Oficina de trabalho debate compreensão de acidentes, lesões, mortes e violência no trânsito

Lesões e mortes no trânsito geram mudanças sociais e sofrimentos incalculáveis à vida das pessoas, lidar com a situação requer ações de vigilância e prevenção de lesões e mortes e que promovam a paz no trânsito.

Assim, nos dias 17 e 18/9, os pesquisadores Edinilsa Souza – do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (Claves), da  Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) – e Marcílio Medeiros,  do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) realizam a Oficina de Trabalho Plataforma Digital Colaborativa de Prevenção da Violência no Trânsito, a acontecer no auditório da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS/AM), à  avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio.

A Oficina faz parte do projeto Plataforma Digital Colaborativa da Prevenção e Vigilância das Violências, de autoria de Marcilio Medeiros, do Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (LTASS/Fiocruz Amazônia). O projeto é financiado pelo Programa Fiocruz de Fomento à Inovação: Inova Fiocruz.

O Projeto visa promover práticas comunicativas participativas de intervenção social relacionadas à prevenção e redução da violência no trânsito e usar informações não oficiais produzidas no espaço cibernético para a melhoria da qualidade dos registro e ações de intervenção mais adequadas relacionadas às lesões e mortes no trânsito. O produto final da pesquisa será o desenvolvimento de um aplicativo para telefone móvel ou equipamento de transmissão de dados por internet, que permita otimizar a troca de informações entre pessoas e instituições, e assim, acelerar o fluxo de conhecimento sobre lesões e mortes no trânsito para ação/intervenção dos órgãos competentes.

A Oficina de Trabalho conta com apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), FVS-AM e Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam).

SOBRE A OFICINA DE TRABALHO

A Oficina de Trabalho tem como objetivo definir o que a pesquisa, assim como os sujeitos representantes das instituições implicadas na temática, compreende como acidente de trânsito ou lesões e morte no trânsito ou violência no trânsito, se tratando do ponto de partida para customização do aplicativo.

O público-alvo são gestores e profissionais que atuam nos sistemas de controle de tráfico: instituto municipal de mobilidade urbana, segurança pública, Detran, Corpo de Bombeiros; sistema de prevenção, promoção e vigilância em saúde: Semsa, FVS, clínicas de médicas; de assistência à saúde: hospitais e Samu; e profissionais do volantes (sindicato de taxistas, motoristas de  ônibus e mototaxistas).

SOBRE O INOVA FIOCRUZ

O Programa Fiocruz de Fomento à Inovação: Inova Fiocruz, tem como objetivo incentivar a transferência para a sociedade do conhecimento gerado em todas as áreas de atuação da Fundação Oswaldo Cruz, e conta com financiamento do Fundo de Inovação da Fiocruz e do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *