Todos os artigos de Assessoria de Comunicação

MCTIC prorroga jornada de trabalho remoto até 12 de junho

No Inpa estão mantidos os serviços essenciais presenciais, que foram definidos pelas Coordenações do Instituto. Atividades presenciais como visitações ao Bosque da Ciência, aulas da pós-graduação e eventos continuam suspensas

 

Da Redação - Inpa

 

Os servidores públicos vinculados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTC) usam pelo menos mais duas semanas de trabalho remoto. O MCTIC publicou nesta quarta-feira (27) a Portaria nº 2.381, que proíbe esse regime de trabalho até o dia 12 de junho, em caráter excepcional e temporário.

A medida tem como evitar a infecção e propagação do Covid-19 no âmbito do MCTIC, dos seus institutos e unidades de pesquisa. Uma prorrogação anterior estava prevista para o dia 29 de maio.

No Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa / MCTIC), além do trabalho remoto, estão mantidos os serviços essenciais. Também existem servidores que estão impossibilitados de exercer suas funções, por não conseguir desenvolver uma casa ou por motivos de saúde.

 

ProrrogaçãoTrabalhoRemotoINPA12Junho

 

Conforme orientação da Direção do Inpa , todos os servidores e colaboradores devem usar máscaras de proteção dentro do Instituto, para combater a propagação do Covid-19. Em Manaus, o uso do equipamento é obrigatório no transporte público e comercial.

SISREF

O Inpa passou a utilizar o Sistema de Registro Eletrônico de Frequência (SISREF) para servidores e estagiários, no dia 1 ° de maio. O servidor de trabalho remoto ou impossibilitado de trabalhar não deve acessar uma ferramenta digital de frequência. O lançamento de pontos e ocorrências nesse caso será feito pelo chefe imediato até o retorno do servidor aos trabalhos presenciais no Inpa.

Os servidores com jornada normal de espera ou em regime de revezamento devem acessar o SISREF e "bater o ponto". Veja os detalhes clicando aqui .

 

PORTARIA MCTIC Nº 2.381 / 2020 - PRORROGAÇÃO DO TRABALHO REMOTO ATÉ 12 DE JUNHO DE 2020.

 

 

Saiba Mais

Veja as Ações do Inpa contra um Covid-19. Acesse: http://portal.inpa.gov.br/index.php/acoes-contra-a-covid-19

Orientações e vedações para uso do e-mail institucional do Inpa

A Coordenação de Tecnologia da Informação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (COTIN/ INPA) informa a todos os agentes públicos, servidores e estudantes do Instituto, que são usuários de e-mail institucional, que conforme Manual de Orientações para Atuação em Mídias Sociais, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Portaria MCTIC nº 1.551, de 26.03.2018 e entendimento do Tribunal Superior do Trabalho:

  • O e-mail institucional é de titularidade direta do usuário, para cumprimento exclusivo de suas atribuições funcionais, e de titularidade indireta do INPA, devendo, portanto, trafegar nele apenas mensagens de cunho estritamente profissional;
  • É de responsabilidade do usuário da caixa postal as mensagens enviadas por intermédio do seu endereço de correio eletrônico funcional, bem como o conteúdo de seus arquivos anexados;
  • O e-mail institucional não deve ser utilizado para a administração de conta pessoal em rede social nem para cadastro em sites de compras pessoais e semelhantes, sendo, portanto, proibida a transmissão e/ou retransmissão de mensagens com finalidade comercial de interesse particular ou de terceiros.

São consideradas condutas vedadas no uso do e-mail institucional:

  • Envio de mensagens de e-mail que seja prejudicial ou gere reclamações de outros usuários (“junk mail” ou “spam”). Isso inclui qualquer tipo de mala direta, como, por exemplo, publicidade comercial, anúncios, informativos e propaganda política;
  • Assédio ou perturbação de outrem, seja através de linguagem, frequência ou tamanho das mensagens;
  • Envio de e-mail mal-intencionado ou sobrecarga de usuário, site ou servidor com e-mails muito extensos ou numerosos;
  • Utilizar e-mail como instrumento de ameaça, calúnia, injúria, difamação ou ofensa.

A COTIN lembra, ainda, que seu uso indevido para fins particulares, incluindo abuso de direito ou violação à imagem do INPA e do MCTIC e envio intencional de material obsceno, ofensivo, ilegal ou antiético, pode ser apurado pelos devidos processos legais e ações como à suspensão imediata do uso do correio eletrônico de forma preventiva para assegurar a integridade do serviço pode ser necessária.

 

Atenciosamente,

Harry Alves Rocha

Coordenador da COTIN

Trabalho Remoto é prorrogado até 29 de maio nas unidades do MCTIC

O prazo dessa medida de enfrentamento à Covid-19 foi estendido por mais duas semanas

Da Redação – Inpa

A jornada de trabalho remoto no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) foi prorrogada até 29 de maio, em caráter excepcional e temporário, conforme a Portaria nº 2.149/2020/SEI-MCTIC, publicada nesta quinta-feira (14).

A renovação dessa medida de prevenção à infecção e à propagação do novo coronavírus é válida para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), seus Institutos e Unidades.

Esta é a quarta prorrogação do prazo de vigência da Portaria nº 1.186/2020/Sei-MCTIC, de 20 de março de 2020, que regulamentou o trabalho remoto no âmbito do MCTIC.

No Inpa estão mantidos os serviços essenciais presenciais e o trabalho remoto para a maioria dos servidores. Outros estão impossibilitados de exercer suas funções, por não conseguirem exercê-las de sua residência ou por motivos de saúde.

Egressa e pesquisadores do Inpa conquistam prêmio da Sociedade de Ecologia da América

BannerCarolinaLevis

A pesquisa premiada sobre a domesticação de parte da flora da floresta amazônica é resultado de uma contribuição de mais de 150 coautores. A egressa do doutorado em Ecologia do Inpa Carolina Levis foi a primeira autora em artigo publicado na Science 

 

Da Redação - Inpa

Banner: Victor Mamede - Inpa

Depois de ganhar prêmios importantes no Brasil, a pesquisa sobre os efeitos persistentes da domesticação de plantas da floresta amazônica por povos indígenas há pelo menos 13 mil anos conquistou reconhecimento internacional. As “contribuições excelentes para a Ecologia” renderam à egressa do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), Carolina Levis, e a pesquisadores do Instituto e de outras instituições o Prêmio 2020 da Ecological Society of America, categoria William Cooper.

O tema foi tratado na tese de Levis defendida no curso de Ecologia do Inpa, sob orientação dos pesquisadores Flávia Costa e Charles Clement. A pesquisa mais ampla foi publicada na Revista Science com Levis como primeira autora de um total de mais de 150 coautores de várias instituições do Brasil e do exterior. “Este é um reconhecimento incrível do trabalho feito. A ESA é uma das maiores sociedades de ecologia do mundo”, comemora Levis, ao explicar a grata surpresa, já que os cientistas não submetem proposta ao prêmio. A escolha dos agraciados fica a cargo da ESA. 

De acordo com a ESA, a cerimônia de entrega do Prêmio acontecerá durante a Reunião Anual da Sociedade, de 2 a 7 de agosto. Por conta da pandemia de Codiv-19, a Sociedade está avaliando se fará reunião presencial em Salt Lake City (EUA) ou virtual. A distinção aos premiados reconhece as contribuições extraordinárias à ecologia em novas descobertas, ensino, sustentabilidade, diversidade e compromisso ao longo da vida com a profissão.

Em nota divulgada pela ESA, o trabalho escrito por Levis e outros pesquisadores chama a atenção para a longevidade dos efeitos que os seres humanos têm sobre as comunidades vegetais, a domesticação de plantas e da paisagem são processos duradouros e importantes além dos processos ambientais e evolutivos que moldam as distribuições das espécies na Amazônia. Ainda segundo a ESA, o trabalho mostra gradientes ambientais alterados pelos povos amazônicos, cujo manejo das comunidades de plantas florestais ainda hoje é evidente, em sítios arqueológicos, por exemplo, através da associação desses locais com as espécies vegetais domesticadas.

“A floresta concentra recursos de grande valor e os povos indígenas têm um conhecimento milenar de como manejar esses recursos florestais para aumentar ainda mais esse valor sem necessidade de derrubar florestas. O conhecimento de como manejar os recursos florestais tem sido transmitido localmente de geração para geração e representa um aprendizado valioso para o uso sustentável das nossas florestas”, destacou Levis, que atualmente faz pós-doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Além deste prêmio, Levis já conquistou o 14ª Prêmio Capes de Tese 2019 – Gaziela Maciel Barroso e 2º lugar no Prêmio Jovem Cientista de 2018.

Saiba Mais

O Prêmio da Ecological Society of America William Cooper homenageia autores de publicações de destaque nos campos da geobotânica, ecologia fisiográfica, sucessão vegetal ou na distribuição de plantas em gradientes ambientais. Pioneiro da ecologia fisiográfica e geobotânica, o cientista Willian Cooper tinha um interesse particular no estudo das influências de fatores históricos sobre o padrão das comunidades vegetais atuais.

Inpa implanta sistema de registro eletrônico de frequência para servidores e estagiários

bannerSISREFINPA

A medida atende a determinação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações e passou a valer no dia 1 ° de maio

Por Cimone Barros - Inpa
Banner: Tito Fernandes - Editora Inpa

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa / MCTIC) começou a usar no dia 1 ° de maio o Sistema de Registro Eletrônico de Frequência (SISREF) para servidores e estagiários. A ferramenta digital de frequência faz parte das ações de modernização da administração pública e visa substituir gradualmente os registros manuais.


O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) está implementando o sistema em todas as unidades de pesquisa e institutos. Uma solução tecnológica para controle de frequência permite ainda a adoção do banco de horas, a compensação de horas e o SIAPE, com acesso, por exemplo, informações sobre férias no servidor.


No SISREF (https://sisref.sigepe.gov.br/sisref/entrada.php), o servidor é responsável por "bater seu ponto" (entrada, saída e retorno do intervalo, fim de expediente e ausências). Já é chefia ou gerente de sistema, podendo inclusive lançar como ocorrências para servidor - por dia ou período - e é chefia que aceita ou não justifica o servidor.


Como houve alterações na jornada de trabalho de vários servidores e estagiários por conta das ações de combate à pandemia de Covid-19, houve alguns ajustes no uso do sistema nesse período. Desde 20 de março, foi regulamentada, de forma ampla, uma jornada de trabalho no âmbito do MCTIC, em caráter excepcional e temporário. O trabalho remoto está em vigor até 15 de maio.


“Quem está no trabalho remoto ou conseguiu trabalhar não deve lançar seu ponto ou ocorrência no sistema. O chefe é quem executa essa tarefa até quando o servidor retorna ao trabalho novamente no Inpa ”, explicou Carolina Maia, Coordenadora de Gerenciamento de Pessoas do Instituto.


Uma coordenada orientada para o chefe de registro de freqüência do servidor de registro de freqüência - 387 (trabalho remoto) ou 388 (impossibilidade de trabalhar) por período, conforme a situação de cada um durante o período de período físico do servidor ou estagiário no Inpa e a orientação do Ministério da Economia, constante no processo SEI 01280.000540-2020.


O servidor com jornada normal - indo diariamente oito horas por dia - deve acessar o SISREF e bater o ponto nas quatro marcações. Já que alguém está em regime de revisão, vai bater o ponto nos dias e os horários em que o Inpa; e não vai bater o ponto da casa nos dias que não é para o Instituto. Para esses dias, o chefe vai inserir o código 387 ou 388.


O uso da ferramenta não é obrigatório para pesquisadores e tecnologistas, dado às características das funções que desempenham.


Mais informações podem ser exibidas com o Setor de Recursos Humanos do Inpa, por meio de telefones (92) 3623-3308, 3043 ou pelos e-mails sereh@inpa.gov.br , clea.loureiro@inpa.gov.br , danilo .farias @ inpa.gov.br .

Saiba Mais


O sistema é composto por três módulos (todos com ambiente de treinamento e ambiente de produção), conforme apresentado no treinamento básico realizado no dia 10 de março de 2020, no Auditório da Ciência:


a) módulo servidor: https://treina.sisref.sigepe.gov.br/sisref/entrada.php e https://sisref.sigepe.gov.br/sisref/entrada.php
b) módulo chefia: https: / /treina.sisref.sigepe.gov.br/sisref/chefia.php e https://sisref.sigepe.gov.br/sisref/chefia.php
c) módulo RH (este é apenas alguns servidores do RH).

 

COMUNICADO 010/2020 SISREF - PEC DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA - 08.04.2020 *
(* O item b desse comunicado não aplica ao INPA)

 

Direção orienta uso de máscaras no Inpa, após obrigatoriedade em comércios e ônibu

uso de mascara INPA Foto Victor Mamede

A Direção do Inpa salienta a necessidade de todos que adentrarem o Instituto continuem utilizando o equipamento de proteção

Da Redação – Inpa

Fotos: Victor Mamede e Coatl - Inpa

A partir desta segunda-feira (11), o uso de máscaras de proteção para combater a propagação do novo coronavírus se tornou obrigatório em estabelecimentos comerciais de atividades essenciais e nos transportes público e privado de Manaus. Conforme orientação da Direção do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), o uso desse equipamento de proteção deve continuar dentro do Instituto.

uso de mascara INPA Foto Acervo COATL INPA

Os decretos da Prefeitura de Manaus foram publicados no Diário Oficial do Município (DOM), edição nº 4.835, do dia 08 de maio. De acordo com os dispositivos, a população deve fazer uso, preferencialmente de máscaras caseiras, com medidas que possibilitem a cobertura total da boca e do nariz, devendo conter duas camadas de tecido e ser bem ajustada ao rosto.

Servico essencial INPA mascara

O Decreto nº 4.821 prevê o uso obrigatório de máscaras de proteção por colaboradores e clientes de estabelecimentos comerciais que prestam serviços essenciais, nas modalidades presencial e delivery, durante as recomendações de isolamento social no período da pandemia. Já o Decreto nº 4.822 trata da obrigatoriedade do uso de máscara para acesso e permanência no transporte coletivo público, privado e individual de passageiros.

Saiba Mais

Uso obrigatório de máscaras em estabelecimentos comerciais e transporte público de Manaus – Prefeitura de Manaus

Publicado em: 08/05/2020.

Inpa lança site especial com informações sobre ações do Instituto contra a Covid-19

capasitecovidINPAbanner

Orientações de prevenção, espaço de escuta da comunidade com enquetes, aconselhamento em saúde e estímulo a iniciativas de solidariedade são destaques da página Inpa – Ações contra a Covid-19

 

Por Cimone Barros – Inpa

Banner: Tito Fernandes – Editora Inpa

 

A pandemia do novo coronavírus mudou como as pessoas se relacionam, produzem e se deslocam. O mundo mudou e as organizações também procuram seguir o mesmo curso. No Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), a dinâmica de fazer ciência e de trabalhar não é a mesma desde março de 2020.

Para reunir informações de ações do Instituto de enfrentamento da doença e combater os efeitos provocados pela pandemia, o Inpa desenvolveu uma página especial. “Inpa – ações contra a Covid-19” visa incentivar novas iniciativas para que atividades de pesquisa, extensão, capacitação, pós-graduação e administrativas continuem funcionando, além de estimular o espírito solidário em sua comunidade.

A página traz notícias, vídeos com orientações e dicas de prevenção, aconselhamento em saúde voltado para o bem-estar físico e mental, informações para o trabalho remoto realizado a partir da casa do servidor e medidas e portarias importantes editadas no período. Destaque para o espaço de escuta da comunidade com as enquetes para saber como as pessoas estão lidando com o isolamento social e o trabalho remoto e outra sobre iniciativas de solidariedade. O site ainda agrega informações úteis de fontes seguras e confiáveis sobre o coronavírus (links úteis).

A plataforma será constantemente atualizada, na medida em que novas informações forem geradas e chegarem ao conhecimento da equipe. “Fica aqui um convite a toda nossa comunidade acadêmica para ajudar a enriquecer com conteúdo de qualidade e confiável a página de ações do Inpa contra a Covid-19. Se seu grupo de pesquisa produziu conteúdo relevante para as ações aqui identificadas, não deixe de nos contar”, disse a coordenadora de Extensão do Inpa, a pesquisadora Rita Mesquita.

Os serviços essenciais, aqueles que não param nem mesmo com a pandemia, ganharam seção especial. Essas atividades são mostradas em vídeos feitos pelos próprios servidores e colaboradores, que viraram “youtubers institucionais” para contar o que fazem e por que esses serviços são importantes. Formato semelhante ganhou a seção “Quarentena Saudável”, dentro de Aconselhamento em Saúde.

A Coordenação de Extensão foi responsável pela coordenação dos trabalhos de desenvolvimento do site especial, com o suporte da Comunicação (Coext), Editora Inpa (Coaes) e Coordenação de Tecnologia da Informação (Cotin/Coaes). A iniciativa contou com a contribuição da Coordenação de Pesquisas (Copes) no aporte de conteúdo.

Quer saber mais? Navegue na página e compartilhe as informações. Para mais informações, entre em contato com a Comunicação do Inpa, pelos e-mails ascom@inpa.gov.br, digital.inpa@gmail.com, inpasolidario@gmail.com

 

http://portal.inpa.gov.br/index.php/acoes-contra-a-covid-19

 

 

MCTIC prorroga até 15 de maio jornada de trabalho remoto nos Institutos e Unidades

FachadaINPACampus2FotoVictorMamede

Esta é a terceira vez que o Ministério estende o prazo de vigência da Portaria nº 1.186/2020 que regulamenta temporariamente a jornada de trabalho remoto

Da Redação - Inpa

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) prorrogou, por meio da Portaria n° 1870/2020/SEI-MCTIC, até 15 de maio o prazo de regulamentação do trabalho remoto, em caráter excepcional e temporário, como medida de prevenção à covid-19 no âmbito das entidades vinculadas ao MCTIC. O dispositivo foi publicado nesta quarta-feira (29).

A medida é válida para servidores, empregados públicos e estagiários. No Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) estão mantidos o trabalho remoto e serviços essenciais presenciais para a maioria dos servidores.

Outros servidores estão impossibilitados de exercer suas funções, por não conseguirem exercê-las de sua residência ou por motivos de saúde.

 

Portaria n° 1870/2020/SEI-MCTIC – Prorrogação do Trabalho Remoto até 15 de maio.

Inpa oferece sete vagas sem seleção de candidatos para doutorado em Entomologia

 

SeleçãoDoutoradoEntomologiaINPA2020

Classificado atualmente com nota 5 numa escala que vai até 7, o curso do Programa de Pós-Graduação em nível doutorado está com seleção aberta para sete vagas de ampla concorrência. As inscrições vão de 13 de abril a 13 de maio. Consulte o edital

Por Wérica Lima - Inpa

Banner: divulgação PPG-ENT

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) está com inscrições abertas para o Processo Seletivo do Programa de Pós-Graduação em Entomologia (PPG-ENT) em nível de doutorado, para ingresso em agosto de 2020. O curso atualmente é classificado com nota 5, reconhecido pela Capes/MEC e homologado pelo Conselho Nacional de Educação.

De acordo com o Edital Inpa/Cocap 010/2020, a finalidade é selecionar e classificar os candidatos para ingresso no curso de doutorado do PPG Entomologia do Instituto com projetos de pesquisa que se enquadrem nas diferentes linhas de pesquisa do programa. São disponibilizadas sete vagas destinadas à concorrência pública (exceto estrangeiros não naturalizados). As inscrições vão de 13 de abril a 13 maio de 2020.

O processo seletivo possui duas fases, a avaliação do projeto de pesquisa (eliminatória) e a análise curricular (classificatória). Para inscrição o candidato deve enviar todos os documentos indicados no edital para o e-mail: cursoent@inpa.gov.br, ou enviar pelos correios com data da postagem até as 18h do dia 13 de maio deste ano, endereçado ao: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia- Inpa. Secretaria de Pós-Graduação em Entomologia, Campus II. Av. André Araújo, 2939. Bairro Petrópolis. CEP. 69.067-373, Manaus/AM.

As inscrições aceitas serão divulgadas até 22/05/2020, por e-mail aos candidatos e pelo link: http://portal.inpa.gov.br/index.php/pos-graduacao/regulamentos-edocumentos. Já o resultado final está previsto para ser divulgado 31 de julho de 2020.

EDITAL INPA/COCAP 010/2020

Mensagem da Diretora Antonia Franco para a Comunidade do INPA

AntoniaFrancoDiretoraINPA Copia

Prezada comunidade do INPA,

Em tempo de incertezas, aflições, desconforto e ansiedade em meio a essa pandemia e crise, uma palavra de conforto, otimismo e esperança se traduz em um exemplo sincero de amor ao próximo e ao coletivo com a certeza de que, com a ajuda de nossa força interior, sempre teremos dias melhores.

Como diretora do INPA, prezo por cada um de vocês e acredito fielmente na Ciência e suas descobertas, pois sem ela não conseguimos evoluir. Não se esqueçam de qual é a nossa missão enquanto INPA!

Enquanto perdurar as orientações do nosso Ministério, peço que continuem exercendo suas atividades em casa, evitem aglomerações e tomem os devidos cuidados para a sua proteção individual e a de todos que o cercam.

Cada um de vocês é muito importante para a nossa Instituição como parte de nossa história, para o País e para a Ciência. Numa época que o trabalho pode ser realizado remotamente, explorem essa condição da melhor forma possível e usem as ferramentas das quais dispomos, até que estejamos seguros para voltar às nossas atividades presenciais e ao nosso convívio com os familiares e amigos.

Que tenhamos um bom desfecho com todo esse aprendizado. Vamos continuar com nossos sonhos, enfrentando os desafios e que tudo isso nos ajude a ser mais fortes e humanizados. Que assim sejamos capazes de melhor ouvir, compreender, aconselhar e respeitar as opiniões, queixas e necessidades de cada um, sempre respeitando o outro.

Nem todos os heróis possuem superpoderes!

Muita saúde para todos e um grande abraço!

Antonia Franco

Diretora do INPA