Estudo sobre o primeiro sequenciamento completo de genoma do sarampo na América Latina está na lista Top 10 Accessed do Memórias do IOC

Pesquisa sobre  sequenciamento completo do primeiro genoma de uma amostra selvagem do vírus do sarampo obtida na América Latina está lista Top 10 Accessed do periódico científico Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, volume 114, sob o título Molecular characterisation of the emerging measles virus from Roraima state, Brazil, 2018.

O estudo foi realizado por pesquisadores do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), da Secretaria de Estado da Saúde de Roraima e do Ministério da Saúde. O vírus foi obtido a partir da urina de um paciente, da cidade de Boa Vista, em Roraima.

A reconstrução filogenética agrupou o genoma estudado com amostras da Austrália (2015), Coréia do Sul (2016) e Itália (2017). Os dados obtidos fortalecem o conhecimento atual sobre a epidemiologia molecular do sarampo e permitem aprofundar a compreensão dinâmica da doença, a partir do sequenciamento completo do vírus.

Os dados obtidos fortalecem o conhecimento atual sobre a epidemiologia molecular do sarampo e permitem aprofundar a compreensão dinâmica da doença, a partir do sequenciamento completo do vírus.

São autores da pesquisa Cátia Alexandra Ribeiro Meneses, Valdinete Alves do Nascimento, Victor Costa de Souza, Rodrigo Melo Maito, Marconi Aragão Gomes, Claudeth Rocha Santa Brígida Cunha, Ilma de Aguiar Antony, Maria Eliane Oliveira e Silva, Daniela Palha de Souza Campos, André de Lima Guerra Corado, Karina Pinheiro Pessoa, Dana Cristina da Silva Monteiro, Osnei Okumoto, Marília Coelho Cunha, Flávia Caselli Pacheco, e Felipe Gomes Naveca.

SARAMPO NO AMAZONAS

Segundo dados da edição 43, do Boletim Epidemiológico de Surto de Sarampo no Amazonas, de 26 de fevereiro de 2019, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), referente ao período da Semana Epidemiológica 06/2018 a 08/2019, foram notificados 11.422 casos suspeitos de sarampo provenientes de 50 municípios no Estado, desses,  9.804  foram confirmados, sendo a maioria (82,2%) provenientes da capital Manaus.

SOBRE O SARAMPO

O sarampo é considerado uma doença infecciosa grave, que pode evoluir para óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, no entanto é evitável por meio de vacina. Segundo a FVS-AM, o comportamento endêmico/epidêmico do sarampo varia de um local para outro e depende, basicamente, da relação entre o grau de imunidade/suscebilidade da população e da circulação do vírus na área.

CONCLUSÃO

Segundo os pesquisadores, a principal conclusão da análise de inferência filogenética a partir do conjunto de dados estudados foi que a sequência descrita estudada não se agrupa com as sequências obtidas durante o surto de sarampo em Pernambuco, em 2013. Esse resultado sugere que os vírus do sarampo que causaram os surtos no Brasil em 2013 e 2018 não tiveram a mesma origem. Por outro lado, a falta de sequências de nucleotídeos disponíveis de outras amostras de sarampo D8 dificultam uma análise mais detalhada da transmissão local desse genótipo de sarampo no Brasil e na América Latina.

O estudo foi financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Capes), Departamento de Ciência e Tecnologia, do Ministério da Saúde (Decit/MS) e Fiocruz.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Foto: Eduardo Gomes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *