Todos os artigos de Cintia Melo

Aplicativo vai auxiliar na sistematização da enfermagem e será concluído até junho no Amazonas

Aplicativo poderá diminuir tempo de espera em hospitais e aumentar assertividade no tratamento

 

O Aplicativo “Sistematização de Assistência à Enfermagem” deve ser concluído em junho deste ano e deve contribuir com a diminuição no tempo de espera em unidades de saúde do Amazonas, além de aumentar a assertividade no tratamento dos pacientes. O projeto é uma das propostas contempladas no programa Sinapse da Inovação, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras  (Certi).

Segundo o CEO da empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, Jander Cavalcante, o app mobile SAE será uma metodologia usada pelos profissionais de enfermagem, na qual existem especificações e/ou métodos de pré-atendimento do paciente assim que o mesmo ingressar em hospitais e clínicas. Ele reforça que a ideia pretende modernizar o processo.

“A ideia é fazer a sistematização em um app mobile para celulares Android e iOS. Nesse sentido, a ideia é tirar do papel essa sistematização e transpô-la para um sistema mobile. Imagina você preencher um formulário com mais de 30 perguntas à mão? Ao colocarmos essa parte do processo no celular aumentaremos o tempo de resposta e assertividade no tratamento”, disse Cavalcante.

Com a criação do produto para plataformas Mobile e Web será possível planejar todo o processo de enfermagem composto por histórico, diagnóstico, planejamento e intervenções para padronizar as informações e garantir mais segurança e excelência na prestação do serviço aos pacientes.

Atualmente, o app SAE está na segunda fase. A primeira consistiu no desenvolvimento da parte web, onde o hospital poderá administrar o número de inscritos, as demandas e outras informações de gestão. Conforme Jander, nesta nova fase do projeto é realizada a implementação do sistema na parte mobile. “Já temos um MVP (Mínimo Produto Viável) do aplicativo e estaremos fazendo a validação junto às equipes de enfermeiros da UEA”, disse Jander.

Ainda de acordo com Jander, o apoio da Fapeam foi de grande relevância e proporcionou um cenário favorável para o desenvolvimento do aplicativo.

“A Fapeam é de extrema importância e a parceria com a Certi possibilitou a expansão de outras parcerias. Hoje temos parceiros como Senai e Sebrae. Também fechamos parceria com a UEA e estamos tentando parceria com a Samsung Ocean. O projeto tem tomado grandes proporções. Em maio, estaremos apresentado o app SAE em Santa Catarina para uma banca de doutores”, contou o CEO.

APRESENTAcaO-SAE-1024x636 (1)

 

Inovação

O SAE é um dos 40 projetos aprovados no programa Sinapse da Inovação, fruto da parceria firmada entre a Fapeam com a Fundação Certi. A ideia de criar o aplicativo surgiu no mestrado da enfermeira Elielza Guerreiro, que com ajuda do filho, Jander Cavalcanti, licenciado em Informática, submeteu o projeto ao programa que incentiva as ideias inovadoras e com potencial de mercado.​

 

Repórter- Francisco Santos (Agência Fapeam)

Foto- Divulgação

O post Aplicativo vai auxiliar na sistematização da enfermagem e será concluído até junho no Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Pesquisadora do Amazonas receberá prêmio internacional ‘Rising Talents’ em Paris

Com apoio da Fapeam, Fernanda Werneck, estuda efeito das mudanças climáticas em lagartos da Amazônia

 

Após ser agraciada com o prêmio “Para Mulheres na Ciência”, em 2016, a pesquisadora Fernanda Werneck, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA-MCTI) receberá o prêmio internacional “Rising Talents”, nesta terça-feira (21), em Paris. Com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), a pesquisadora desenvolve estudos que investigam o efeito das mudanças climáticas em lagartos da Amazônia e do Cerrado.

2017-03-17-PHOTO-00000718A pesquisadora Fernanda Werneck desenvolve estudos que investigam o efeito das mudanças climáticas em lagartos da Amazônia e do Cerrado

Em agosto do ano passado, Fernanda foi uma das sete vencedoras da 11ª edição da premiação “Para Mulheres na Ciência”, iniciativa brasileira voltada às mulheres cientistas promovida pela L’Oréal Brasil, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e Academia Brasileira de Ciências (ABC).

A bióloga realiza o estudo intitulado “Determinante da diversidade genética e evolução no ecótono Cerrado-Amazônia”, que busca investigar os padrões de diversidade genética e fluxo gênico de lagartos e os efeitos que as mudanças climáticas podem causar sobre a diversidade e estrutura genética no Cerrado, na Amazônia e na zona de transição entre esses biomas.

Fernanda Werneck é pesquisadora do INPA desde 2013 e entre os projetos que desenvolve com apoio da Fapeam destaca-se o intitulado “A história da paisagem e seus efeitos na evolução de nichos e diversificação da herpetofauna Amazônica”, realizado por meio do Programa de Apoio à Pesquisa (Universal- Amazonas).

FernandaA pesquisadora Fernanda Werneck receberá o prêmio internacional “Rising Talents” em Paris, com apoio da Fapeam

 

Repórter- Francisco Santos (Agência Fapeam)

Fotos – Arquivo Pessoal

O post Pesquisadora do Amazonas receberá prêmio internacional ‘Rising Talents’ em Paris apareceu primeiro em FAPEAM.