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) nos municípios do Amazonas.

Para acessar este edital e demais chamadas públicas da Fiocruz Amazônia, clique.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

 

 

Fiocruz Amazônia recebe kits para detecção de febre amarela em animais silvestres

O Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebeu na quinta-feira, 19/12,  do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) kits febre amarela, que são  testes moleculares para diagnóstico da doença, a serem utilizados em animais silvestres.

Segundo o diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, os kits recebidos vão contribuir para o serviço de vigilância epidemiológica de febre amarela em Manaus, e serão utilizados em animais silvestres resgatados, que ficam no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas).

“Recebemos um número significativo de kits que nos permitirão realizar testes em até 100 animais silvestres, e assim poderemos saber se o animal testado já teve contato com o vírus da febre amarela ou não”, comentou.

O kit diagnóstico para febre amarela do IBPM é uma tecnologia desenvolvida  em parceria com o  Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná), que utiliza técnica molecular que detecta o material genético do vírus, garantindo níveis de especificidade e sensibilidade potencialmente superiores aos dos testes sorológicos disponibilizados no mercado, além de ser mais rápido que a técnica tradicional, usada para sequenciamento genético desse vírus.

SOBRE O IBMP

O Instituto foi criado em 1999 por meio de uma parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Governo do Estado do Paraná. Atualmente, a instituição opera no desenvolvimento tecnológico, inovação e produção industrial de soluções para a saúde, com destaque para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Clique para mais informações sobre Instituto de Biologia Molecular do Paraná.

Clique para mais informações sobre a Fiocruz Paraná.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Foto: Divulgação/IBMP

Divulgada lista de inscrições homologadas do ProfSaúde – Polo Amazonas

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), por meio da Comissão de Seleção do Mestrado Profissional em Saúde da Família (ProfSaúde), divulga a Republicação da lista de inscrições deferidas  do Polo Amazonas, referente à Chamada Pública Nº 01/2019 .

O resultado está disponível na Plataforma Siga da Fiocruz, em  http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=126

A seleção dos candidatos para o ProfSaúde/ MPSF consta de 3 (três) etapas: 1ª Etapa – Prova de Inglês (eliminatória); 2ª Etapa – Prova escrita de conhecimentos (eliminatória e classificatória); 3ª Etapa – Análise curricular, análise de carta de intenção e prova oral (eliminatória e classificatória).

O curso é  resultado da parceria entre  a  Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco)  e a Fiocruz. Conta com o apoio da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem), da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos ministérios da Saúde e da Educação. O ProfSaúde visa potencializar as atividades de ensino, pesquisa e extensão em Saúde da Família, tanto na academia, quanto nos serviços de saúde.

O ProfSaúde/ MPSF é um programa de pós-graduação stricto sensu em Saúde da Família, reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação.

O curso é semipresencial, com oferta nacional, realizado na modalidade de ensino a distância com previsão de 9 encontros presenciais. As instituições de Ensino Superior (IES) que integram a Rede Nacional do ProfSaúde/ MPSF são denominadas Instituições Associadas, e são responsáveis pela execução do curso.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

 

Divulgado resultado da prova oral do processo seletivo para o Mestrado PPGBIO-Interação

A Comissão de Seleção para ingresso no curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro (PPGBIO-Interação), do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia),  Chamada Pública Nº 008/2019, divulgou o resultado da prova oral (projeto de pesquisa + entrevista)

O resultado está disponível na Plataforma Siga,  da Fiocruz, em  http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=127

A interposição de recurso da prova oral deve ser feita até as 16h, do dia 17/12/2019.

SOBRE O PPGBIO-INTERAÇÃO

O Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro é curso stricto sensu que tem como essência a dinâmica de transmissão das doenças e as interações moleculares e celulares da relação patógeno-hospedeiro no âmbito da maior biodiversidade mundial.

O curso se enquadra na grande área em Parasitologia devido a pesquisa e ensino terem ênfase na ecoepidemiologia e biodiversidade de micro-organismos e vetores; fatores de virulência, mecanismos fisiopatológicos e imunológicos associados na interação parasito-hospedeiro.

Esses diversos aspectos são os principais delineadores para escolha da área de concentração da Ciências Biológicas III, por esta ser uma área multidisciplinar e baseada no eixo bioquímica, genética, biológico, celular e molecular. Os alunos recebem formação em áreas estratégicas por sua importância, e que precisam ser desenvolvidas no estado do Amazonas.

Para informações sobre chamadas da Fiocruz Amazônia, clique.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

Fiocruz Amazônia abre inscrições para especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde em Maués

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) lança processo seletivo   para o curso de especialização em Gestão das Organizações Públicas de Saúde, que será realizado no município de Maués (AM). As inscrições devem ser feitas no período de 12/12/2019 a 8 de janeiro de 2020.

A especilização visa o aperfeiçoamento do processo de gestão, planejamento e orçamento público dos sistemas e serviços de saúde em qualquer nível de organização, para a melhoria do desempenho institucional. O curso se destina a profissionais com nível superior do município de Maués e municípios vizinhos que desempenham suas funções e/ou atividades na área de gestão da Atenção Básica.

A especialização em Maués é realizada pelo ILMD/Fiocruz Amazônia e acontece no âmbito do Projeto QualificaSUS, que é apoiado por emenda parlamentar da bancada do Amazonas. Para esta atividade, a Fiocruz Amazônia conta com parceria do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-AM).

Confira o edital AQUI

O curso é gratuito e, para esta chamada, estão sendo ofertadas 50 vagas. A especialização tem duração de 12 meses, tempo em que o aluno deverá cursar 400 horas em disciplinas e realizar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Esclarecimentos sobre os documentos e envio da inscrição poderão ser solicitados somente através do endereço eletrônico duvidaslato.ilmd@fiocruz.br

O processo seletivo simplificado para o curso é composto por duas etapas:  homologação das inscrições; e análise documental para efeito de pontuação.

Para se inscrever, o candidato deverá apresentar a documentação solicitada no edital. A inscrição ocorrerá apenas por e-mail. Para efetivar sua inscrição, o candidato deverá enviar toda documentação exigida, digitalizada em um único arquivo, no formato “pdf” de até 10MB para o endereço eletrônico inscricaolato.ilmd@fiocruz.br

O horário limite para envio da inscrição será 15h (horário de Manaus/AM) do último dia de inscrição definido no Cronograma. Documentos enviados após o período da inscrição não serão aceitos pela Comissão de Seleção.

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores que atuam gestão e no atendimento das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do trabalhador, entendido como sujeito das práticas desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos estão sendo ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com recursos oriundos de emenda parlamentar da bancada do Amazonas e com parceria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM).

Atualmente, a Fiocruz Amazônia, por meio do Projeto QualificaSUS, realiza um curso de mestrado profissional, em Manaus;  mais 3 cursos  de pós-graduação lato sensu, que acontecem nos municípios de Tabatinga, Itacoatiara e Tefé; e 33 cursos de atualização para profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) nos municípios do Amazonas.

O edital e demais chamadas públicas da Fiocruz Amazônia estão disponíveis em https://amazonia.fiocruz.br/?page_id=28031

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Pinheiro

Projeto QualificaSUS da Fiocruz Amazônia inicia especialização em Saúde em Tefé (AM)

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) iniciou na segunda-feira, 9/12, mais uma turma de especialização pelo Projeto QualificaSUS. A pós-graduação lato sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde acontece no município de Tefé, que fica a 522km de distância de Manaus, em linha reta.

Estiveram na mesa de abertura do curso,  o prefeito de Tefé, Normando Bessa de Sá, a secretária municipal de Saúde, Maria Adriana Moreira, o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM), Januário da Cunha Neto, a representante da unidade municipal do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Nancy Moreira, e o coordenado do curso Bernardino Cláudio Albuquerque.

A solenidade iniciou com a apresentação do vídeo institucional da “Fiocruz: ciência e saúde para todos”, seguido do vídeo de boas-vindas do diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, que não podê estar na aula inaugural, mas enviou saudações aos novos alunos.

Em sua fala, Sérgio Luz comentou sobre a magnitude do Projeto QualificaSUS e do desafio de oferecer cursos presenciais de qualificação para os profissionais que trabalham no Sistema Único de Saúde (SUS) nos 61 municípios e na capital do Amazonas, nas modalidades de atualização, especialização e mestrado profissional.

Para a secretária Adriana Moreira, o curso atende aos anseios dos profissionais de saúde e da gestão de saúde de Tefé. “É um privilégio. Somos premiados com o curso de especialização no município. Esperamos que os alunos nos dêem retorno nas ações nas suas unidades de saúde, quer seja no hospital, nas unidades básicas,  ou na área ribeirinha, para colocar em prática o que eles vão aprender. Nosso município é endêmico para malária, para dengue e vamos aproveitar o aprendizado para colocá-lo à serviço da população”.

A especialização destina-se aos profissionais de nível superior que atuam no município e entorno, desempenhando suas funções e/ou atividades em unidades básicas de saúde e/ou unidades de saúde da família, ou equivalente, na microrregião do Alto Solimões.

Para esta atividade do Projeto QualificaSUS, a Fiocruz Amazônia contou com o apoio do Cosems-AM, do Cetam e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

SOBRE O CURSO

Esta é a segunda turma de especialização em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde oferecida pelo ILMD/Fiocruz Amazônia, por meio do Projeto QualificaSUS. A primeira foi iniciada em agosto deste ano, no município de Tabatinga (AM), para capacitação de profissionais de saúde que atuam na tríplice fronteira Brasil-Colômbia-Peru.

O curso é presencial, realizado em período integral (matutino e vespertino), em sistema modular, uma semana por mês, seu objetivo é qualificar profissionais que atuam em cuidados primários de saúde para implantação e desenvolvimento de ações de Vigilância em Saúde no plano territorial-local, promovendo a integração entre oferta de cuidados de APS e ações de vigilância na rede básica de serviços de saúde.

TURMA DE TEFÉ

O curso é coordenado pelo professor Bernardino Albuquerque, da Fiocruz Amazônia. Para esta turma foram selecionados 51 alunos que participarão das 10 disciplinas oferecidas pela especialização, que tem a carga horária de 460 horas.

O certificado será destinado aos alunos que concluírem toda a carga horária e defenderem o trabalho de conclusão.

Para a enfermeira da Atenção Básica do município de Maraã, Débora da Silva Neves, aluna do curso,  a capacitação vem atender aos desejos dos profissionais de saúde daquela região. “Estou formada há um bom tempo, e a oportunidade de fazer uma pós-graduação aqui em Tefé, que é um município próximo,  me causou uma certa ansiedade. Minha expectativa é de que vai ser tudo bom, de que a gente vai ter bastante conhecimento para levar para as nossas atividades e nossa população”.

Para dar apoio à turma, a enfermeira Teresa Prado, peruana, que trabalha há 15 anos na saúde do município de Tefé, também participou da abertura do curso. “Quero desejar um bom curso para nossos colegas. A oportunidade está sendo dada, através dos conhecimentos que vão adquirir aqui, agora a habilidade para aplicar em serviço depende de cada um, espero que esse conhecimento seja levado para a nossa realidade, para sabermos operacionalizar e avançar.  No Amazonas, temos as mesmas endemias, mas não temos às vezes  o apoio necessário, por isso esse curso é importante”, comentou.

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotam modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do aluno trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos são ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com apoio de emenda da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do Cosems-AM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Fotos: Marlúcia Seixas